Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia Antes e Depois

Você já imaginou o que uma Mastopexia Antes e Depois pode fazer pela sua vida? Para quem sofre com flacidez nos seios essa cirurgia é capaz de devolver a autoestima e a felicidade ao se olhar no espelho. Ou seja, é muito mais que uma questão estética.

E, no geral, a gente convive com essa insatisfação por um longo período. Isso porque não surge do nada, mas piora a cada dia.  Por isso, quanto antes você tomar uma atitude, mais rápido fará as pazes com o espelho.

E, com um antes e depois da Mastopexia você percebe a diferença. A cirurgia é a melhor opção para você voltar a ter mamas mais firmes. Confira a seguir os detalhes de como realizar esse sonho e transformar o seu decote!

Motivos para a Mastopexia Antes e Depois

mamoplastia antes depois

Não tem jeito, o efeito da gravidade vai afetar todas nós. Com o passar dos anos, nosso corpo envelhece e, consequentemente, nossa pele perde a elasticidade. O resultado é a flacidez!

E, há fatores que podem contribuir com esse processo. Por exemplo, mulheres que passaram pelo período de amamentação ou quem sofre o efeito sanfona, ou seja, engorda e emagrece.

Apesar de alguns truques, somente a Mastopexia tem o poder de corrigir. Helena sabe muito bem disso. Após 2 gestações seu corpo estava muito diferente do que era antes. Por isso, sonhava com o momento em que teria sua Mastopexia Fotos Antes e Depois.

Ela via as meninas falando sobre o teste do lápis para saber se o seio era caído ou não. Era algo bem simples, ficar em posição ereta e colocar um lápis abaixo da mama. Se o lápis ficar, significa que há flacidez.

Para a tristeza de Helena, o lápis ficou. Mas isso foi apenas mais uma constatação de algo que ela já sabia. Por esse motivo, sonhava com o seu antes e depois da Mastopexia.

Mamoplastia Antes e Depois, você precisa saber que…

mastopexia fotos antes depois

Quando buscamos por Mastopexia Fotos Antes e Depois, precisamos já ter em mente as possibilidades da cirurgia. Isso porque, além de eliminar a flacidez, é possível minimizar a assimetria. Ou seja, quando um dos seios tem um formato bem diferente do outro.

O procedimento tem o poder de ajustar o tamanho das aréolas e a proporção da circunferência e da altura.

No caso das mamas serem muito pesadas, também é possível ver uma grande diferença na Mamoplastia Antes e Depois. Com isso, evitamos problemas futuros, por exemplo, má postura e dores nas costas e no pescoço.

É importante lembrar que o procedimento tem como objetivo corrigir a flacidez dos seios, também conhecida como ptose mamária. Porém, isso é feito com o cuidado de promover a harmonia entre o tamanho das mamas e a proporção corporal.

Dicas para uma Mastopexia Fotos Antes e Depois de sucesso

mastopexia fotos

Helena já estava cansada de sofrer com seus peitos caídos. Usava sutiã com a alça apertada e se fosse à praia, prendia tão forte a cordinha do biquíni, que chegava a machucar o pescoço. Tudo isso para dar a impressão que tudo estava no lugar.

Fora a vergonha que sentia ao ter relação com o próprio marido. Era algo que estava afetando o seu modo de agir, por isso queria tanto ter seu próprio Antes e Depois Mamoplastia.

Helena estava decidida e, ao pesquisar soluções, descobriu que só a Mastopexia poderia acabar com a  flacidez.

Para quem tem esse problema, a fase do Antes da cirurgia é fundamental. O primeiro passo é encontrar uma clínica de confiança e que:

  • Seja regulamentada, com Diretor Clínico e aprovação do CREMESP e da ANVISA.
  • Reúna os melhores Cirurgiões Plásticos do Brasil e não apenas um médico.
  • Tenha equipes de anestesia, enfermagem e fisioterapia experientes no atendimento de Cirurgia Plástica.

Helena encontrou tudo isso na clínica que escolheu, o que a fez sentir muita segurança na hora de operar. Logo mais teria o Antes e Depois Mamoplastia.

E, conversar com mulheres que já passaram por esse processo também foi fundamental. Mais que conversar, Helena encontrou quem fez Mastopexia com Prótese Fotos Antes e Depois. Ficou impressionada com a mudança que estava prestes a experimentar.

