Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia com Prótese

mastopexia com protese

Mastopexia com prótese de silicone: será que essa cirurgia plástica é indicada para você?
Autoestima baixa, vergonha de se trocar na frente das pessoas, insatisfação com o tamanho ou aparência das mamas… Se você frequentemente se queixa dos seus seios, então esse texto é para você!
Chega aquele momento na vida que os seios não têm mais a aparência durinha e levantada. Assim como outras partes do corpo, as mamas sofrem alterações decorrentes da genética, envelhecimento, gravidez, amamentação, ganho ou perda de peso e mudanças hormonais.
O resultado disso: seios pequenos e caídos! Com a famosa lei da gravidade, as mamas começam a cair, ficando com um aspecto pesado ou flácido.
Uma Mastopexia com silicone, que é a combinação entre lifting de mama e implante, pode ser a melhor solução para deixar o seio firme novamente. Veja a seguir as principais informações sobre a cirurgia!

O que é mastopexia com prótese?

O que é mastopexia com prótese?


A cirurgia de Mastopexia reposiciona a auréola da mama e o tecido presente na região. O seu objetivo é remover o excesso de pele causado pela flacidez e compor um novo contorno, inclusive corrigindo a assimetrias dos seios.
Porém, somente o lifting de mama não é capaz de alterar significativamente o volume dos seios. Além de não deixar o colo marcado. Para isso, o cirurgião plástico, junto com a paciente, optam por associar a cirurgia com a prótese de silicone.

Quando o médico indica Mastopexia com prótese?

mamoplastia com protese


Mulheres insatisfeitas com o volume dos seios, muitas vezes, antes de colocar silicone, precisam remover a flacidez. Mas, quando é indicada essa combinação de Mastopexia com prótese?
Tudo depende das seguintes condições:
Grau elevado de ptose mamária: se a mama for muito flácida e tiver grande excesso de pele, então não é recomendável colocar apenas silicone.
Isto porque, o centro do implante é posicionado exatamente na aréola. Quando há flacidez na mama, a aréola fica posicionada bem abaixo do sulco inframamário.
Colocando o silicone em um seio caído, obviamente, que o resultado esperado não será alcançado. E, o sonho de ter mamas volumosas, firmes e altas só se dará com a combinação desses dois procedimentos: lifting de mama com prótese.
Perda de volume nos seios: depois da amamentação ou do efeito sanfona, a mama sofre alterações. Ela fica caída e perde, consideravelmente, o volume.
Nesses casos, o médico pode sugerir a colocação de uma prótese de silicone. E, dependendo do grau de ptose, não será necessário fazer a retirada de pele da mama. Pois, o implante preenche todo o espaço, concedendo volume e firmeza.
Assimetria mamária: quando um seio é menor do que o outro, o cirurgião opta pela implantação da prótese. Desse modo, é possível igualar os volumes e deixar os seios com a aparência semelhante.

O que é ptose mamária?

retirada de pele da mama


É o termo técnico utilizado para classificar o grau de seio caído. Como você vai perceber a seguir, o que indica a flacidez é a posição da aréola, que é classificada de três formas:

  • Grau 1: é o mais leve e tem pouca flacidez, pois a aréola está no nível do sulco inframamário.
  • Grau 2: há flacidez moderada e o bico do peito encontra-se no nível do sulco inframamário.
  • Grau 3: a flacidez está mais acentuada, com a aréola abaixo do sulco mamário e do contorno da glândula.
  • Grau 4: há grande flacidez e a aréola está bem abaixo do sulco inframamário, localizado na parte inferior do seio.

Mas, lembre-se que somente o médico pode dizer com precisão se há queda das suas mamas. Por isso é importante escolher um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
Lembrando que a flacidez é causada por fatores como: genética, amamentação, oscilações de peso e perda de elasticidade da pele. Porém alguns hábitos ruins também podem interferir negativamente na sustentação dos seios, como:

  • Uso incorreto do sutiã: escolha um modelo que tenha qualidade e boa sustentação. Isso ajuda a deixar os seios no lugar e dar o devido suporte a eles.
  • Má alimentação: para manter a pele do corpo saudável é preciso aliar exercícios físicos com uma dieta saudável. Prefira alimentos ricos em colágeno, vitaminas, minerais e gorduras boas.
  • Má postura: faz com que os seios percam a sua posição natural. Mantenha sempre uma postura ereta, assim você evita dor nas costas e ajuda a proteger os seios.

O passo a passo da prótese de silicone com Mastopexia

prótese de silicone com mastopexia

Ainda na consulta de avaliação, o médico analisa o grau da ptose, ou queda das mamas, para determinar o procedimento mais adequado à paciente. Como mostramos anteriormente, existem três graus de ptose: leve, moderado e acentuado.
Esse grau de flacidez é determinado pela posição da aréola em relação à prega inframamária e ao esterno.
A duração da cirurgia de Mamoplastia com prótese pode variar de 1 à 4 horas, dependendo da complexidade.

