Mamoplastia
0 Comentários

Silicone – Qual a melhor via de colocação?

 

Colocar silicone pela aréola, ou como dizem por aí “Silicone pela aureola”, deixa a cicatriz mais invisível? Se essa é a sua dúvida, então você está no lugar certo!

Você quer ter seios mais bonitos, modelados e empinados? Assim como você, muitas mulheres sonham com os seios perfeitos.

E por este motivo, a mamoplastia de aumento é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelas brasileiras.

Mas, com certeza, você espera alcançar esse resultado sem uma cicatriz que estrague tudo, não é mesmo?

Por isso é comum surgir várias dúvidas em relação ao procedimento cirúrgico. Entre os questionamentos mais comuns estão a escolha pelo tipo de prótese de mama, se será colocada por cima ou por baixo do músculo e, é claro, como ficará a cicatrização.

No entanto, muitas mulheres acreditam que colocar silicone pela aréola é a melhor maneira para deixar a cicatriz quase que imperceptível. Mas será mesmo que essa é a melhor opção?

Confira a seguir as diferenças entre as técnicas de colocar silicone pela aréola, pela axila ou inframamária. Veja só como essas informações farão a diferença no seu resultado.

Passo a Passo da incisão da prótese

Passo 1

É feito o corte na região escolhida pelo cirurgião plástico para colocar a prótese, podendo ser depositado o silicone pelo mamilo, axila ou na própria mama.

O termo “silicone pelo mamilo” é uma expressão usada por algumas mulheres, entretanto, você precisa saber que o correto é silicone pela aréola ou incisão periareolar.

Com o auxílio de um instrumento conhecido como retrator, o cirurgião faz o corte para obter melhor acesso ao tecido abaixo da glândula mamária.

Embora o corte seja feito em locais menos perceptíveis, seu tamanho e aspecto podem variar de acordo com o tipo e tamanho do implante, o contorno corporal da paciente e o seu tipo de pele.

Passo 2

Cuidadosamente, separa-se o tecido mamário com um dispositivo cauterizador menos invasivo possível e um bisturi para chegar à área da mama em que a bolsa será formada.

Com o auxílio de um instrumento conhecido como elevador e dos próprios dedos, o médico criará uma bolsa onde colocará o implante.

Passo 3

O cirurgião introduzirá o implante e inspecionará as mamas para manter a simetria.

Ele pode ajustar a bolsa e a posição do próprio implante para atender as expectativas da paciente.

Passo 4

As incisões são fechadas com suturas no tecido mamário.

As cicatrizes desaparecerão lentamente dentro de alguns meses, mas pode levar um ano até que sumam completamente.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
21/05 2017
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo