Plásticas
0 Comentários

Lipoaspiração pubiana

O que é lipoaspiração pubiana?

A lipo no monte pubiano feminino é uma cirurgia plástica para eliminar o excesso de gordura subcutânea da vagina. Nela, a gordura é removida e a vulva fica com menos volume, sem causar incômodo ao usar certos tipos de roupa.

A lipo pubiana é o único método efetivo para remover a gordura da região íntima.

Para quem é indicada a lipo na vagina?

A lipo vaginal é indicada para mulheres acima de 18 anos de idade que se incomodam com a gordura subcutânea na região íntima.

A cirurgia pode ser feita por pacientes magras ou acima do peso. Mas é necessário passar em consulta para o cirurgião avaliar o estado de saúde.

Geralmente, as pacientes de lipo no monte de vênus são mulheres que até estão satisfeitas com seus corpos.

O que realmente incomoda

é o volume de gordura na vagina.

As motivações para realizar a cirurgia podem ser diferentes, mas MUITAS situações são comuns entre as pacientes de lipoaspiração pubiana.

Responda com “Sim” ou “Não” e veja se você se identifica:

  • Evita biquínis, jeans skinny e leggings
  • Se sente inferior nas relações íntimas
  • Usa blusas compridas para cobrir a região
  • Está com a autoestima baixa e se sente insegura
  • Já ouviu coisas como “capô de fusca” e “bola de tênis”
  • Não consegue se concentrar na hora H, preocupada com a opinião do seu companheiro

Você respondeu “Sim” para a maioria das perguntas?

Essa é uma excelente indicação de que a cirurgia para reduzir o volume do monte pubiano é a solução que você precisa! Isso para voltar a viver de bem com a vida e dar adeus a cada uma dessas situações.

Como é feita a lipo no monte de vênus?

Na lipoaspiração pubiana, são feitas marcações na região do monte de vênus e a aplicação da anestesia. Em seguida, o soro é inserido por meio de uma cânula para amolecer a gordura. Depois, outras cânulas são postas para aspirar a saliência da vagina.

O passo a passo da cirurgia de lipo pubiana!

É uma cirurgia simples e pouco invasiva, com cerca de 40 minutos de duração. A alta costuma acontecer no mesmo dia, mas a cirurgia só deve ser realizada em ambiente hospitalar.

anestesia utilizada por cirurgiões experientes em cirurgia plástica é a peridural com sedação ou raquidiana.

É totalmente desnecessário utilizar a anestesia geral, até porque ela aumenta os riscos de trombose.

Cicatriz da lipoaspiração da região pubiana

A cicatriz da lipo do monte de vênus é bem discreta e facilmente escondida sob calcinhas e biquínis. Com menos de 1cm de comprimento.

Lipo vaginal e o pós-operatório

A recuperação da lipo no monte pubiano é extremamente tranquila quando comparada com o pós-operatório da lipoaspiração tradicional.

Após a cirurgia, podem surgir manchas roxas e inchaço na região. Que costumam desaparecer nas primeiras 2 semanas.

sensibilidade pode ser afetada, mas também é algo passageiro.

Se o seu trabalho não exigir esforço físico, você poderá retornar no dia seguinte.

O ponto principal no pós de lipoaspiração vaginal são as relações sexuais.

As quais devem ser evitadas até a vulva desinchar completamente e a cicatrização finalizar. Isso leva cerca de 3 semanas.

Em relação às atividades físicas, você poderá retornar após mais ou menos 3 semanas também.

Esse tempo é apenas uma referência, cada caso deve ser analisado com o cirurgião.

Com a recuperação terminada, você estará pronta para curtir uma vida sem constrangimentos e muito mais feliz.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
18/10 2021
Plásticas
0 Comentários

Gravidez após Abdominoplastia

Quem faz abdominoplastia pode engravidar?

De forma geral, quem faz abdominoplastia pode engravidar, sim! Isso porque os músculos retos abdominais, que foram “amarrados”, tendem a ceder conforme o útero aumenta. Porém, é bem possível que o resultado da cirurgia plástica seja perdido. Além disso, alguns casos de gravidez após abdominoplastia podem oferecer riscos à mãe e ao bebê. Conforme iremos explicar melhor.

