Mamoplastia
0 Comentários

Como é a cicatriz da mastopexia?

DICAS DE MULHER

Gilio explica que a cicatriz dependerá muito da quantidade de pele e do nível de flacidez dos seios da paciente. Dada a devida atenção a esses detalhes, são possíveis três tipos de cicatriz.

  • Periareolar: indicada para pacientes com mamas pequenas e que não possuem muita flacidez e excesso de pele.
  • Vertical: incisão vertical que percorre a aréola. A técnica é usada quando a mulher possui flacidez leve ou moderada.
  • T invertido: é uma incisão que vai da aréola até o sulco inframamário. Cicatriz indicada para quem apresenta o grau mais alto de flacidez e excesso de pele na região dos seios.

Gomes reitera que as cicatrizes exigem incisões em locais diferentes para que os seios sejam levantados e moldados corretamente. Portanto, determinar o tipo de cicatriz é uma etapa importante que deve ser conversada e definida junto ao médico ou médica.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
14/05 2020
Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia: como funciona?

ISTOCK

Quando se trata de cirurgia, são muitas as perguntas que vêm à mente, por isso, é importante entender como funciona todo o processo e tirar as principais dúvidas com um profissional antes de realizar qualquer procedimento.

No caso da mastopexia, a cirurgiã plástica e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Karina Gilio, explica que a técnica consiste basicamente em usar o excesso de pele e a musculatura para remodelar as mamas, deixando-as mais arredondadas e empinadas. Além disso, médica explica ainda que a mulher pode optar por fazer um dos dois tipos de mastopexia que existem.

Tipos de mastopexia

  • Mastopexia sem prótese: quando o próprio tecido, gordura e pele da mulher são usados para reconstruir os seios.
  • Mastopexia com prótese: quando a prótese é usada para aumentar o volume dos seios.

Com ou sem prótese, o objetivo da mastopexia é minimizar a flacidez dos seios. Mas o resultado final pode diferir de um para o outro. Algumas mulheres preferem deixar as mamas naturais, enquanto outras optam pela prótese para alcançar um efeito maior e mais firme.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
10/05 2020
Mamoplastia
0 Comentários

Silicone: qual é o melhor momento para colocar?

Foto: Getty Images

FOTO: GETTY IMAGES

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Se você já pensou em colocar silicone pode ter se visto com um bocado de dúvidas e questionamentos. Afinal, embora a cirurgia seja relativamente comum, não deixa de ser um procedimento médico que requer cuidados e exige atenção antes da tomada de decisão.

“O mais importante é tomar a decisão de que quer se submeter à cirurgia estando ciente dos riscos e das possíveis complicações que podem acontecer durante o processo. Depois, ter muito claro o objetivo que quer atingir com a cirurgia. Isso é importante para ajudar o cirurgião a fazer uma melhor avaliação do caso e tomar em conjunto decisões importantes, como o tamanho e forma das próteses, a posição dentro da mama e o tipo de incisão. Assim, as chances de alcançar o desejo da paciente são maiores”, assinala o dr. Eduardo Sucupira, cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e diretor da Clínica Essendi, no Rio de Janeiro.

Os motivos para colocar silicone vão além do desejo estético de aumentar o tamanho das mamas – a cirurgia também pode ser procurada para correção de assimetria entre os seios ou para reconstrução mamária, por exemplo. Deixar o seu objetivo claro para o médico vai ajudar no planejamento da cirurgia, fazendo com que o resultado seja mais próximo do imaginado.

Também é importante ressaltar que, embora seja uma cirurgia comum e que tenha um tempo de recuperação relativamente curto, ainda é uma cirurgia que, assim como qualquer outra, tem riscos e necessita cuidados. Tenha em mente que será preciso preparar-se antes da data marcada e seguir uma série de orientações depois do procedimento. Lembre-se ainda que o implante é um corpo estranho para o seu organismo e que há a possibilidade de que ele não seja bem aceito, podendo, inclusive, ter que ser retirado.

Para tomar uma decisão consciente e responsável, é imprescindível informar-se e sanar todas as dúvidas. Assim, você tem mais chances de conseguir um processo positivo, sem problemas e que traga bons resultados.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
25/04 2020
Topo