Aliás, se também deseja conhecer mulheres que passaram por essa experiência, você precisa participar do grupo exclusivo de pacientes da Dream Plastic. Clique no botão abaixo e faça sua solicitação!

Decisões importantes para o Antes e Depois da Mastopexia

mamoplastia redutora fotos

Helena estava bem segura da sua decisão. Conversou bastante com seu médico e até com sua consultora, ambos transmitiram a confiança que ela precisava. E, nesta fase de Antes da Mastopexia, ela conheceu detalhes e possibilidades da cirurgia.

O cirurgião plástico explicou, por exemplo, que sempre que a pele é retirada para eliminar flacidez, a mama diminui. Por isso, algumas mulheres optam pela Mastopexia com Prótese. Antes e Depois fica incrível! Porque é possível dar adeus às mamas caídas, sem perder o volume.

Essa informação foi fundamental para Helena analisar o que realmente queria e, entre as duas opções, fazer a melhor escolha.

Entenda a Mamoplastia Redutora Antes e Depois

Para você ter uma ideia, uma Mamoplastia Redutora, antes e depois de sucesso, tem como objetivo apenas reduzir a flacidez. Neste caso, a pele será eliminada e o volume da mama ficará menor.

Quando falamos em Mamoplastia Redutora, a ideia é um procedimento sem o uso de prótese. A técnica e a cicatriz são as mesmas da Mastopexia. Porém, sem o silicone, o colo não fica marcado e seu volume é menor.

Independente disso, o objetivo de elevar os seios, deixando-os com um aspecto mais jovial, é alcançado.

Conheça a Mastopexia com Prótese Antes e Depois

mamoplastia redutora antes depois

No caso de Helena, ela sonhava em acabar com os “peitos caídos”, mas ter um volume para valorizar o decote. Logo, o que realmente precisava era uma Mastopexia com Prótese Antes e Depois.

Um erro comum nessa situação é tentar escolher o tamanho da prótese por conta própria. Sempre tem aquela famosa que colocou silicone e você admira ou até uma amiga mais próxima. Logo, tendemos a acreditar que o mesmo tamanho será o ideal para termos um resultado igual ao delas. Só que não!

O Cirurgião Plástico Especializado e bastante experiente que Helena escolheu explicou que o tamanho varia muito de pessoa para pessoa. Isso porque o tamanho final é a soma do volume que será colocado com o que a paciente já tem e o que será retirado de pele.

O médico ainda leva em consideração se a prótese vai ser colocada por cima ou por baixo do músculo. O diâmetro do tórax e a altura da paciente também influenciam no resultado.

Logo, só um médico muito experiente é capaz de fazer uma indicação do tipo de prótese correta para que a sua Mastopexia com Prótese Fotos Antes e Depois seja um sucesso!

Mastopexia ou Mamoplastia Redutora: fotos incríveis exigem alguns cuidados

cicatriz mamoplastia fotos

É fundamental seguir todas as recomendações pré-operatórias fornecidas pelo seu Cirurgião Plástico. Por exemplo:

  • Ingestão ou interrupção de alguns medicamentos
  • Tempo necessário de Jejum (mínimo de 8 horas)
  • Hábito de fumar deve ser interrompido

Para evitar riscos e é fundamental informar todos os medicamentos que você costuma tomar. Assim como avisar sobre tratamentos de saúde que esteja fazendo ou outras informações que julgar necessária.

Em hipótese nenhuma omita informações relacionadas aos seus hábitos e sua saúde. Não existem dados irrelevantes ou perguntas bobas, tudo é importante quando o assunto é tornar a sua cirurgia o mais segura possível.

Antes e Depois Mamoplastia ou da Mastopexia

fotos mamoplastia

É fundamental seguir todas as recomendações pré-operatórias fornecidas pelo seu Cirurgião Plástico. Por exemplo:

  • Você operou com um dos melhores cirurgiões plásticos do Brasil.
  • Teve um anestesista superexperiente.
  • Conta com uma equipe de enfermagem para te dar total apoio, até por telefone.

Isso já basta para o sucesso do Antes e Depois da Mastopexia ou da Mamoplastia redutora? Não! Isso mesmo, os cuidados depois da sua cirurgia são fundamentais para conquistar um bom resultado.

Então, siga as orientações pós-operatórias direitinho. Na dúvida, fale com a equipe de enfermagem da clínica ou com o seu médico.

No caso da Helena, ela tinha à disposição o Disk Enfermagem Dream Plastic. Canal no qual ela podia ligar e esclarecer suas dúvidas com enfermeiras bem treinadas e cientes do seu histórico médico. Mas no geral, as orientações que ela seguiu à risca são:

  • Faça o repouso alternado com pequenas caminhadas, conforme indicação do cirurgião.
  • Tome os medicamentos nos horários e quantidades prescritas.
  • Use o sutiã compressivo pelo período previamente determinado.
  • Limpe corretamente o curativo para evitar infecções.
  • Evite movimentos bruscos com os braços ou pegar peso.
  • Não durma de bruços até ter a liberação do seu médico.

Mesmo com a orientação do médico e tendo tudo por escrito, Helena teve dúvidas, pois nunca tinha feito uma cirurgia. Nesse momento agradeceu por ter optado pela clínica com a estrutura mais completa.

Sucesso no Antes e Depois da Mastopexia ou da Mamoplastia

fotos mastopexia

Na primeira semana depois da cirurgia, Helena já era só alegria, mesmo sabendo que o resultado ainda iria melhorar. Já tinha visto cicatriz mamoplastia redutora fotos e a sua, que na verdade foi uma Mastopexia, estava cicatrizando superbem.

Sentiu dores só no começo, mas os analgésicos indicados pelo médico fizeram efeito rapidamente. Agora, olhando no espelho, ela entendia o porquê de todas as pacientes afirmarem que não se arrependiam nem por um segundo. Fariam tudo de novo, só que dessa vez bem antes, o que evitaria muito sofrimento.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
14/01 2020
Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia sem Prótese

Mastopexia sem Prótese


 
Como levantar os seios sem o uso de silicone? A solução ideal é a Mastopexia sem Prótese.
Sabe aquela sensação de se olhar no espelho e ficar triste com o próprio reflexo? Pois é, milhares de mulheres passam por isso todos os dias.
Algumas até tentam buscar soluções para disfarçar o problema do seio caído. Outras já estão tão cansadas de conviver com essa situação, que até sabem o que realmente funciona.
Sem dúvidas, a cirurgia plástica de Mastopexia sem Prótese é o método mais eficiente para devolver a firmeza das mamas. Continue lendo o texto para conhecer as principais informações sobre a técnica.
 

O que é a Mastopexia sem Prótese?

O que é a Mastopexia sem Prótese?


A Cirurgia de Mastopexia é indicada para as mulheres que sofrem com o efeito da gravidade. Ou seja, esse procedimento tem como objetivo reverter a flacidez dos seios (também chamada de ptose mamária).
O processo de envelhecimento faz a mama e outras partes do corpo caírem. Isso acontece porque o tecido perde a sustentação devido a fragilidade dos ligamentos de cooper. Em outras palavras, a pele perde qualidade dando lugar ao seio caído com ptose mamária.
Para reverter esse quadro, o médico reposiciona a aréola, retira o excesso de pele e de flacidez. O resultado é uma mama firme novamente, numa posição mais alta e muito mais simétrica.
Lembrando que a Mastopexia sem Prótese não aumenta o volume da mama. O foco do procedimento é elevar os seios e deixá-los com um aspecto mais jovial.
É importante frisar que a cirurgia de Mastopexia sem Prótese não retarda o processo de envelhecimento. Ou seja, com o tempo a queda da mama pode voltar, já que a pele continuará perdendo elasticidade.
 

Mastopexia sem Silicone é a única opção?

Mastopexia sem Silicone


Na verdade não! A Mastopexia sem Prótese é a alternativa ideal para quem está incomodada apenas com o aspecto de seio caído.
Em alguns casos, no final da cirurgia há a impressão de que os seios estão maiores, mesmo sem silicone. Isto acontece somente quando a paciente já tem uma mama mais volumosa e firme.
Entretanto, nós sabemos que existem muitas mulheres com vontade de aumentar os seios e deixar o colo marcado.
Ou ainda, ter seios firmes, durinhos e definidos. Nesses casos, o médico pode optar pela prótese de silicone.

