Mamoplastia
0 Comentários

Mastopexia com prótese de mama e somente a inclusão de prótese

 
Vou aqui explicar que existe uma diferença grande entre aquelas que precisam apenas de uma inclusão de prótese de mama e as que necessitam de retirada de pele e colocação do implante.
 
1) Prótese de mama: A inclusão da prótese sem a retirada de excesso de pele esta indicada para aquelas pacientes que não apresentam flacidez importante das mamas e que querem aumentar o volume das mamas, ou simplesmente corrigir algum grau de assimetria.
 
2) Mastopexia com prótese: Esta é a cirurgia para aquelas que possuem flacidez  importante das mamas, geralmente após grandes emagrecimentos ou amamentação, que querem além de reposicionar as aréolas aumentar o volume ou simplesmente ter um “colo” mais arredondado e projetado.
 
Nestes casos a cicatriz na maioria das vezes é em “t” invertido, mas como hoje utilizamos cola e não pontos a cicatriz fica com uma excelente qualidade.Importante aqui orientar que quanto maior o volume das próteses maior a chance de queda das mamas em curto período de tempo, pois, ao contrário do que muitas pacientes imaginam “prótese de mama não segura a mama” , ou seja, não previne futuras quedas.
 
Fonte: Dra Fabiana Valera
beijos, Fran
19/06 2018
Plásticas
0 Comentários

O excesso de peso prejudica os resultados de uma cirurgia plástica?

 
Quanto mais próximo você estiver do seu peso ideal, melhores serão os resultados obtidos em qualquer tipo de cirurgia plástica.
É importante sempre lembrar que cirurgia plástica não é um método de emagrecimento e, portanto, não poderá substituí-lo.

Fonte: SBCP
beijos, Fran
17/06 2018
Plásticas
0 Comentários

Embolia Pulmonar: é Possível Evitar?

A embolia pulmonar, conhecida também como tromboembolismo pulmonar, trombose pulmonar ou pela sigla TEP, é um problema ocasionado quando uma ou mais artérias dos pulmões ficam obstruídas por um coágulo sanguíneo. Com isso, ocorre dificuldade na:

  • Respiração
  • Oxigenação do sangue
  • Circulação do sangue

Tudo isso resulta em problemas graves para sua saúde. Na maior parte dos casos de embolia pulmonar, os coágulos (que são partes sólidas do sangue) formam-se nas pernas, por exemplo, ocasionados pela trombose.

Contudo, em ocasiões de menor frequência registrada, os coágulos podem ser originados em outras partes do corpo.

Apenas para contextualizar, a trombose é caracterizada pela coagulação excessiva do sangue no interior das veias. Isso causa a obstrução delas e, nos casos mais graves, os trombos (ou coágulos), desprendem-se dessas veias, percorrem a circulação sanguínea, podendo alcançar os pulmões, causando a tal da embolia pulmonar.

O que causa embolia pulmonar? 

 

Ficar sentada trabalhando por horas a fio sem mudar de posição pode até ser cômodo para algumas pessoas, mas fique atenta, este é um fator de risco para desenvolver a embolia pulmonar.

Isto porque ao ficarmos muito tempo deitada ou sentada, nosso sangue começa a se acumular em determinado local do nosso corpo. E, as pernas são as partes mais afetadas.

Mas não precisa ficar desesperada, pois na maioria das vezes este acúmulo de sangue não provoca grandes transtornos, porque ao se levantar o sangue volta a circular. Inclusive, no pós-operatório de uma cirurgia plástica o médico vai indicar pequenas caminhadas para você.

Confira abaixo mais alguns fatores de risco para o tromboembolismo pulmonar:

  • Uso de anticoncepcionais com estrógeno
  • Reposição hormonal
  • Obesidade
  • Tabagismo
  • Insuficiência cardíaca
  • Idade superior a 40 anos
  • DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), como bronquite crônica ou enfisema
  • Distúrbios na coagulação do sangue
  • Imobilização Prolongada
  • Sedentarismo
  • Uso de anestesia geral. Por isso, sempre que possível, prefira a peridural

 

Sintomas de embolia pulmonar

 

Agora que você aprendeu o que é e quais são as principais causas que provocam a TEP, fica a curiosidade sobre embolia pulmonar, sintomas para identificar a doença. Confira abaixo os principais:

  • Falta de ar, sem relação com problemas de respiração comuns como gripe, rinite, sinusite, bronquite, entre outros
  • Tosse seca
  • Dores no peito ao respirar
  • Ritmo cardíaco anormal com acelerações repentinas
  • Respiração rápida

Se você está sentindo com frequência um ou mais sintomas citados acima, procure um médico URGENTE, faça uma consulta e não corra riscos mais graves!

Como evitar a TEP? 

 

A trombose pulmonar tem como medidas preventivas ações simples e perfeitamente capazes de serem incorporadas ao nosso dia a dia, como a inclusão de atividades físicas.

Praticar exercícios físicos regularmente é um hábito que faz bem para a saúde de um modo geral e, também, ajuda muito no caso de Tromboembolismo Pulmonar.

Claro que após a sua cirurgia plástica, você deve respeitar os cuidados de pós-operatório, mas isso não significa ficar imóvel.

O próprio cirurgião recomenda que você faça pequenas caminhadas para manter a movimentação da circulação sanguínea.

Neste período é importante tomar bastante líquido e deixar as pernas sempre elevadas quando você estiver deitada ou sentada.

O uso de meias de compressão também é uma forma de prevenção contra a trombose no pulmão. Neste caso a meia promove uma pressão externa graduada, reduzindo a pressão venosa interna.

Ao fazer uma cirurgia plástica, ainda na fase pré-operatória, o médico especializado vai fazer uma avaliação e dependendo do tempo da operação ele vai indicar o uso do Sequel. Este aparelho cirúrgico simula uma caminhada, mantendo a circulação ativa.

Embolia pulmonar tem cura?

 

Assim como na maioria das doenças, o tempo do diagnóstico e tratamento é crucial para a cura do tromboembolismo pulmonar.

ATENÇÃO! Esta parte é muito importante, pois a embolia pode levar pacientes à morte se não for tratada rapidamente. Isto porque com o tempo, os coágulos vão se movimentando por meio dos vasos sanguíneos e podem chegar até o pulmão, ocasionando sérias complicações.

Para reverter este quadro, os médicos costumam usar medicamentos anticoagulantes, que retardam e diminuem a formação deles em nosso corpo. Além disso, em casos extremos e urgentes, os êmbolos podem ser removidos cirurgicamente.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
14/06 2018
12345
Topo