Plásticas
0 Comentários

Como acabar com as estrias?

1 – Camuflagem

camuflagem nas estrias é uma técnica capaz de cobrir as marquinhas na pele definitivamente. Para isso, utiliza-se uma tinta de tonalidade idêntica ao tom de pele, a micropigmentação, ou é feita uma tatuagem artística por cima da área marcada.

tatuagem cobrir estrias

Essa técnica pode ser feita em qualquer área marcada, como barrigaseiosbundapernas e coxas.

A opção de fazer uma tatuagem artística na barriga ou em outras partes do corpo para camuflar as estrias, por exemplo, é a menos procurada.

Pois torna-se muitas vezes inviável.

Já que, quando a pele é muito marcada pelas cicatrizes, é preciso escolher uma tatuagem que cubra toda a extensão do corpo.

E não é toda mulher que quer passar o resto da vida com uma tatuagem gigantesca.

Por isso, essa opção nem passou pela cabeça da Malu e neste texto nós vamos falar sobre camuflar as linhas da pele com micropigmentação.

Como é feita a camuflagem de estrias na barriga? 

Com uma agulha, aplica-se os pigmentos de tinta tom de pele para cobrir as estrias.  As sessões costumam durar em média 2 horas e, em alguns casos, é necessário o retoque.

Quanto custa a camuflagem de estrias? 

Cada sessão de micropigmentação custa entre R$700,00 e R$2.100,00 por área realizada.

Mas fique atenta, esse valor e o de todos os procedimentos aqui listados, varia de acordo com o local e experiência do profissional.

Camuflagem ou Micropigmentação para cobrir estrias funciona?

A camuflagem com micropigmentação funciona, mas por um breve período de tempo.

Porque, com o passar dos dias, o organismo vai absorver as substâncias e a coloração da pele pode mudar. Fazendo com que as estrias, antes imperceptíveis, fiquem cada vez mais aparentes.

Ou seja, é um procedimento arriscado para acabar com estrias, pois a coloração da tinta transforma-se. E o resultado ficará pior do que antes da tatuagem.

Além disso, se a paciente perder o bronzeado ou tomar banho de sol logo após o procedimento, a cor da tinta ganha mais destaque em relação ao tom de pele.

Outra dificuldade é do profissional acertar a coloração das tirinhas com o tom de pele da mulher. Já que cada pessoa têm características e tonalidades diferentes.

Complicado, né?

2 – Ácido retinóico

O ácido retinóico nas estrias também conhecido pelo nome de Tretinoína, promove a descamação da pele para crescer uma nova camada. É derivado da vitamina A, aumenta o colágeno e promove o rejuvenescimento. Pode diminuir o comprimento e largura das marquinhas brancas.

acido retinoico estrias brancas

Esse ácido é comercializado em forma de pomada e pode ser encontrado pelo nome de Retin AVitanol ARenova Vitacid.

Mas também pode ser utilizado em peeling químicos. Que são realizados em consultório médico e possuem uma concentração maior do ácido.

Para o tratamento em casa com o creme, a concentração do ácido deve ser de 0,01% a 0,1% e em peelings químicos, de 1% a 5%.

O ácido retinóico foi o único procedimento estético que a Malu testou em casa.

E o resultado não foi muito agradável.

Suas cicatrizes ficaram inchadas e, após duas semanas, começaram a sangrar.

Detalhe: Esse tratamento não é recomendado para mulheres grávidas. Descubra como tratar estrias após a gravidez!

Como usar ácido retinóico nas estrias brancas?

O ácido retinóico em creme deve ser utilizado no período da noite. Passe uma pequena camada fina no corpo limpo e massageie suavemente a região com estrias.

Outra recomendação é usar o creme hidratante após o banho para evitar a irritação na pele.

Se precisar se expor ao sol, não utilize o ácido na véspera e dois dias após.

Também não é indicado passar o creme em regiões úmidas, como axilas, abaixo das mamas e virilha.

Quanto custa o ácido retinóico para estrias?

O ácido retinóico em creme custa entre R$ 30,00 e R$70,00. Enquanto a sessão do tratamento com peeling químico custa entre R$230,00 a R$1.300,00.

O procedimento estético para estrias com ácido retinóico funciona?

O ácido retinóico funciona principalmente para amenizar estrias vermelhas, as mais recentes. Mas contém seus riscos.

E em hipótese alguma deve ser utilizado sem recomendação médica. Essa regra vale para qualquer tipo de ácido.

A Malu estava tão ansiosa por tirar suas marquinhas, que usou uma dosagem mais alta do que a recomendada.

E, por não ter ido atrás de uma indicação médica, expôs o local ao sol e não usou nenhum creme hidratante.


Agora você consegue entender o porquê da pele da Malu ter chegado a inchar e sangrar, não é mesmo?

Malu buscou ajuda médica e conseguiu amenizar os danos na pele.

Encarou essa experiência como um aprendizado.

E nunca mais fez nenhum procedimento estético para acabar com estrias sem recomendação médica.

3 – Ácido glicólico

ácido glicólico para estrias é derivado da cana-de-açúcar e outros tipos de vegetais adocicados. É uma substância clareadora de pele, antiacneicahidratanterejuvenescedora e estimuladora de colágeno.

acido glicolico estrias

Por contas de seus ativos, pode ajudar a clarear e melhorar a aparência dessas marquinhas.

É encontrado em cosméticos manipulados ou vendidos em farmácias na concentração de 1% a 10%.

E, em peelings químicos na concentração mais forte de 20% a 70%.

Ah, peelings químico podem ser feitos apenas em consultório médico, enquanto o tratamento com creme pode ser feito em casa. Não se esqueça.

IMPORTANTE: o ácido glicólico é contraindicado para gestantes.

Como usar o ácido glicólico no tratamento das estrias?

ácido glicólico em creme pode ser usado diariamente. Deixe agir na pele marcada de 2 a 3 horas. Esse ácido pode ser usado pela manhã e no verão, diferentemente do ácido retinóico.

No uso como cosmético, a recomendação é que o pH do ácido glicólico seja de no mínimo 3,5%. Já sua concentração deve conter no máximo 10% da substância.

Use cremes hidratantes para evitar a irritação da pele.

Esse ácido é menos agressivo a pele do que o ácido retinóico.

Porém, é importante ressaltar a importância de usar qualquer tipo de ácido na pele para acabar com estrias apenas após a indicação médica.

Quanto custa o ácido glicólico para estrias?

O ácido glicólico em creme custa entre R$40,00 e R$ 270,00. E no peeling químico, cada sessão custa entre R$230,00 e R$1.300,00.

O procedimento estético para estrias com ácido glicólico funciona?

O ácido glicólico pode funcionar para diminuir estrias vermelhas. Nas brancas os resultados são lentos e discretos.

4 – Ácido hialurônico

ácido hialurônico para estrias é uma substância produzida naturalmente pelo corpo. Ela é responsável por preencher o espaço entre as células e manter a pele lisinha e bem hidratada. Com o tempo, a concentração dessa substância é perdida. E, por isso, o tratamento para remover cicatrizes com ácido hialurônico NÃO é permanente.

acido hialuronico estrias

Porque a substância é absorvida pelo próprio corpo e, após algum tempo, é necessário fazer outra aplicação.

Clique aqui para saber mais sobre os benefícios do ácido hialurônico!

Como é aplicado o ácido hialurônico nas estrias?

O procedimento é realizado por meio de uma agulha que faz furinhos ao redor das estrias para injetar o ácido dentro da pele.

Pode ser usado um anestésico para diminuir a sensibilidade da região tratada. Portanto, a dor torna-se suportável.

Cada sessão dura cerca de 1 hora.

Quanto custa o ácido hialurônico?

A sessão de ácido hialurônico nas estrias custa em média de R$700,00 a 3.000,00.

O tratamento para estrias com ácido hialurônico funciona?

O ácido hialurônico não acaba com as estrias brancas, mas melhora sua aparência. Ele age preenchendo a região marcada. Dá sustentação a pele, clareando as cicatrizes. Quanto mais funda, melhor o resultado. Pois o ácido age mais profundamente nas marcas desse tipo.

5 – Microagulhamento

Microagulhamento para estrias (IPCA) é uma técnica que consiste na aplicação de agulhas furando a pele estriada. Estimulando a produção de colágeno, ácido hialurônico e elastina no corpo. Essa técnica é feita por meio de um rolo com microagulhas, o Dermaroller. Ou, por meio de uma caneta com microagulhas, a Dermapen.

microagulhamento estrias flacidez

O microagulhamento é indicado para disfarçar estriasflacidezcicatrizes de acnequeimadurasenvelhecimento da pele e manchas.

Como é feito o microagulhamento com dermaroller nas estrias ?

microagulhamento com dermaroller ou dermapen é feito em consultório médico.

A anestesia é aplicada com um creme anestésico.

Depois de escolhido o tamanho das agulhas, são realizados movimentos de vai e vem com o aparelho na região com estriada.

São feitas cerca de 10 e 15 passadas na vertical, horizontal e diagonal.

As agulhas vão causar lesões e sangramento que vão induzir a pele a regenerar-se.

Recomendações após o procedimento estético:

  • Use protetor solar
  • Use creme cicatrizante

O microagulhamento dói muito?

A dor do procedimento é suportável. Variando de áreas menores para áreas maiores. Quando maior a área a ser tratada, maior pode ser o desconforto sentido.

Quanto custa o microagulhamento para acabar com as estrias?

Cada sessão de microagulhamento custa entre R$250,00 e R$750,00.

O microagulhamento em estrias funciona?

A melhora é discreta, mas pode funcionar tanto nas recentes, avermelhadas, quanto nas antigas, as brancas.

Esse tratamento estético tem potencial para diminuir o comprimento e largura das estrias.

O dermaroller é contraindicado para mulheres:

  • Grávidas
  • Com feridas
  • Com câncer
  • Com quelóide
  • Que tomam remédio anticoagulante

Boa notícia: O microagulhamento é aprovado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Você já pensou em fazer uma Cirurgia Plástica?

6 – Micropuntura

Micropuntura nas estrias é um tipo de camuflagem feita sem pigmentos de tinta. Esse procedimento estético age estimulando a produção de colágeno e elastina por meio de um fluído que é aplicado direto nas estrias brancas ou vermelhas.

micropuntura estrias

Promove elasticidade e hidratação na pele.

Essa técnica, que também é conhecida pelo nome de Dermopuntura, reduz a profundidade das marcas na pele e devolve sua cor natural.

Qual é a diferença entre Micropuntura e Microagulhamento?

Essas duas técnicas são muito parecidas, mas a Micropuntura é feita com um dermógrafo e é indicada para tratar áreas pontuais com estrias.

Já o Microagulhamento é feito com o Dermaroller ou Dermapen e é indicado para áreas mais extensas.

Além de esconder estrias, a micropuntura promete trazer bons resultados para:

  • Rugas
  • Cicatrizes
  • Poros abertos
  • Manchas na pele

Como é feito o tratamento com micropuntura de estrias?

Com um dermógrafo de uma ponta bem fina, faz-se furinhos na estria estimulando-a isoladamente.