Vale reforçar que se você não quer colocar silicone porque tem medo de ficar com uma aparência artificial, então preciso te dizer: isso é um mito!
O cirurgião plástico bastante experiente sabe exatamente como deixar o resultado da prótese de silicone o mais natural possível. Ou seja, sem aquele aspecto peito bola, bem marcado.
Outra preocupação que você pode deixar de lado é a de ter uma rejeição ou contratura capsular.
Até porque a probabilidade desses fatores de riscos acontecerem é bem pequena (menos de 1%). Pois, a tecnologia do material da prótese progrediu e os implantes passaram a ter revestimentos microtexturizados.

Como é feita a Mastopexia sem Prótese?

mastopexia antes e depois

 

Você precisa saber que a qualidade do resultado da Mastopexia sem Prótese depende de algumas escolhas. Por exemplo, o cirurgião plástico precisa ter o título de especialista, sendo habilitado pela SBCP.
Além disso, é importante que esse profissional já tenha realizado muitas cirurgias plásticas. Porque experiência é algo que conta muito!
Agora falando de Clínica de Cirurgia Plástica, escolha uma que tenha muitas recomendações.

A cirurgia de Mastopexia sem Prótese

cirurgia mama


Geralmente a cirurgia é simples, mas o que vai determinar o seu tempo de duração é a quantidade de pele que será retirada.
A anestesia utilizada é a peridural com sedação. Essa opção é a melhor, pois oferece mais benefícios à recuperação da paciente e ainda contribui para a prevenção de trombose. Entretanto, nem todo anestesista sabe aplicar esse tipo de anestésico, somente os mais experientes, como é o caso dos profissionais da Dream Plastic.
Bom, o passo a passo da cirurgia de Mastopexia sem Prótese consiste em:

  • O médico define a região que terá a pele removida, fazendo marcações nas mamas.
  • É feito um corte em volta da aréola para que ela seja reposicionada.
  • Se houver muita flacidez na região, então outro corte será necessário.
  • O cirurgião corta a pele excedente e fecha as incisões.
  • Em seguida faz um curativo na região e coloca o sutiã pós-cirúrgico.

Como é a cicatriz da Mastopexia sem Prótese?

mastopexia cicatrizes


O tipo de incisão será definido pelo médico de acordo com a quantidade de pele a ser retirada.
técnica periareolar é uma incisão em meia lua no topo da aréola. Essa opção é a menos invasiva e chega a um pequeno grau de elevação. Sendo, portanto, indicada para pessoas com mamas pequenas ou que apresentam ptose mamária leve.
circumareolar, que envolve uma incisão circular em torno da aréola, é a técnica menos invasiva. Por esse motivo, é indicada para pessoas com mamas pequenas ou que apresentam ptose mamária leve.
incisão em Âncora se estende no contorno superior da aréola e lateralmente até a parte inferior da mama. É o tipo mais invasivo, mas essa técnica permite um maior grau de elevação. Por isso, é indicada para pessoas com mamas grandes e que apresentam ptose mamária acentuada.
técnica vertical se estende no contorno superior da aréola e abaixo da linha média da mama. Este procedimento chega a um alto grau de elevação. Por esse motivo, é indicado para pessoas com mamas grandes e que apresentam ptose mamária moderada ou acentuada.

Fonte: Dream Plastic


 

beijos, Fran
31/12 2019
Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia com Prótese

mastopexia com protese

Mastopexia com prótese de silicone: será que essa cirurgia plástica é indicada para você?
Autoestima baixa, vergonha de se trocar na frente das pessoas, insatisfação com o tamanho ou aparência das mamas… Se você frequentemente se queixa dos seus seios, então esse texto é para você!
Chega aquele momento na vida que os seios não têm mais a aparência durinha e levantada. Assim como outras partes do corpo, as mamas sofrem alterações decorrentes da genética, envelhecimento, gravidez, amamentação, ganho ou perda de peso e mudanças hormonais.
O resultado disso: seios pequenos e caídos! Com a famosa lei da gravidade, as mamas começam a cair, ficando com um aspecto pesado ou flácido.
Uma Mastopexia com silicone, que é a combinação entre lifting de mama e implante, pode ser a melhor solução para deixar o seio firme novamente. Veja a seguir as principais informações sobre a cirurgia!

