Plásticas
0 Comentários

Para quem é indicada a miniabdominoplastia?

Diferentemente da abdominoplastia clássica que retira muita pele (geralmente entre a cesárea e o umbigo), amarra a musculatura até a parte superior do abdômen (próximo às mamas), remodela o umbigo e trata a flacidez moderada a acentuada; a mini abdominoplastia é indicada apenas para casos de flacidez leve.

A miniabdominoplastia retira pouca pele (em torno de 3 cm, por isso a cicatriz é menor, ficando entre o tamanho de uma cesárea e da abdominoplastia clássica). A parte da musculatura amarrada é apenas a abaixo do umbigo. O umbigo não é remodelado como na abdominoplastia. Logo, para ter indicação de miniabdominoplastia, a paciente deve ter pouca pele em excesso, pouca flacidez muscular (apenas abaixo do umbigo). São geralmente pacientes magras e que se mantiveram magras na gestação, tendo engordado próximo dos 8 kg durante a gravidez.

A cirurgia é realizada com anestesia peridural ou raqui, dura em torno de 2 horas. A dor não costuma ser forte, sendo comum apenas um desconforto controlado por medicamentos comuns. O risco cirúrgico é menor que o de uma cesárea.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
31/01 2019
Plásticas
0 Comentários

Anestesia na cirurgia plástica: qual a mais indicada?

A consulta com o anestesista irá esclarecer todas as dúvidas e eliminar o receio que muita gente ainda tem das complicações que uma anestesia pode ocasionar. É importante consultar se o mesmo é um profissional especializado e membro da Sociedade Brasileira de Anestesiologia. Depois da consulta, ele deverá levantar todo o quadro clínico do paciente para ter garantias de que pode dar sequência ao procedimento junto ao cirurgião plástico e demais especialistas. Além disso, saberá indicar qual o tipo de anestesia será utilizada.

Peridural

“Realizada entre as vértebras da coluna, pode ser utilizada para cirurgias de tórax, abdômen, braços e pernas. O medicamento é o mesmo da anestesia geral, geralmente associada à sedação, para que a paciente se sinta mais confortável. É justamente a anestesia peridural que será utilizada em cirurgias plásticas como a mamoplastia, lipoaspiração e abdominoplastia. Por ser vasodilatadoras, contribui na prevenção de tromboses”, explica.

Geral

“Tecnicamente trata-se de um coma induzido por medicamentos. A anestesia geral é realizada por via endovenosa (pela veia) e respiratória, promove anestesia do corpo todo e a necessidade de intubação e assistência ventilatória (mecânica). Geralmente esse procedimento é indicado em cirurgias maiores ou onde os bloqueios anestésicos não agem. Possui maior tempo de recuperação e não se faz necessária, na maioria das vezes, em cirurgias plásticas”.

Local

“Como o próprio nome sugere, esse tipo de anestesia age apenas no local onde é realizada a cirurgia. Aplicada na pele, ela é indicada para procedimentos pequenos e em regiões estritas, por exemplo, cirurgias plásticas no rosto. O tempo de recuperação é menor”.

Raquidiana

“Realizada dentro do canal medular (na coluna), ela anestesia toda a região abaixo do ponto onde foi injetada a medicação. Indicada para cirurgias localizadas, que ocorrem apenas nas regiões anestesiadas. Com duração média de até 4 horas, ela permite maior ação do cirurgião em toda a área anestesiada e o paciente não necessita de ajuda de entubação para respirar”.

Fonte: VIX

beijos, Fran
27/01 2019
Plásticas
0 Comentários

Como identificar um bom profissional anestesista?

A resolução do CFM  garante o direito da paciente de passar em consulta com um anestesista antes de qualquer procedimento cirúrgico e especificadas todas as técnicas e qual a mais indicada para uma Cirurgia Plástica, faltava apenas os esclarecimentos de um médico anestesiologista em relação a um procedimento tão importante e indispensável ao ato cirúrgico.

O paciente deve verificar a Formação Acadêmica e experiência do Anestesista, além de consultar se o mesmo é um profissional especializado e membro da Sociedade Brasileira de Anestesiologia.

“O médico anestesista é responsável pela segurança da cirurgia, aplicando medicamentos anestésicos que possibilitarão um procedimento indolor e confortável ao paciente. Além disso, ele irá monitorar os parâmetros fisiológicos como frequência cardíaca, pressão arterial e respiração, preparando o paciente para um ato operatório de sucesso.” Explica o mestre em anestesiologia Fabrício Veloso, diretor clínico da Dream Plastic. (CRM-SP 104.838/RQE 28.108).

Fonte: Dream Plástic

beijos, Fran
20/01 2019
Topo