Plásticas
0 Comentários

Chega de excesso de pele na barriga

Gestação, envelhecimento e oscilações de peso são fatores que influenciam no desenvolvimento de um abdômen flácido. E este problema pode atingir também as mulheres relativamente magras.

Confira abaixo 3 dicas simples para saber como acabar com o excesso de pele na barriga.

1. Radiofrequência

Considerada um tratamento estético para flacidez, a Radiofrequência é feita por meio de um aparelho que emite ondas eletromagnéticas na pele. Isso vai estimular a circulação sanguínea e também a formação de colágeno.

Infelizmente, a radiofrequência é pouco eficiente e os resultados não costumam ser efetivos para todos os casos. Quando há muita flacidez, a melhor saída é optar pela cirurgia de retirada de pele.

2. Alimentação equilibrada

Na verdade a melhor forma de evitar a flacidez é manter a estabilidade do peso corporal. E, comendo bem, é provável que você consiga isso, exceto se você engravidar.

3. Atividades físicas

Não tem jeito de fugir, fazer exercícios físicos regularmente é fundamental para conseguir reduzir o volume de sua circunferência abdominal.

Para atingir esse objetivo, aposte numa combinação de exercícios aeróbicos, como esteira, dança ou bicicleta, e anaeróbicos, como musculação e os  abdominais.

Claro que, no caso de você ter apenas excesso de pele na barriga, o exercício físico também não será o suficiente.

É preciso algo a mais para eliminar a flacidez, e neste caso o mais indicado é a cirurgia para retirar excesso de pele da barriga, que poderá ser combinada com as dicas mencionadas aqui.

Cirurgia para retirar excesso de pele

Basicamente, a cirurgia para retirar excesso de pele é a abdominoplastia. O procedimento consiste principalmente em:

  • O cirurgião plástico faz a incisão acima da região pubiana.
  • Faz o deslocamento do tecido no sentido da caixa torácica
  • Aproxima e amarra os músculos abdominais
  • Estica e remove o excesso de pele para poder finalizar suturando

 

O resultado exige alguns cuidados da paciente, como manter a área higienizada, andar de forma curvada nas primeiras semanas e deitar de barriga para cima no início do período de recuperação.

Mas escolhendo bem a clínica e o cirurgião plástico para fazer sua cirurgia para retirada de pele você pode ficar tranquila, pois terá as recomendações corretas em cada etapa de seu tratamento.

Mas para um bom resultado, é claro que você também precisa fazer sua parte e seguir todas as orientações do pós-operatório. Assim, normalmente, com 3 semanas você já poderá voltar ao trabalho.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
14/08 2018
Plásticas
0 Comentários

Cuidados para uma lipoaspiração segura

SHUTTERSTOCK

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica muito popular no Brasil.”Em qualquer procedimento cirúrgico, todos os protocolos de segurança devem ser seguidos e é isso que torna a cirurgia muito mais segura, mas é bom deixar claro, que não há cirurgia 100% isenta de riscos”, afirma a cirurgiã Plástica Denise Piccioli. Ainda segundo a especialista, pré-operatórios, intraoperatórios e pós-operatórios devem ser cumpridos rigorosamente. Denise, que realiza esse tipo de cirurgia há mais de 13 anos, lista dez segredos para uma lipoaspiração ser um sucesso.

Lipo com segurança

Saúde 100%: avaliação do estado clínico pré-operatório – o paciente tem que estar muito bem de saúde. “Toda a parte clínica deve estar estável no período pré-operatório. A avalição clínica e pré-operatória de risco cirúrgico é mandatória nesse período”, explica.

Cirurgião: a escolha do cirurgião para realizar o procedimento deve ser feita com cautela e as questões do tratamento devem ser discutidas minuciosamente antes da cirurgia. Segundo Denise, só operar com um cirurgião plástico da SBCP, que possui a formação correta do cirurgião plástico.

Local: o ideal é realizar o procedimento cirúrgico num hospital de médio e grande porte com todo o suporte e infraestrutura necessários para operar.

Siga as orientações: é importante realizar a profilaxia para trombose, utilizando a meia de compressão elástica.

Anestesia geral: a escolha da equipe de anestesia também é importante, já que os cuidados de mobilização, monitorização, ventilação e cuidados clínicos na cirurgia são de responsabilidade do anestesista.

Limite da cirurgia: o limite preconizado pela SBCP é de 7% do peso corporal, esse volume é considerado seguro para que não haja uma perda sanguínea exagerada, o objetivo da cirurgia é melhora do contorno corporal nas diversas regiões do corpo.

Fonte: VIX

beijos, Fran
10/08 2018
Plásticas
0 Comentários

Cinta pós-cirúrgica abdominoplastia

 

O uso da cinta pós-cirúrgica abdominoplastia é imprescindível, pois contribui bastante com a sua recuperação e o resultado do procedimento.

Também conhecida como malha, ela tem a função de comprimir os tecidos traumatizados, reduzindo o acúmulo de água e, consequentemente, o inchaço.

A compressão também inibe o sangramento dos vasinhos, o que significa a redução de manchas rochas. Mas é importante ter cuidado ao retirá-la.

Jamais tire a malha de forma brusca ou quando estiver em pé, pois você pode ter queda de pressão e até tonturas.

Há vários modelos de cinta pós-cirúrgica abdominoplastia, assim como marcas e qualidades. Por isso, é importante que você siga rigorosamente a indicação do seu cirurgião plástico.

Além disso, jamais compre um modelo ou marca fora da especificação citados por ele. Quer saber mais? Confira abaixo algumas dúvidas comuns sobre a cinta para abdominoplastia:

Após abdominoplastia quanto tempo devo usar a cinta?

O ideal é que você use a cinta pós-cirúrgica abdominoplastia por, pelo menos, dois meses. Ou quando o seu médico intervir e solicitar que você não use mais.

Cinta para abdominoplastia, quantas eu preciso?

O ideal são 2 peças, assim você não fica sem nenhuma  enquanto a outra estiver lavando. Isto porque é comum sujar bastante.

Qual o tamanho ideal da cinta pós-abdominoplastia?

O tamanho varia, por isso é importante experimentá-la para ter uma referência. Assim, no dia da cirurgia, a equipe leva mais de um tamanho.

Você só tem certeza do número da cinta no centro cirúrgico, pois sai dele com a malha vestida.

A malha que você sai do hospital não deve ser retirada até o seu primeiro retorno. Nesta consulta o médico avalia e indica o novo tamanho a ser usado.

E, graças ao amplo estoque, é possível evitar qualquer transtorno de não ter o tamanho correto na hora, o que ofereceria riscos à recuperação.

Qual o preço da cinta pós-cirúrgica abdominoplastia?

Os valores da cinta pós-abdominoplastia podem variar de acordo com a marca, mas lembre-se é sempre recomendável você utilizar o modelo indicado pelo seu cirurgião plástico.

Na média a cinta para abdominoplastia custa entre R$ 240,00 e R$ 450,00, dependendo da marca e do modelo.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
08/08 2018
12345
Topo