As sessões duram cerca de 1 hora e, geralmente, é necessário uma média de 5 encontros para atingir resultados satisfatórios.

O intervalo entre cada sessão deve ser de 15 a 30 dias.

A micropuntura não é um procedimento permanente. É necessário fazer um retoque entre 2 e 3 anos.

Qual é o valor da micropuntura para estrias?

A sessão de micropuntura para as marquinhas na pele custa entre R$120,00 e R$400,00.

Micropuntura nas estrias funciona?

micropuntura é considerada por muitos o melhor procedimento estético para acabar com estrias. É muito efetiva para as tirinhas finas e consegue melhorar a aparência das grossas. Porém, o resultado depende da quantidade de colágeno produzida pelo corpo.

Então, quanto mais jovem a mulher for, melhor será o resultado.

Já que a juventude é a época em que o corpo produz mais colágeno.

A Malu gostaria de ter descoberto isso enquanto estava no ritmo de testar procedimentos estéticos.

Mas sua jornada a levou por outros caminhos.

7 – Eletrolifting

eletrolifting para estrias é uma técnica na qual se utiliza um aparelho no formato de caneta que produz estímulos elétricos por meio da corrente galvânica. Essa técnica é capaz de corrigir a flacidez da pele e é indicada para esconder estrias, rugas e marcas de expressão.

eletrolifting estrias

Estimular a produção de fibras e preencher danos na pele recorrendo a eletricidade, é a função do eletrolifting.

Assim, ele aumenta o colágeno, a circulação e a nutrição da área tratada.

Como é feito o eletrolifting nas estrias?

Utiliza-se um aparelho em forma de caneta com uma agulha na ponta que gera corrente elétrica. Então, são realizados movimentos contínuos de vai e vem nas estrias.

As sessões duram cerca de 45 minutos, dependendo da área a ser trabalhada.

Geralmente, é necessário uma média de 10 sessões para resultados mais visíveis.

E o intervalo de cada sessão deve ser de 10 a 20 dias.

Quanto custa a sessão de eletrolifting nas estrias?

Cada sessão de eletrolifting custa em média de R$ 40,00 a R$120,00.

O eletrolifting nas estrias funciona?

O resultado do eletrolifting é discreto e não é a primeira indicação de especialistas para acabar com estrias. Pois não é muito eficaz.

Pode melhorar a aparência da pele como um todo, mas está longe de ser uma solução para as marquinhas na pele.

8 – Laser co2 fracionado

O laser co2 fracionado para estrias age provocando uma queimadura na derme, que após cicatrizar induz a produção de colágeno. Esse procedimento estético atinge a camada superficial da pele, portanto não há riscos.

laser co2 fracionado estrias

É indicado tanto para remediar estrias brancas quanto as vermelhas. Mas para cada uma delas espera-se um resultado diferente…

Entre os seus benefícios estão o rejuvenescimento da pele, a melhora na aparência de rugascicatrizes cirúrgicasmanchas e queloides.

É recomendado que esse procedimento estético seja realizado por um Cirurgião Plástico ou Dermatologista.

Qual é a diferença entre laser co2 fracionado e laser co2 para estrias? 

tratamento com laser co2 tem uma recuperação mais lenta e a chance da paciente ficar com manchas na pele é ALTA. Já o laser co2 fracionado atinge a pele em áreas menores e mais profundamente. Isso acontece porque no laser fracionado, há um raio único que se divide em inúmeros microraios. 

Como é feita a remoção de estrias a laser?

É aplicado um creme anestésico 30 minutos antes do procedimento começar.

A paciente recebe o equipamento para proteger os olhos e o profissional começa a disparar o laser na parte do corpo com estrias.

Normalmente, são necessárias muitas sessões para resultados satisfatórios.

E cada sessão dura cerca de 35 minutos. O tempo entre cada uma delas varia de acordo com o consultório médico, mas a média é de 20 a 40 dias.

Após a sessão, o especialista costuma recomendar cuidados para a pele tratada. Como o uso de cremes específicos.

O tratamento estético com laser fracionado NÃO é permanente e é recomendado o acompanhamento médico. 

Qual é o valor do laser co2 para estrias?

O valor depende da extensão da área a ser tratada. Em média, cada sessão custa entre R$750,00 e R$2.553,00.

Laser fracionado nas estrias funciona?

O laser fracionado é um dos tratamentos para acabar com estrias que vale a pena. As marquinhas vermelhas ficam praticamente imperceptíveis por conta da renovação da pele.

E as brancas têm a largura e comprimento reduzido. A cor fica mais próxima do tom de pele.

Após o fracasso com o ácido retinóico, esse foi outro procedimento estético que a Malu testou. Afinal, não usava nenhuma agulha rs.

E, dessa vez, a publicitária fez tudo certinho.

Procurou uma clínica estética, conversou com um profissional e seguiu todas as recomendações.

Malu conseguiu disfarçar as estrias brancas na coxa. Não haviam sumido. Mas a cor da sua pele já estava mais uniforme.

Já as da bunda eram outra história.

A melhora foi beeem discreta. Porque essas eram profundas e mais difíceis de tirar.

Sua dúvida era: “vale a pena encarar outro tratamento estético?”

Apesar de suas dúvidas, estava feliz pela sua conquista.

A dor havia sido suportável e estava ansiosa por usar algo que não fosse calça rs.

9 – Carboxiterapia

A carboxiterapia para estrias é uma injeção de CO2 inserida diretamente na pele para promover um processo inflamatório. Essa inflamação vai estimular a produção de colágeno e elastina. Assim, melhora a elasticidade e firmeza da região estriada.

carboxiterapia estrias

A aplicação da carboxiterapia é indicada para acabar com as estriasceluliteolheiras e gordura localizada.