O que é mastopexia com prótese?

O que é mastopexia com prótese?


A cirurgia de Mastopexia reposiciona a auréola da mama e o tecido presente na região. O seu objetivo é remover o excesso de pele causado pela flacidez e compor um novo contorno, inclusive corrigindo a assimetrias dos seios.
Porém, somente o lifting de mama não é capaz de alterar significativamente o volume dos seios. Além de não deixar o colo marcado. Para isso, o cirurgião plástico, junto com a paciente, optam por associar a cirurgia com a prótese de silicone.

Quando o médico indica Mastopexia com prótese?

mamoplastia com protese


Mulheres insatisfeitas com o volume dos seios, muitas vezes, antes de colocar silicone, precisam remover a flacidez. Mas, quando é indicada essa combinação de Mastopexia com prótese?
Tudo depende das seguintes condições:
Grau elevado de ptose mamária: se a mama for muito flácida e tiver grande excesso de pele, então não é recomendável colocar apenas silicone.
Isto porque, o centro do implante é posicionado exatamente na aréola. Quando há flacidez na mama, a aréola fica posicionada bem abaixo do sulco inframamário.
Colocando o silicone em um seio caído, obviamente, que o resultado esperado não será alcançado. E, o sonho de ter mamas volumosas, firmes e altas só se dará com a combinação desses dois procedimentos: lifting de mama com prótese.
Perda de volume nos seios: depois da amamentação ou do efeito sanfona, a mama sofre alterações. Ela fica caída e perde, consideravelmente, o volume.
Nesses casos, o médico pode sugerir a colocação de uma prótese de silicone. E, dependendo do grau de ptose, não será necessário fazer a retirada de pele da mama. Pois, o implante preenche todo o espaço, concedendo volume e firmeza.
Assimetria mamária: quando um seio é menor do que o outro, o cirurgião opta pela implantação da prótese. Desse modo, é possível igualar os volumes e deixar os seios com a aparência semelhante.

O que é ptose mamária?

retirada de pele da mama


É o termo técnico utilizado para classificar o grau de seio caído. Como você vai perceber a seguir, o que indica a flacidez é a posição da aréola, que é classificada de três formas:

  • Grau 1: é o mais leve e tem pouca flacidez, pois a aréola está no nível do sulco inframamário.
  • Grau 2: há flacidez moderada e o bico do peito encontra-se no nível do sulco inframamário.
  • Grau 3: a flacidez está mais acentuada, com a aréola abaixo do sulco mamário e do contorno da glândula.
  • Grau 4: há grande flacidez e a aréola está bem abaixo do sulco inframamário, localizado na parte inferior do seio.

Mas, lembre-se que somente o médico pode dizer com precisão se há queda das suas mamas. Por isso é importante escolher um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
Lembrando que a flacidez é causada por fatores como: genética, amamentação, oscilações de peso e perda de elasticidade da pele. Porém alguns hábitos ruins também podem interferir negativamente na sustentação dos seios, como:

  • Uso incorreto do sutiã: escolha um modelo que tenha qualidade e boa sustentação. Isso ajuda a deixar os seios no lugar e dar o devido suporte a eles.
  • Má alimentação: para manter a pele do corpo saudável é preciso aliar exercícios físicos com uma dieta saudável. Prefira alimentos ricos em colágeno, vitaminas, minerais e gorduras boas.
  • Má postura: faz com que os seios percam a sua posição natural. Mantenha sempre uma postura ereta, assim você evita dor nas costas e ajuda a proteger os seios.

O passo a passo da prótese de silicone com Mastopexia

prótese de silicone com mastopexia

Ainda na consulta de avaliação, o médico analisa o grau da ptose, ou queda das mamas, para determinar o procedimento mais adequado à paciente. Como mostramos anteriormente, existem três graus de ptose: leve, moderado e acentuado.
Esse grau de flacidez é determinado pela posição da aréola em relação à prega inframamária e ao esterno.
A duração da cirurgia de Mamoplastia com prótese pode variar de 1 à 4 horas, dependendo da complexidade.