Na maioria dos casos não há problema nenhum em engravidar depois da Abdominoplastia.

Quem fez abdominoplastia pode engravidar, isso é um fato! Porém, o ideal é fazer a abdominoplastia após o parto. Principalmente, se você pretende engravidar num curto espaço de tempo, por exemplo, até o próximo ano.

O problema mais comum de ficar grávida com abdominoplastia é que o resultado conquistado pode ser todo perdido. Pois há grandes chances de a mulher voltar a ter flacidez de pele e até diástase, ou seja, a separação do músculo reto abdominal.

Riscos da Gravidez após Abdominoplastia

Normalmente, não há riscos na gravidez após Abdominoplastia, a não ser a de perder o resultado. Porém, há uma combinação de situações que pode oferecer risco à gestação. Essa exceção se dá quando a plicatura abdominal é feita de forma muito intensa e o bebê tem um crescimento acentuado.

abdominoplastia gravidez
Na Abdominoplastia esse músculo abdominal é amarrado e tende a romper conforme o bebê cresce dentro do útero.

Gestações com bebês grandes, geralmente, estão relacionadas às mulheres que têm ou desenvolvem diabete gestacional.  Nesses casos, o bebê pode pesar até 5 kg.

Logo, esse tamanho exagerado exige uma expansão maior do útero e, consequentemente, da barriga, fazendo com que a plicatura abdominal rompa.

Porém, quando a amarração desses músculos está muito forte, ao invés de romper, ela causa uma compressão no abdômen e no útero, gerando consequências ruins.

Possíveis consequências da gravidez após Abdominoplastia

  • Dificuldade respiratória para a mulher, já que a barriga não tem como crescer e o útero começa a pressionar o diafragma. Com isso há a limitação do volume torácico, ou seja, da possibilidade da respiração.
  • Desenvolvimento do bebê: apesar de raro, pode acontecer de o feto não ter espaço para crescer devido à pressão da plicatura abdominal, que não deixa o útero expandir.

No caso da gravidez depois da abdominoplastia, o seu ginecologista obstetra deve estar ciente para fazer o devido acompanhamento.

consulta gravida abdominoplastia
Se você engravidou depois da Abdominoplastia, é importante avisar o seu obstetra.

Se necessário, ele propõe alguma medida com o objetivo de corrigir o problema. Por exemplo, uma intervenção para soltar essa musculatura.

Ou seja, depois que faz abdominoplastia pode engravidar, mas é preciso ter essa atenção especial com desenvolvimento do bebê e os sintomas da mãe, considerando a intervenção cirúrgica que foi feita no passado.

Tem como fazer Abdominoplastia no parto?

Não tem como fazer Abdominoplastia no parto, pois o corpo ainda está muito inchado devido ao processo gestacional. É uma fase em que os tecidos estão inflamados e o resultado da cirurgia plástica seria ruim, com possíveis assimetrias e até problemas na cicatrização. Além do resultado, por uma questão de segurança não pode fazer Abdominoplastia na cesárea.

Não é possível fazer uma Abdominoplastia no parto, por questões de segurança e o resultado seria ruim.

Para você ter uma ideia, a cesárea envolve bem mais riscos que a Abdominoplastia. Nela estão envolvidas áreas nobres, como órgãos e vasos sanguíneos. Ou seja, o melhor e mais seguro é esperar para chapar a barriga depois. Afinal, é um procedimento estético e a gente sonha com um antes e depois maravilhoso!

Outro ponto importante é sobre a fase de puerpério, que no geral envolve muitos cuidados e um grande desgaste físico e emocional. Passar por esse momento em pleno pós-operatório da Abdominoplastia seria totalmente inviável. E, com certeza afetaria a recuperação e o resultado da cirurgia.

Grávida com abdominoplastia e agora? 