Mas cuidado! A aplicação incorreta da carboxiterapia pode causar graves problemas de saúde como:

  • Embolia pulmonar
  • Derrame cerebral (AVC)

Então, sempre procure por um profissional responsável e experiente antes de realizar esse procedimento.

Como age a carboxiterapia nas estrias?

Uma agulha fina é inserida em um cilindro de gás carbônico medicinal e em seguida é aplicada dentro da estria.

Essa ação gera o descolamento da pele responsável pela inflamação estimuladora de colágeno.

Como não é utilizado nenhum tipo de anestésico as pacientes costumam sentir dor.

Geralmente, a recomendação é de 5 a 10 sessões para ver os resultados. O tempo médio de cada sessão é de 30 min.

Quanto custa a carboxiterapia em estrias?

A sessão de carboxiterapia nas estrias custa entre R$150,00 e R$900,00.

A carboxiterapia para estrias funciona?

O antes depois da carboxiterapia é bem limitado. Não funciona para acabar com estrias brancas, mas pode amenizar as vermelhas ou roxas. O recomendado é procurar esse procedimento estético logo que as marquinhas aparecerem.

10 – Peeling de diamante

peeling de diamante para estriastambém chamado de microdermoabrasão é um tratamento estético que promove a esfoliação na pele estriada. Assim, induz a produção de colágeno e remove células mortas favorecendo a renovação da pele.

peeling diamante estrias

Esse procedimento estético também é indicado para acnemanchas e rugas.

Pode ser feito em qualquer parte do corpo marcada, como seios, coxa, joelho e barriga.

Como é feito o peeling de diamante nas estrias?

É feita a limpeza da pele e logo em seguida o lixamento da pele com um aparelho que possui um diamante na sua ponteira. São realizados movimentos circulareshorizontais e na vertical. E a pele pode ser esticada para toda a região ser tratada.

No final da sessão, a derme pode descamar e ficar avermelhada. Nesse caso, o especialista vai recomendar cremes hidratantes para aliviar os sintomas.

peeling feito nas estrias precisa ser mais intenso, por isso pode haver desconforto e dor leve.

As sessões costumam durar 35 minutos e para as marquinhas na pele, são recomendadas em média 7 sessões.

Qual é o valor de um peeling para estrias?

O valor de cada sessão varia entre R$65,00 e R$320,00.

O peeling para estrias funciona?

peeling de diamante é mais indicado para clarear estrias novas. No caso das brancas, as mais antigas, os resultados são discretos.

Pode ser que o tamanho das marquinhas brancas diminua. A aparência da pele melhora como um todo.

11 – Radiofrequência

A radiofrequência é um procedimento estético para estrias que aumenta a temperatura da pele estriada em até 41°, acelerando a movimentação das fibras de colágeno.

radiofrequencia estrias

Desse modo, favorece a produção de elastina e induz a sustentação da pele.

Ou seja, é estimulado o aumento do colágeno por meio da alta temperatura.

Além do tratamento para acabar com estrias, a radiofrequência é indicada para:

  • Pele flácida
  • Celulites
  • Acne
  • Rugas

Como é feita a radiofrequência nas estrias?

É feita a limpeza na região do corpo com marquinhas, em seguida a vaselina é aplicada.

Em seguida, com o aparelho de alta frequência posicionado por cima da pele, os disparos de radiofrequência são feitos.

São recomendadas de 5 a 10 sessões para acabar com estrias, cada sessão dura cerca de 25 minutos. O intervalo médio entre cada encontro é de 15 a 20 dias.

Quanto custa um tratamento de radiofrequência para estrias?

O valor médio de cada sessão custa entre R$170,00 e R$850,00.

Radiofrequência nas estrias funciona?

O resultado da radiofrequência é mínimo. Mulheres com muitas marcas na pele dificilmente ficarão satisfeitas.

A Malu até pensou em fazer uma radiofrequência para as marquinhas na bunda, mas viu que pelo valor pago e o desgaste psicológico, não valia a pena!

12 – Luz pulsada

luz intensa pulsada para estrias é um tratamento que emite feixes de luz policromáticas induzindo o corpo a produzir colágeno.

luz pulsada estrias

Assim como na radiofrequência, é por meio da alta temperatura que o colágeno é produzido na pele marcada.

Além de esconder estrias, a luz pulsada é indicada para:

  • Remover pelos
  • Diminuir rugas
  • Alivia a rosácea
  • Clarear manchas na pele
  • Disfarçar olheiras

Como é feito o tratamento de luz pulsada nas estrias?

Após a limpeza da pele, posiciona-se o aparelho próximo da região marcada e são feitos os disparos dos feixes de luz.

É comum que a paciente sinta dor e desconforto e, nesses casos, pode ser aplicado um anestésico.

As sessões duram cerca de 40 minutos. Para remediar estrias, é necessário uma média de 5 sessões.

O intervalo entre cada consulta deve ser entre 20 e 30 dias.

Quanto custa uma sessão de luz pulsada para estrias?

As sessões de luz pulsada em estrias custam entre R$230,00 e R$600,00.

luz pulsada para estrias funciona?

O procedimento estético com luz pulsada funciona nas estrias novas. Mas o resultado pode ser discreto.Para estimular o efeito desse tratamento, é recomendado complementá-lo com ácidos como o glicólico.

Como acabar com estrias: tratamento definitivo existe ou não?

como disfarçar estrias
E aí? Qual é a sua opinião sobre acabar com estrias?

Da última vez que ouvimos falar da Malu, ela não sabia o que fazer.

Tentava outro procedimento estético ou não? Eis a questão!

Nessa busca por acabar com as estrias, a Malu aprendeu algumas coisas:

  1. Procedimentos estéticos para estrias têm um resultado BEM melhor do que tratamentos caseiros;
  2. Porém, não funcionam para tirar estrias;
  3. O custo final é muito elevado, dói, e pode não valer a pena;
  4. Em nenhuma hipótese faça qualquer tipo de tratamento sem indicação médica;

Agora, vamos relembrar essa jornada?

A publicitária tentou acabar com estrias com cremes e receitas caseiros: não deu certo!

Testou o ácido retinóico e teve resultados ruins.

Com as sessões de micropuntura, teve resultados até que satisfatórios nas pernas.

Mas não removeu suas marquinhas efetivamente

Conheça o destino da Malu!

Após um período de muita reflexão com sua terapeuta, a Malu escolheu desistir de tirar suas linhas da pele.

Ela havia tido melhora na coxa e aprendeu a se prevenir.

Sentiu que era o momento de aceitar seu corpo com suas imperfeições.

Sem cobranças.

Foi o início de uma jornada de amor próprio e aceitação que viveria pelo resto de sua vida. ❤️

Ela até ouviu falar de uma tal de cirurgia plástica para acabar com estrias brancas.

Que era indicada para as marquinhas abaixo do umbigo e remoção da flacidez do abdômen. Não era o seu caso…

Malu contou para sua irmã mais velha, a Felícia. Que amou a ideia! Pois era mãe há 3 anos e o resultado foi uma barriga flácida cheia de estrias.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
05/04 2021
Plásticas
1 Comentário

Barriga flácida

Quando a Francisca soube que o melhor tratamento para flacidez na barriga era a cirurgia plástica, ela confessou que ficou desmotivada.

Porque, para ser sincera, essa era a sua última alternativa!

Ela tinha medo de procedimentos cirúrgicos, por serem invasivos e ainda ter que passar pelo pós-operatório.

Mas à medida que pesquisava sobre a cirurgia na barriga, encontrava histórias incríveis que a motivava!

E foi se convencendo de que a cirurgia plástica parecia ser uma boa opção.

Porém, como ela ia arcar com o preço do procedimento?

Ao ver a transformação de várias meninas na internet, ela se questionou: se aquelas mulheres conseguiram, eu também posso!

Hoje, Francisca afirma: “Foi a melhor decisão da minha vida! Não me arrependo de ter realizado esse sonho. Encontrei uma clínica que me acompanhou durante todas as etapas. Me deixou segura e me trouxe as maiores alegrias.”

Como escolher um cirurgião para tirar flacidez da barriga

tratamento para flacidez na barriga
Escolha um excelente cirurgião plástico para acabar com a flacidez na sua barriga!

Mais do que todas as dicas e informações que apresentamos nesse artigo, você precisa avaliar apenas uma coisa: qual procedimento vai eliminar de uma vez por todas a flacidez na barriga?

Se a sua escolha for a cirurgia plástica, então você precisa saber que para o procedimento ser um sucesso, primeiro será necessário escolher um cirurgião experiente e uma clínica de cirurgia plástica responsável.

Somente assim você poderá ter um antes e depois da abdominoplastia sem surpresas desagradáveis.

Portanto, preste atenção na escolha do profissional que fará o procedimento em você.

O cirurgião plástico é o responsável por indicar as melhores técnicas para alcançar o que você tanto deseja: uma barriga lisinha.

No entanto, nem todo médico é experiente para realizar tal procedimento. Por isso é importante que você escolha apenas por cirurgiões certificados pela SBCP.

Em seguida, agende uma consulta para ter uma ideia da abordagem do cirurgião. E converse com pacientes que já fizeram a abdominoplastia.

Outro ponto importante: na consulta de avalição o médico vai ressaltar que para realizar esse tipo de procedimento, o ideal é que as mulheres já tenham passado por gestações e não planejem novas no futuro.

Essa orientação é passada para que a paciente tenha ciência do risco de perda parcial ou total do resultado adquirido com a cirurgia, caso ela volte a engravidar.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
19/03 2021
Plásticas
0 Comentários

Cirurgia de abdominoplastia: quando fazer?

A abdominoplastia é um procedimento cirúrgico indicado para retirar a pele flácida em excesso no abdômen. Essa cirurgia remove a frouxidão na pele, depósitos de gordura e marcas de distensão (inchaço) localizada na barriga.

Na sua consulta, o médico vai te explicar o local da cicatriz e como será feita a abdominoplastia.

Tudo isso a fim de restabelecer a aparência firme e plana da região abdominal, que não responde a dieta e rotina de atividades físicas.

Ou seja, você pode até emagrecer, mas fica a flacidez na pele, pois o abdômen assume um tamanho desproporcional em relação ao restante do organismo.

Vale a pena dizer que a cirurgia plástica de abdominoplastia é uma das mais procuradas aqui na Clínica Dream Plastic.

Como é feita a cirurgia de abdominoplastia?

A abdominoplastia é feita por um cirurgião plástico especializado e com o título da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica). O passo a passo consiste em primeiro passar numa consulta com o médico, que indicará alguns exames para checar o seu estado de saúde. Mas vamos te falar os os demais passos da cirurgia!

Como é feita a cirurgia de abdominoplastia
Aqui estão as principais informações sobre a cirurgia de abdominoplastia.

Estando tudo certo, você já poderá marcar a data da sua cirurgia plástica.