  • Preparo cirúrgico

Antes do início do procedimento, a área a ser tratada é limpa e os medicamentos anestésicos são administrados. Provavelmente, será uma anestesia peridural com sedação, que fará você dormir durante o procedimento. Além disso, são desenhadas as linhas da incisão para indicar as áreas da pele a serem removidas.

  • O médico faz a incisão

Com o auxílio de um bisturi, o médico faz cuidadosamente uma incisão ao longo das linhas pré-marcadas. O corte estende-se além do contorno superior da aréola. Essa área indica seu novo perímetro superior. A região abaixo dela será esticada e unida.

  • Retirada de pele da mama

Usando vários instrumentos cirúrgicos, o médico levanta a pele e a separa dos tecidos. A aréola e o mamilo permanecem intactos, enquanto as áreas de pele próximas são removidas.

  • Reposição da aréola

Após a remoção do excesso de pele, o tecido da aréola e da mama são reposicionados.

  • Fechamento da Incisão

Antes de fechá-la totalmente, o cirurgião pode colocar um dreno cirúrgico em cada mama, embora alguns profissionais prefiram não usá-lo. Finalmente, são colocadas suturas ou ataduras de gaze para proteger os locais da incisão durante a cicatrização.

Como fica a cicatriz da Mastopexia com silicone?

mastopexia periareolar

O tipo de cicatriz resultante da intervenção cirúrgica depende da necessidade do procedimento. Ou seja, de qual ajuste a Mastopexia vai fazer na pele excedente das mamas.
Para isso, o cirurgião plástico identifica o grau de flacidez e a técnica mais adequada. Existem 3 possibilidades de cicatrizes:

  • Mastopexia periareolar: cicatriz ao redor da aréola é a técnica menos invasiva. Indicada apenas para seios pequenos e com um grau de flacidez menor.
  • Vertical: a cicatriz em forma de V se estende no contorno superior da aréola e abaixo da linha média da mama. Essa técnica é um pouco mais invasiva, por isso é indicado para pessoas com mamas grandes e que apresentam ptose mamária moderada ou acentuada.
  • Cicatriz Mastopexia T invertida: a cicatriz se estende no contorno superior da aréola e lateralmente na porção inferior da Essa técnica atinge um grau maior de elevação. Por esse motivo, é indicada para pessoas com mamas grandes e com ptose mamária acentuada.

Portanto, quanto mais pele e tecido a serem removidos, maiores serão as cicatrizes. As mamas com pequeno excesso de pele podem ser tratadas com a incisão ao redor da aréola. Resultando em uma cicatriz mais discreta, a Periareolar.
As mamas que apresentam base larga e estão muito caídas, podem ser tratadas com ou sem implantes mamários.  Provavelmente, suas cicatrizes serão maiores.
Vale ressaltar que a qualidade da boa cicatrização está muito ligada ao organismo de cada pessoa. Algumas têm tendências a desenvolver uma cicatriz mais elevada, chamada de queloide ou hipertrófica. Ainda no pré-operatório, o médico avalia essa questão e, se necessário,  adota medidas preventivas.

Os principais cuidados após a Mastopexia com prótese

lifting de mama com protese
  • Malha de compressão: seu uso deve ser feito de forma correta, pois ela ajuda a diminuir o inchaço. Além de evitar a formação de líquidos e proporcionar conforto e sustentação.
  • Drenos cirúrgicos: alguns médicos optam por colocá-los para drenar o líquido do corpo. Isso porque, o acúmulo de líquidos na região pode causar sérias infecções.
  • Atenção com os pontos: a boa cicatrização depende de uma série de fatores, mas principalmente, de: evitar esforço, tabaco e sol. Os pontos são retirados depois de 2 semanas.
  • Sintomas normais: você pode sentir dor leve, inchaço e ter hematomas. Assim como dormência ao redor da aréola, sintomas que devem desaparecer em algumas semanas.
  • Dê uma pausa na rotina: mesmo que você se sinta pronta para retornar ao trabalho, espere um pouco.  Recomenda-se evitar atividades pesadas, como a prática de exercícios, por 3 ou 4 semanas após o procedimento. Assim seu corpo tem tempo suficiente para cicatrizar.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
24/12 2019
Mamoplastia
0 Comentários

Mamoplastia redutora

reduzir seios

Durante a consulta de avaliação, o médico indica a realização de alguns exames para verificar se você pode fazer o procedimento.