Fica calma, pois quem fez abdominoplastia pode engravidar! Porém, a grávida com abdominoplastia enfrenta a desvantagem de poder perder o resultado da cirurgia plástica. Mas isso é uma possibilidade, pois há casos em que a mulher ganha pouco peso e consegue manter a barriga lisa, mesmo depois do parto.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
11/10 2021
Plásticas
0 Comentários

Abdominoplastia e Lipoescultura

A combinação da Abdominoplastia e Lipoescultura é a solução para quem busca: eliminar flacidez abdominal, reduzir gordura localizada e aumentar o bumbum. São dois procedimentos diferentes, mas que se complementam.

Primeiro, o médico retira o excesso de pele na barriga. E, ao usar a técnica de Lipoescultura, ele remove a gordura localizada nas costas e nos flancos e enxerta no bumbum, por exemplo.

A combinação de Abdominoplastia e Lipoescultura tem como objetivo eliminar flacidez abdominal, reduzir gordura localizada e aumentar o bumbum.

Abdominoplastia com Lipo, mas sem enxerto de glúteo

A Abdominoplastia com Lipo sem enxerto de glúteo é indicada para quem busca apenas melhorar o contorno corporal e conquistar uma barriga chapada.

Ou seja, para as mulheres que não estão tão preocupadas em aumentar o bumbum.

O procedimento é praticamente o mesmo da Lipoescultura com Abdominoplastia, porém, a gordura removida será descartada.

Abdominoplastia sem Lipo

Abdominoplastia sem Lipo remove o excesso de pele abdominal, concedendo um aspecto de barriga chapada e lisinha.

Porém, esse procedimento não será capaz de tirar a gordura que fica nas costas e na região dos flancos, por exemplo.

necessidade de associar a lipo e abdominoplastia depende muito do tipo corporal. Se a paciente tiver gordura nessas áreas e optar pela Abdominoplastia sem Lipo, ela pode ficar com o corpo quadrado.

Quando a paciente tem gordura localizada apenas no abdômen, a Abdominoplastia sozinha pode oferecer bons resultados.

A Abdominoplastia tem como foco remover apenas a flacidez abdominal.

Isso porque, na cirurgia, a gordura que fica abaixo do umbigo será eliminada junto com a flacidez. E, ao puxar a pele da parte superior, ela pressiona a camada de gordura, deixando-a bem mais fina.

É possível fazer Abdominoplastia com Lipoaspiração na barriga?

Ao optar pela combinação de Abdominoplastia e Lipoescultura saiba que o médico não aspira gordura da barriga.

Um dos motivos é a falta de necessidade. Pois, conforme mencionamos anteriormente, ao remover a pele abaixo do umbigo, a gordura presente na região também é eliminada. E, da parte superior é afinada quando a pele é puxada.

Ao fazer a Abdominoplastia, o médico também retira a gordura da região da barriga.

Além disso, seria arriscado aspirar a gordura na região em que foi feita a Abdominoplastia. Por exemplo, gerando um problema de circulação sanguínea e ainda prejudicando a cicatrização da paciente.

Isso porque, com a tensão feita na pele ao estica-la, há uma redução momentânea da irrigação sanguínea e, consequentemente, de nutrientes e oxigênio.

Logo, ao passar a cânula da Lipo, ela vai danificar ainda mais a circulação sanguínea da área. Nesse caso, podem ocorrer problemas de cicatrização e até a necrose da pele.

Diferença entre Abdominoplastia e Lipoaspiração

A diferença entre Abdominoplastia e Lipoaspiração é o objetivo de cada procedimento. A Abdominoplastia visa eliminar apenas flacidez de pele. Já a Lipoaspiração tem como foco a remoção de gordura localizada, que pode estar presente em diferentes regiões do corpo. Por exemplo:

  • Flancos
  • Papada
  • Costas…
Diferença Abdominoplastia Lipoaspiração regiões
Gordura localizada pode estar presente em diferentes regiões do corpo.

Ao agendar sua primeira consulta, Paloma não tinha ideia dessa diferença entre Abdominoplastia e Lipoaspiração. A princípio ela foi com o objetivo de fazer uma Lipoescultura.