Lembrando que as cirurgias de abdominoplastia devem ser realizadas apenas em hospitais reconhecidos e experientes neste tipo de procedimento.

Antes de iniciar a cirurgia de abdômen, a área ainda é limpa e as linhas de incisão são desenhadas. Depois a equipe médica segue o seguinte passo a passo:

  1. O Cirurgião faz incisões acima da região pubiana em forma de semicírculo.
  1. A pele e a camada de gordura sobre o abdômen são separadas e o tecido é descolado em direção à caixa torácica, expondo os músculos abdominais.
  1. Caso os músculos abdominais estejam afastados, o cirurgião vai suturá-los para criar uma parede abdominal plana e firme.
  1. O cirurgião estica a pele e a gordura descolada sobre a parede abdominal. O umbigo permanece intacto e, ao ser coberto por esta camada de pele, o cirurgião faz uma pequena incisão para deixar o umbigo visível novamente.
  1. A pele e a gordura que sobram são removidas. As incisões são suturadas e aplicam-se curativos e bandagens.
  1. Para evitar a formação de líquido durante o processo de cicatrização, são colocados drenos no abdome, que permanecem no local por 2 ou 3 semanas.

Qual anestesia é usada para abdominoplastia?

Na abdominoplastia será usada a anestesia peridural com sedação ou a geral. Aqui na Dream Plastic nós evitamos usar um tipo de anestesia para abdominoplastia que seja mais invasiva. Como é o caso da anestesia geral que necessita de intubação e pode gerar mais riscos para a paciente.

A nossa equipe de anestesistas são muito experientes em Cirurgia Plástica e já atuam nesse segmento há mais de 15 anos.

Por isso sabemos que técnicas anestésicas mais invasivas podem aumentar o tempo de recuperação durante o pós-operatório. Além de proporcionar maior desconforto e dor para a paciente.

Já a anestesia peridural oferece mais benefícios à paciente, pois permite uma recuperação tranquila e ainda contribui na prevenção de tromboses. Por outro lado, exige um anestesista mais experiente.

Com base nessas informações, então o que define a escolhe pelo anestésico ideal?

Está muito relacionada com a experiência do médico anestesiologista. Isto porque a peridural exige uma técnica de aplicação mais apurada.

Assim como conhecimento e prática que apenas um anestesista especializado em cirurgia plástica tem.

Quanto tempo dura abdominoplastia?

O tempo cirúrgico da abdominoplastia dura em média 3 horas, mas pode chegar até 5 horas. Essa variação de quantas horas demora uma cirurgia na barriga é baseada na quantidade de pele que deverá ser retirada.

Os fatores que contribuem para a duração do procedimento cirúrgico incluem:

  • A quantidade de pele em excesso que precisa ser removida.
  • A necessidade de incluir procedimentos adicionais.
  • E se os músculos abdominais precisam ser reparados.

Então, a sua cirurgia pode demorar mais caso precise fazer uma lipoaspiração primeiro para remover o excesso de gordura.

A técnica para corrigir diástase abdominal

corrigir diástase abdominal
A abdominoplastia consegue corrigir a diástase abdominal, que é a separação dos músculos retos abdominais.

Bom, todas as mulheres sabem o quanto uma gravidez pode ser transformadora.

E, isso é extremamente normal! Pois, pensa que o corpo precisa de espaço para o desenvolvimento e o crescimento do feto.

Em toda a gestação, o corpo sofre alterações e o resultado pode ser músculos abdominais mais separados ou levemente enfraquecidos.

Mas depois do parto, espera-se que tudo volte ao normal, não é mesmo?

Porém, não é bem assim!

Pode acontecer de a mulher se ver com o estômago inchado, como se ainda estivesse grávida. Essa é uma característica da diástase do reto abdominal, que está além do seu controle. Mas, não se preocupe, porque há uma solução!

Você sabia que a abdominoplastia corrige diástase?

Quando o médico faz a plicatura do músculo abdominal, ou seja, ele costura os músculos. Isso corrige o afastamento vertical entre eles, melhorando aquela separação que visivelmente nota-se na barriga.

Mas essa correção não é apenas uma questão de estética, se a diástase não for devidamente tratada, pode causar dores fortes e dificuldade de locomoção.

Embora seja mais comum ver gestantes com diástase, também pode acontecer em pessoas com obesidade e sedentarismo.

Converse com outras pacientes que já fizeram a Cirurgia Plástica na barriga. Clique no botão abaixo e aproveite para conferir os depoimentos e resultados de várias mulheres!

Conheça os 5 tipos de abdominoplastia

Os tipos de abdominoplastia são indicados de acordo com a localização e a quantidade de pele flácida presente no corpo da paciente. Conheça as opções existentes:

  • Abdominoplastia Clássica
  • Abdominoplastia em Âncora
  • Mini Abdominoplastia
  • Abdominoplastia Reversa
  • Abdominoplastia Circunferencial

Embora a mais comum seja a opção com a cicatriz próxima aos pelos pubianos.

Algumas pacientes se deparam com outras cicatrizes, porém todas são feitas com o intuito de torná-las o mais discreta possível.

A seguir, você vai entender as principais diferenças entre as técnicas para tirar flacidez do abdômen e quando elas são indicadas!

Abdominoplastia Clássica

Esta é a técnica mais indicada e feita nas pacientes da Dream Plastic.

A incisão fica localizada na horizontal, com a extensão de uma ponta a outra do quadril. No entanto, o cirurgião plástico tem o cuidado de posicioná-la em uma região que possa ser facilmente escondida pelas roupas íntimas ou biquínis.

Dessa forma, você não precisará se preocupar com outras pessoas vendo sua cicatriz, ao usar certos tipos de roupas.

Os BENEFÍCIOS da técnica clássica são:

  • Retirada da pele e gordura em excesso
  • As estrias abaixo do umbigo serão removidas
  • Haverá uma cicatriz ao redor do umbigo

Abdominoplastia em Âncora

Esta técnica segue os mesmos princípios da cirurgia clássica.

Porém, a cicatriz será diferente, tendo um formato maior, a fim de retirar grande volume de pele sobrando. Não apenas na parte inferior (horizontalmente), mas também verticalmente.

Claro que a indicação para esse tipo de procedimento é restrito a um grupo de pessoas que perdeu MUITO peso! Geralmente aqueles que fizeram redução de estômago (pós-bariátrica). Ou, ainda, quem se submeteu a uma rígida dieta e intensos exercícios.

Só quem tem tecido flácido em grandes quantidades sabe o quanto isso pode ser desconfortável.

Já que o acúmulo de suor em determinadas regiões, pode causar assaduras, deixar resíduos e criar bactérias e fungos. Além do mau cheiro, candidíase e outras infecções.

Os BENEFÍCIOS da Abdominoplastia em Âncora são:

  • Retirada verticalmente e horizontalmente de pele em excesso
  • Remoção de grande quantidade de pele flácida e estrias
  • Cirurgia reparadora que ajuda na saúde, bem-estar e higiene do paciente

Mini Abdominoplastia

Esta técnica é indicada para quem tem bem POUCA pele flácida.

Quer dizer então, que é ideal para as mulheres que estão dentro do peso ideal. Mas com uma quantidade mínima de flacidez muscular, localizada abaixo do umbigo.

Outro ponto é que não será necessário fazer a costura dos músculos, pois não há diástase do reto abdominal.

Então, será feita uma cicatriz com extensão e localização parecida com a da cesariana.

Os BENEFÍCIOS da Mini Abdominoplastia são:

  • Preservar o umbigo da paciente, sem mexer em sua localização
  • Não terá uma cicatriz ao redor do umbigo
  • Cicatriz é menor e fica ainda mais escondida em trajes íntimos

Abdominoplastia Reversa

Esta é uma técnica rara e dificilmente será indicada, pois a cicatriz fica localizada em outra região.

Diferente da Abdominoplastia clássica, em que a incisão é feita acima dos pelos pubianos, na abdominoplastia reversa ou invertida a cicatriz fica escondida abaixo das mamas.

Embora seja pouco utilizada, a cicatriz reversa é indicada especialmente para pacientes com muita pele flácida acima do umbigo. Ou seja, no abdômen superior e não no inferior, como é o caso da cirurgia de abdominoplastia tradicional.

A vantagem pode ser ainda maior, caso a paciente queira fazer uma cirurgia nas mamas. Pois, desse modo, poderá ser aproveitada a mesma incisão.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica indica esta técnica para pacientes que querem evitar a cicatriz vertical na barriga.

“A abdominoplastia reversa estendida, combinada ou não a outras cirurgias compatíveis, em um único tempo operatório, é um procedimento viável e seguro. O procedimento dispensa a necessidade de utilização de outras técnicas tipo em âncora ou ainda outro procedimento que determine uma segunda cicatriz transversal baixa no púbis, para tratamento estético do hipogástrio.”

Abdominoplastia Circunferencial

Nesta técnica a cicatriz é bem maior, por isso é pouco indicada, além de ser uma cirurgia reparadora. Ou seja, é um procedimento realizado em pessoas que têm uma excessiva quantidade de pele.

Então, há excessos de tecidos no abdômen, flancos e costas. Por isso, a cicatriz faz um desenho circunferencial, começando próxima a região pubiana e contornando todo o quadril, passando pelas costas.

Claramente que esse procedimento é indicado para pacientes que passaram por uma intensa perda de peso. Na maioria dos casos devido à cirurgia bariátrica.

Essa cirurgia também pode ser conhecida como torsoplastia. Que retira a pele flácida e a gordura da região das costas e do quadril. E, consequentemente, ela consegue dar uma levantadinha no bumbum.

Tudo sobre a abdominoplastia e as principais dúvidas

Imagine você indo para uma viagem, num país desconhecido, sem ao menos ter pesquisado informações sobre os melhores pontos turísticos. Ou, ainda, sem saber sobre sua cultura, comidas típicas e atrações especiais.

Claro que as chances de acontecer alguma coisa desagradável são maiores. Concorda?

O correto é sempre estar preparado, assim também deve ser feito com a Cirurgia Plástica. Afinal, é um procedimento totalmente desconhecido para você.

Portanto, quanto mais você souber sobre uma cirurgia de abdominoplastia, mais preparado você estará para a etapa de recuperação.

Se você ainda não tem certeza de quais perguntas deseja fazer para o seu cirurgião, não se preocupe! Separemos as principais dúvidas, veja a seguir:

Na abdominoplastia é retirada gordura?

Na abdominoplastia é retirada a gordura próxima da pele flácida que está sendo eliminada. Ou seja, aquele acúmulo significativo de gordura presente acima e ao redor do umbigo.

Já a gordura localizada nas laterais, culotes e flancos poderão ser removidas apenas com a Lipoaspiração. Assim como a de outros locais próximos. A combinação dessas duas cirurgias pode ser conhecida como lipoabdominoplastia.

Vale dizer que o objetivo da cirurgia de Lipoaspiração é apenas o de remover a gordura. Sendo assim, ela não consegue retirar a pele flácida ou fazer a plicatura do músculo abdominal.

Para deixar a barriga lisinha será preciso optar também pela a abdominoplastia.