  • Preparo cirúrgico

Antes do início do procedimento, a área a ser tratada é limpa e os medicamentos anestésicos são administrados. Provavelmente, será uma anestesia peridural com sedação, que fará você dormir durante o procedimento. Além disso, são desenhadas as linhas da incisão para indicar as áreas da pele a serem removidas.

  • O médico faz a incisão

Com o auxílio de um bisturi, o médico faz cuidadosamente uma incisão ao longo das linhas pré-marcadas. O corte estende-se além do contorno superior da aréola. Essa área indica seu novo perímetro superior. A região abaixo dela será esticada e unida.

  • Retirada de pele da mama

Usando vários instrumentos cirúrgicos, o médico levanta a pele e a separa dos tecidos. A aréola e o mamilo permanecem intactos, enquanto as áreas de pele próximas são removidas.

  • Reposição da aréola

Após a remoção do excesso de pele, o tecido da aréola e da mama são reposicionados.

  • Fechamento da Incisão

Antes de fechá-la totalmente, o cirurgião pode colocar um dreno cirúrgico em cada mama, embora alguns profissionais prefiram não usá-lo. Finalmente, são colocadas suturas ou ataduras de gaze para proteger os locais da incisão durante a cicatrização.

Como fica a cicatriz da Mastopexia com silicone?

mastopexia periareolar

O tipo de cicatriz resultante da intervenção cirúrgica depende da necessidade do procedimento. Ou seja, de qual ajuste a Mastopexia vai fazer na pele excedente das mamas.
Para isso, o cirurgião plástico identifica o grau de flacidez e a técnica mais adequada. Existem 3 possibilidades de cicatrizes:

  • Mastopexia periareolar: cicatriz ao redor da aréola é a técnica menos invasiva. Indicada apenas para seios pequenos e com um grau de flacidez menor.
  • Vertical: a cicatriz em forma de V se estende no contorno superior da aréola e abaixo da linha média da mama. Essa técnica é um pouco mais invasiva, por isso é indicado para pessoas com mamas grandes e que apresentam ptose mamária moderada ou acentuada.
  • Cicatriz Mastopexia T invertida: a cicatriz se estende no contorno superior da aréola e lateralmente na porção inferior da Essa técnica atinge um grau maior de elevação. Por esse motivo, é indicada para pessoas com mamas grandes e com ptose mamária acentuada.

Portanto, quanto mais pele e tecido a serem removidos, maiores serão as cicatrizes. As mamas com pequeno excesso de pele podem ser tratadas com a incisão ao redor da aréola. Resultando em uma cicatriz mais discreta, a Periareolar.
As mamas que apresentam base larga e estão muito caídas, podem ser tratadas com ou sem implantes mamários.  Provavelmente, suas cicatrizes serão maiores.
Vale ressaltar que a qualidade da boa cicatrização está muito ligada ao organismo de cada pessoa. Algumas têm tendências a desenvolver uma cicatriz mais elevada, chamada de queloide ou hipertrófica. Ainda no pré-operatório, o médico avalia essa questão e, se necessário,  adota medidas preventivas.

Os principais cuidados após a Mastopexia com prótese

lifting de mama com protese
  • Malha de compressão: seu uso deve ser feito de forma correta, pois ela ajuda a diminuir o inchaço. Além de evitar a formação de líquidos e proporcionar conforto e sustentação.
  • Drenos cirúrgicos: alguns médicos optam por colocá-los para drenar o líquido do corpo. Isso porque, o acúmulo de líquidos na região pode causar sérias infecções.
  • Atenção com os pontos: a boa cicatrização depende de uma série de fatores, mas principalmente, de: evitar esforço, tabaco e sol. Os pontos são retirados depois de 2 semanas.
  • Sintomas normais: você pode sentir dor leve, inchaço e ter hematomas. Assim como dormência ao redor da aréola, sintomas que devem desaparecer em algumas semanas.
  • Dê uma pausa na rotina: mesmo que você se sinta pronta para retornar ao trabalho, espere um pouco.  Recomenda-se evitar atividades pesadas, como a prática de exercícios, por 3 ou 4 semanas após o procedimento. Assim seu corpo tem tempo suficiente para cicatrizar.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
24/12 2019
Topo