Plásticas
0 Comentários

Tati Minerato deixa hospital após passar 11 dias internada

Imagem: Thiago Duran/AgNews

Tati Minerato deixou o Hospital Ipiranga, em São Paulo, na tarde de hoje, onde ficou internada nos últimos 11 dias. A musa do Carnaval de São Paulo teve complicações após realizar uma lipoaspiração. Tati deixou o local acompanhada da mãe, Regina, que também é sua empresária. Ontem, Regina confirmou ao UOL que a modelo estava internada desde o dia 5 de junho

Em suas redes sociais, Tati postou um recado de agradecimento à equipe médica que a acompanhou no tratamento. “Foram dias de muita agonia, preocupação e sofrimento. Mas graças a Deus com muita fé e uma equipe excelente e muito profissional do hospital Ipiranga, saímos dessa! Sim, vencemos, não era corona, mas foi algo terrível, só quem viveu sabe. Dra. Hercilia e toda equipe da infectologia, Cirurgia Geral e enfermeiras do hospital Ipiranga, gratidão eterna!”, escreveu.

Fonte: UOL/Tv e famosos

beijos, Fran
18/06 2020
Plásticas
0 Comentários

A Prótese de Mama corrige a flacidez? Graus de Ptose Mamária

É muito comum a idéia de colocar protese de mama para dar mais firmeza
nas mamas. Chego a ouvir: “Dr, quero colocar uma protese para dar firmeza, mas
não quero aumentar”. Qual então é a função da protese de mama, quando ela
está indicada e quais os seus limites?
Primeiramente, quando colocamos uma protese, estamos sempre
aumentando o volume. Quanto maior a protese, maior o volume, maior o colo e
maior o peso. Consequentemente, a mama cede mais rápido pelo maior peso.
Quando não há flacidez, a protese estica bastante a pele, preenchendo
bem o espaço e ficando firme. Nos casos em que há pouca mama, a protese fica
mais evidente e marcada. Este é o caso mais comum, a maioria das pacientes que
procuram a cirurgia de mamoplastia de aumento. Geralmente pacientes que não
tiveram filhos e por isso não têm flacidez.
Porém, há pacientes que têm uma leve flacidez, nas quais a aréola está no
lugar adequado e há apenas uma pequena dobra abaixo das mamas com excesso
de pele, as quais chamamos de pseudoptose (ptose falsa). Recebe este nome,
porque apesar de ter certa flacidez, não há ptose, ou seja a aréola está no lugar
correto, apenas a pele abaixo dela está sobrando. E neses casos, a protese
resolve?
Sim, a protese costuma também resolver, sem a necessidade de retirar
pele. Uma protese de perfil superalto poder ser interessante, para esticar mais a
pele flácida e, assim, corrigir a flacidez.

Já a ptose Grau 1 ocorre quando a aréola está na altura da dobra da mama
(sulco mamário) e o excesso de pele ultrapassa pouco o sulco inferiormente.
Neste caso, a protese sozinha não resolve, visto estar a aréola em posição inferior
à ideal. Muitas vezes é possivel retirar pele ao redor apenas das aréolas, para
reposicioná-la mais superiormente e corrigir a flacidez com uma protese de
projeção superalta. Isso é possivel se não há muito tecido deslocado abaixo do
sulco mamário, sendo a mama e pequeno volume.
Nos casos de ptose Grau 2, quando a aréola está abaixo do sulco mamário,
ou Grau 3, quando a aréola está no vertice inferior da mama (apontando para
baixo), há sempre a necessidade de retirar mais pele, ficando geralmente a
cicatriz em T. Nestes casos, a colocação da protese pode ser usada para aumentar
a consistencia da mama e dar maior projeção do colo. A mastopexia com protese
é a cirurgia de levantamento da mama (pexia), associado o uso da protese, para
dar volume. Ela não retira quase nenhum tecido glandular, e o volume final é a
somatoria do volume original com a protese. Basicamente a pele é retirada.