É por isso que a abdominoplastia com lipo pode ser indicada nesses casos.

Especialmente, quando a paciente busca por uma harmonização corporal, além de querer deixar as curvas mais acentuadas.

Então, só para deixar claro: o que é retirado na abdominoplastia?

  • A gordura localizada acima ou ao redor do umbigo
  • Todo o excesso de pele e de flacidez presente na barriga
  • A diástase por meio da plicatura do músculo abdominal

O músculo pode afrouxar depois da abdominoplastia?

abdominoplastia músculo pode afrouxar
Algumas mulheres acreditam que a barriga continua inchada, mesmo após a abdominoplastia. Isso é possível?

A plicatura é feita com fios que não são absorvíveis pelo organismo. Portanto, isso significa que os pontos vão permanecer fortes, mesmo com o passar dos anos.

Já que os pontos internos são inseridos estrategicamente nos músculos do estômago. Desde o osso púbico até às costelas, na posição vertical.

A técnica é tão bem feita que os músculos permanecem contraídos. Sendo assim, a barriga não fica saliente, mas com o aspecto totalmente liso.

Portanto, se a paciente cuidar de seu resultado após a cirurgia, o músculo NÃO vai afrouxar! Ou seja, você deve…

  • Manter o mesmo peso
  • Continuar com uma rotina de exercícios físicos
  • Evitar passar por novas gestações

Agora, caso seja feito o oposto, então você perderá a sua barriga chapada!

Claro, nós já vimos pacientes perderem o resultado alcançado com a abdominoplastia.

E isso é muito triste!

Alguns casos de ganho excessivo de peso ou de gravidez, outras que sofreram excesso de força ou trauma no local. E, lógico, a consequência esperada é uma ruptura na linha de sutura.

Mas, repito: é muito raro de acontecer!

Precisa emagrecer antes da abdominoplastia ?

abdominoplastia acima do peso
Muitas mulheres se perguntam se é possível fazer abdominoplastia acima do peso. Ou se essa cirurgia serve para emagrecer.

SIM, precisa emagrecer antes da abdominoplastia!

A abdominoplastia não deve ser considerada como tratamento de obesidade ou uma substituição de dietas e de exercícios físicos. Ao se candidatar para a cirurgia plástica, você precisa estar saudável.

Bom, se você é uma daquelas pessoas que acredita na perda de alguns quilinhos após a cirurgia plástica na barriga. E vive se questionando: abdominoplastia emagrece quantos quilos?

Saiba que esse não é o intuito do procedimento cirúrgico no abdômen!

E, qual o peso ideal para fazer abdominoplastia?

O peso ideal para fazer abdominoplastia deve ser conferido a partir do cálculo do IMC, sendo que a paciente precisa estar na categoria saudável. Ou seja, o resultado do índice de massa corpórea deve ser entre 18,5 a 24,9, ou pelo menos, levemente acima disso. Para calcular é simples, basta seguir a seguinte formula: IMC = massa ÷ (altura x altura).

Portanto, a principal recomendação é: se você tem interesse em perder peso, faça isso antes da cirurgia. Para evitar o aparecimento de tecido flácido novamente.

Mas então não será possível fazer abdominoplastia acima do peso?

Depende do caso o médico pode operar. Por isso é importante fazer o acompanhamento pré-cirúrgico com um cirurgião plástico especialista e bem experiente.

Na consulta presencial, ele será capaz de analisar e dizer com quantos quilos pode fazer abdominoplastia. E, além disso, se você precisará emagrecer antes da cirurgia. Porque dependendo do caso, o resultado estético não ficará bom.

Mas você não quer ver o seu sonho cair por água abaixo, né?

Então, siga todas as recomendações do médico e tenha em mente que a finalidade da cirurgia é a retirada de pele flácida e não a perda de peso.

Serão removidas as estrias na abdominoplastia?

DEPENDE! É possível eliminar as estrias da parte inferior do abdômen. Na verdade, esta é uma consequência, pois ao cortar o excesso de pele, as estrias existentes ali também serão eliminadas.

Geralmente, as estrias que nascem na barriga são devido ao processo de gravidez ou ganho excessivo de peso. Já que a pele estica, destruindo as fibras elásticas e os colágenos presentes na pele. Formando essas temidas linhas!

A abdominoplastia serve como tratamento para estrias. Desde que essas marcas estejam dentro da área de pele que será removida, pois sairá junto no processo de retirada de flacidez.

Por exemplo, se você for fazer uma miniabdominoplastia, serão removidas um número menor de estrias. E permanecerão aquelas que estiverem fora da área de corte.

A abdominoplastia dificulta uma futura gravidez?

cirurgia de abdominoplastia e gravidez
Será que a cirurgia de abdominoplastia dificulta uma futura gravidez?

A gravidez após a abdominoplastia, em geral, não é um problema. Somente na questão estética. Pois, há grandes chances de você perder o resultado.

Mas caso você deseje ter filhos depois da cirurgia na barriga, saiba que ela não afeta em nada a sua saúde ou a do bebê.

Claro que o mais recomendado é que a gestação aconteça antes de você pensar em fazer a abdominoplastia. Porém, sabemos que imprevistos acontecem e que os planos podem mudar!

Entretanto, seis meses depois do fim da amamentação, já é possível pensar em fazer uma nova cirurgia plástica no abdômen. Portanto, tire a ideia da sua cabeça de que você pode fazer uma abdominoplastia logo após o parto, ok?

Já que o corpo precisa de um tempo para se recuperar! Por isso os médicos recomendam que seja respeitado o período de seis meses após o fim da amamentação.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
12/03 2021
Topo