Em seguida, o cirurgião avalia o tamanho e o formato desejado pela paciente. O profissional faz algumas marcações para indicar a retirada de pele e gordura.

A cirurgia de Mamoplastia Redutora deve ser feita apenas em Hospitais. A Dream Plastic seleciona locais reconhecidos e que realizam cirurgias limpas.

Em média, a intervenção cirúrgica dura de 2 a 5 horas. A anestesia utilizada pelos profissionais da Dream Plastic é a peridural com sedação. Isso porque ela ajuda na prevenção da trombose e torna a recuperação mais rápida.

Além de aplicar os medicamentos, o anestesista fica de prontidão durante todo o procedimento cirúrgico, monitorando a pressão arterial, batimentos cardíacos, etc.

Para iniciar o procedimento de Mamoplastia de Redução, o cirurgião plástico faz algumas incisões, a partir das marcações feitas nos seios.

Neste momento, o médico usa toda a sua experiência em Cirurgia de Mamoplastia para remover o excesso de pele e gordura.

Aos poucos, aquele grande volume dará lugar aos seios menores e com novo formato. Graças à Cirurgia Mamoplastia Redutora!

O próximo passo é fazer uma sutura interna e outra externa, isso ajuda a manter o novo formato da mama. Para finalizar, aplicam-se curativos na região operada.

O uso de dreno na Mamoplastia é obrigatório?

Não é obrigatório. O médico apenas indica a utilização do dreno na Mamoplastia quando houver necessidade.

O dreno é um tubinho que tem a função de levar os líquidos para fora do organismo, evitando acúmulos internos. Ao utilizá-lo, a paciente tem o processo de cicatrização acelerado, pois evita infecções e inflamações.

Após o período estipulado pelo médico, cerca de 7 dias, a paciente deve retirar o dreno no consultório do cirurgião plástico.

É possível fazer uma Mamoplastia Redutora com Prótese?

Sim, existe a possibilidade de fazer uma Mamoplastia Redutora com Prótese.

Além de reduzir o excesso de volume dos seios, algumas mulheres querem deixá-los com um novo formato. Ou seja, a prótese de silicone torna os seios firmes, projetados e bem marcados.

Portanto, a principal vantagem de optar por uma Mamoplastia Redutora com Silicone é ter um resultado ainda mais bonito.

Mamoplastia Redutora: cicatriz e suas técnicas

Assim como em qualquer outra cirurgia, a Mamoplastia Redutora também deixa cicatrizes.

O tamanho varia de acordo com o volume das mamas. Sendo assim, seios extremamente grandes terão cicatrizes maiores.

Ao buscar por “cicatriz de Mamoplastia fotos”, você deve encontrar imagens com cicatrização em formato de T invertido. Já que esta é a mais comum na cirurgia de Mamoplastia Redutora.

Cicatriz Mastopexia T invertida fica ao redor da aréola e se prolonga verticalmente até a parte debaixo do seio e a cicatriz passa a ser horizontal. Veja a imagem do formato de T invertido:

Cicatriz Mastopexia T invertida

Redução de Mama com Incisão Vertical se estende ao redor do topo da aréola e segue em formato de V até o sulco da mama. Essa é uma opção indicada para pacientes com volume e flacidez moderados.

cicatriz mamoplastia redutora

Cicatriz Periareolar em Mamoplastia Redutora é feita ao redor da aréola. Essa técnica é menos invasiva e indicada somente para quem necessita retirar pouca quantidade de pele e gordura.

cicatriz Periareolar mamoplastia

Nos primeiros dias a cicatriz de Mamoplastia Redutora é maior e mais avermelhada. Entretanto, depois de alguns meses, ela perde essa coloração e se torna mais fina.

Após 1 ano, a cicatriz fica bem discreta e é facilmente escondida debaixo de tops e biquínis. Contudo, é importante lembrar que uma boa ou má cicatrização depende da genética de cada paciente.

Quais são os benefícios da Mamoplastia Redutora?

Somente quem tem seios volumosos sabe os problemas que eles podem causar. Por isso, as mulheres que procuram por uma Mamoplastia Redutora esperam encontrar alívio para alguns problemas.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
17/12 2019
Mamoplastia Sem categoria
0 Comentários

Erika Januza nega vontade de colocar silicone

Erika Januza (Foto: Amauri Nehn/Brazil News)

Erika surgiu com um longo super decotado prateado. Em entrevista, ela contou que não tem vontade alguma de colocar silicone nos seios. “Nenhuma. Morro de medo da cirurgia, mas também não tenho vontade. Parece que todo mundo padronizou. Deixa eu aqui com meus seios pequenos. Qualquer coisa coloca um sutiã com bojo, um enchimentozinho.”

Fonte: Revista Quem/G1

beijos, Fran
11/12 2019
Topo