Mas pode se reduzir muito as mamas e colocar prótese, “para ficar mais
durinho e cair menos com o tempo”?
Vamos lembrar que a prótese sempre aumenta o volume, e para dar um
colo maior e mais firme é necessário uma prótese maior, o que significa ter que
retirar muito tecido mamário para que as mamas não fiquem enormes e caiam
muito rápido pelo seu peso. O problema nestes casos é que quando se reduz
muito as mamas ou se levanta muito a posição das aréolas, muitas veias e
artérias são cortadas, reduzindo o fluxo de sangue para a areóla. Nos pós-
operatório a aréola ficará prensada entre o sutiã e a prótese inferiormente,
podendo piorar ainda mais o suprimento de sangue para a pele e levar a aréola à
necrose. Por isso, muitas vezes é mais prudente reduzir as mamas primeiro e
colocar a prótese em outra cirurgia, depois de 6 meses.
Mais informações e vídeos sobre cirurgias plásticas podem ser acessadas
pelo link: www.cirurgiaestetica.com.br
Dr André Colaneri @dr.andrecolaneri
Especialista e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

beijos, Fran
15/06 2020
Mamoplastia
0 Comentários

Como escolher a prótese de silicone

As mamas femininas são o símbolo da feminilidade e beleza única da mulher. Não existe uma mama igual a outra e isso permite uma identidade preciosa da mulher. Quando se deseja realizar o aumento das mamas, surgem algumas dúvidas comuns: “que tamanho devo escolher?” e “qual o formato e material do implante?”.

Na verdade, a escolha do implante de silicone que vai ser usado é bastante complexa e leva em consideração outros fatores e não apenas o formato do implante. Para a cirurgia de aumento mamário estético, existem implantes de, basicamente, três formas: cônica, redonda e anatômica (“gota”).

Não existe uma regra geral de quando cada forma de implante é usada, pois isso depende do aspecto da mama da paciente e de sua expectativa quanto aos resultados. Existem dezenas de combinações de cada tipo de formato de implante associados ao seu diâmetro, projeção, tipo de cobertura e material usado. Por exemplo, uma mulher com baixa estatura e leve sobrepeso pode desejar aumentar as mamas e deve ter cuidado na escolha do implante, pois uma decisão errada pode dar a impressão de ficar exagerado ou com a aparência de estar bem acima do peso. Por outro lado, um implante muito pequeno pode não dar o resultado desejado. Por isso, é fundamental que a paciente converse abertamente com seu cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e relate sua expectativa frente a cirurgia de implante de mama.

Com sua experiência, o médico vai examinar o tipo de pele, se existe uma cobertura suficiente para esconder o implante (caso negativo, ele pode optar por colocar o implante atrás do músculo peitoral), além de analisar o corpo como um todo. Nessa análise geral, ele vai pontuar sobre as condições de peso, medidas do tórax e quadril, projeção das mamas e nádegas, entre outras coisas. Toda a análise é feita para que o novo implante se adeque não somente nas mamas, mas no equilíbrio corporal como um todo. Este cuidado é que gera a naturalidade do resultado esperado.

Dentre as dezenas de tipos de implantes mamários, observa-se a variação no volume em relação ao seu diâmetro e projeção. Com isso, o médico vai poder optar por um diâmetro mais largo em mulheres que tem o tórax grande ou escolher um implante com projeção maior nos casos em que se deseja maior projeção da mama. O perfil do implante é aferido pela sua altura a partir de sua base e pode ser: baixo, moderado, alto e extra-alto. Essa medida é diretamente responsável pela projeção da futura mama para frente.

Dessa maneira, entendemos que o exame clínico feito pelo cirurgião plástico é fundamental, pois a particularização na escolha do tamanho, tipo, formato, projeção e diâmetro só pode ser feita em conjunto com a paciente. Ou seja, não faz sentido a paciente já trazer ao médico seu desejo de colocar um determinado tamanho de implante porque sua amiga ou celebridade optou por esse volume específico. Cada pessoa tem seu biótipo, que deve ser respeitado.

Por fim, devemos lembrar que a escolha da marca do implante deve ser feita com cautela, pois existem muitas empresas mas nem todas seguem padrões rigorosos de qualidade. É prudente sempre investir em uma boa marca e seu cirurgião plástico poderá informar sobre as possibilidades. Como dica, vale a pena perguntar se o implante escolhido é aprovado pelo FDA americano que é extremamente rigoroso na aprovação de implantes de silicone. Não economize com sua saúde, invista em seu sonho priorizando também a segurança na escolha de um bom médico, implante de qualidade e hospital com suporte adequado.

Fonte: Minha Vida

beijos, Fran
05/06 2020
Topo