Entretanto, o médico, um cirurgião plástico com título de especialista e a experiência de milhares de cirurgias realizadas, desaconselhou essa ideia.

Após duas gestações, a pele da Paloma não era a mesma. E, além das gordurinhas, ela tinha flacidez abdominal.

Os médicos da Dream Plastic sabem que nesses casos o resultado seria bem inferior. Pois, ao retirar somente a gordura da paciente, a flacidez de pele abdominal ficaria bem mais acentuada.

Isto porque a camada de gordura retirada servia de sustentação para a pele. Ao perder este suporte, a barriga ficaria com a aparência flácida e caída.

Imagina se ela tivesse ido num médico pouco experiente que topasse fazer o procedimento? Paloma teria achado o resultado desastroso.

Emagrecer com Lipo e Abdominoplastia

É possível emagrecer ao fazer Lipo e Abdominoplastia, porém é importante lembrar que esse NÃO é o objetivo dos procedimentos.

O objetivo da Lipo ou Abdominoplastia é perder medidas, ou seja, centímetros na região.

abdominoplastia lipoescultura enxerto gluteo
Na Lipoaspiração ou Abdominoplastia o foco é perder medidas e não peso.

Se você precisa emagrecer, o ideal é fazer isso antes da Lipo ou Abdominoplastia. Dessa forma seu resultado ficará muito melhor, já que perder peso depois do procedimento pode gerar flacidez.

Além disso, vale lembrar que há um limite de gordura para ser removida na Lipo. Por segurança, só podem ser retirados de 5 a 7% do peso ideal da paciente.

Por exemplo, o peso ideal de uma mulher de 30 anos com 1.65 m é entre 51 e 68 kg. Nesse caso, independente dela pesar 65 ou 75 kg, o cirurgião só poderá remover aproximadamente 4,5 litros de gordura.

Lipo ou Abdominoplastia, qual a melhor?

Quando falamos de Lipo ou Abdominoplastia não existe um procedimento melhor do que o outro, pois eles têm objetivos diferentes. A escolha entre eles depende muito das necessidades de cada mulher. Por exemplo, se você tem excesso de pele na barriga, sem gordura na lateral, o indicado pode ser uma Abdominoplastia sem Lipo.

Quem sofre com gordura localizada na barriga e na lateral, mas sem flacidez, pode optar pela Lipoaspiração.

lipo abdominoplastia
Na Lipoaspiração é possível remover a gordura localizada nas costas.

Se, além disso, você tem interesse em aumentar o volume do bumbum, a Lipoescultura é o procedimento ideal.

Para quem tem barriga com excesso de pele e gordura lateral, o indicado seria a associação da Abdominoplastia com Lipo.

Independente da situação, o essencial é contar com a opinião de um cirurgião plástico experiente. Ele é o profissional mais capacitado para indicar o procedimento certo.

Abdominoplastia com Lipo e Silicone

abdominoplastia lipo silicone
Combinando os três procedimentos é possível aumentar o seios e eliminar a flacidez e a gordura localizada.

A associação de Abdominoplastia com Lipo e Silicone é uma das mais realizadas. O foco do procedimento é aumentar as mamas e eliminar a flacidez e a gordura localizada. E, em alguns casos, aumentar os glúteos.

Por isso, tem um perfil de paciente bem comum. Normalmente, são mulheres que:

  • Tornaram-se mamães! Considerando que o processo de gestação provoca grandes transformações no corpo da mulher, gerando flacidez nas mamas, na barriga e até acúmulo de gordura.
  • Não estavam muito acima do peso! Já que os procedimentos NÃO têm como objetivo perder peso, mas sim eliminar medidas e promover um contorno corporal mais bonito.
  • Tinham pouco volume nas mamas! Com a gestação, as mamas cresceram um pouco, mas voltaram ao normal depois. Porém, esse processo gera flacidez. E quando há pouca pele flácida, apenas a colocação da Prótese de Mama é suficiente para corrigir e aumentar os seios.

Abdominoplastia com Lipoescultura e Mamoplastia Redutora ou Mastopexia

O perfil de paciente não muda muito na associação de Abdominoplastia com Lipoescultura e Mamoplastia Redutora ou Mastopexia.

A diferença é que nessa combinação, a mulher normalmente tem um grau de flacidez mais elevado, por isso a Mastopexia é a cirurgia mais indicada.

No caso da Mamoplastia Redutora, a indicação é para quem tem as mamas bem grandes. São mulheres que sofrem com dores nas costas e dificuldades de encontrar roupas.

Vale lembrar que a associação também pode ser feita com Lipoaspiração, Abdominoplastia e Mamoplastia Redutora ou Mastopexia. Ou seja, quem deseja aproveitar a gordura eliminada na Lipo para aumentar o bumbum.

Como é feita a Lipoabdominoplastia?

A cirurgia de Lipoabdominoplastia é feita em ambiente hospitalar e pode levar de 3,5 a 6 horas. No geral, você recebe alta no dia seguinte, ou seja, só passa uma noite no hospital. Esse período é importante para a recuperação inicial, pois a paciente precisa repor os líquidos e eletrólitos perdidos desde o jejum feito no pré-operatório.

A Lipoabdominoplastia só deve ser feita em Hospital.

Anestesistas mais experientes optam pela anestesia peridural com sedação.

Isso porque ela oferece uma recuperação mais rápida e reduz o risco da paciente ter um quadro de Trombose Venosa Profunda. Porém, a anestesia geral também pode ser uma opção.

Passo a Passo da Abdominoplastia com Lipo

O cirurgião plástico inicia o procedimento pela lipo e abdominoplastia fica para a segunda parte.

Com a paciente de bruços, a primeira parte é eliminar a gordura das costas. Isso é feito através de pequenas incisões nas áreas escolhidas.

O médico passa para a região dos flancos. E, no caso da Lipoescultura, a gordura removida já começa a ser tratada para ser injetada no bumbum, com a paciente ainda de costas.

Quando é apenas a Lipoaspiração, ao terminar a região das costas, o médico vira a paciente e passa para a região dos flancos, finalizando essa parte do procedimento.

Para a Abdominoplastia, ele faz a incisão logo acima da região pubiana. Basicamente, ele puxa a pele, remove o que está sobrando e faz a plicatura dos músculos abdominais.

Na Abdominoplastia, o excesso de pele é removido. Depois o médico puxa e sutura a região.

Ao puxar a pele, a cabeceira da maca é levantada, para gerar a curvatura necessária na finalização da Abdominoplastia. Não é possível fazer a Lipo nesse momento, por isso o médico inicia pelas costas.

Vale lembrar que o umbigo após abdominoplastia continua no mesmo lugar, o médico só faz uma incisão para deixá-lo visível.

Ao sair do hospital, é preciso usar drenos e uma cinta de compressão. Ambos são fundamentais no pós-operatório, pois ajudam na eliminação do excesso de líquidos.

Pós-operatório: Lipo e Abdominoplastia

Durante o pós-operatório da lipo e abdominoplastia, você deve evitar esforço físico e ter cuidado com a sua postura. Esta recomendação é importante para não comprometer a cicatrização da abdominoplastia.

Vale lembrar que, para o sucesso do resultado de abdominoplastia com Lipoescultura, os cuidados de pós-operatório da Abdominoplastia exigem bem mais atenção. O da Lipo, basicamente, é fazer uma boa Drenagem Linfática.

Principais cuidados da Recuperação de Abdominoplastia e Lipo

  • Usar a cinta abdominal durante 60 dias. Sua função é evitar que a região fique muito inchada e dolorida.
  • Andar curvada por cerca de 3 semanas. Esticar o tronco pode forçar a abertura dos pontos da Abdominoplastia.
  • Fazer pequenas caminhadas durante o dia. Repouso absoluto pode causar Trombose Venosa Profunda e trazer sérios riscos para a paciente. Mas isso NÃO é atividade física!
  • Seguir corretamente a orientação médica sobre o uso do dreno. Este tubo serve para remover líquidos inflamatórios, conhecidos como Seroma.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
04/10 2021
Topo