Plásticas
0 Comentários

Otoplastia pós-operatório

otoplastia tempo recuperação



 
Na Otoplastia, pós-operatório é bem mais tranquilo e não limita tanto suas atividades. Isso comparado a outras cirurgias plásticas, como uma mamoplastia de aumento ou a abdominoplastia.
O paciente recebe alta no mesmo dia ou em até 24 horas e precisa seguir algumas recomendações básicas. Assim, o seu tempo de recuperação Otoplastia é mais sossegado e você tem um resultado melhor.
Em geral, no pós-operatório Otoplastia você quase não sente dor. E, caso sinta, é facilmente controlada por analgésico. Confira abaixo as principais recomendações:
1. Evite sol, friagem e vento por cerca de 60 dias.
2. Tenha muito cuidado para não sofrer traumas no local nesse mesmo período.
3. Tome apenas os medicamentos indicados pelo seu cirurgião, obedecendo a quantidade e os horários previamente estabelecidos.
4. Mantenha o curativo de Otoplastia conforme orientação do seu médico. Seja paciente e não tire só para ver como ficou.
5. Evite dormir de lado, em cima da orelha, por pelo menos 1 mês e meio.
6. Use a faixa de Otoplastia indicada pelo seu médico (Saiba mais abaixo!)
7. Compareça em todas as consultas de pós-operatório Otoplastia. Em média, você passa por 5 consultas dessas, podendo variar conforme sua evolução.
8. Aguarde a liberação do médico para fazer atividades físicas, como esportes de contato (em média 2 meses).
9. Alimente-se bem! Apesar de não ter restrições, após o segundo dia, é recomendável fazer refeições ricas em proteínas e vitaminas.
10. Evite ingerir medicamentos à base de ácido acetil-salicílico, por exemplo, AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril… Ou qualquer medicação com efeito anticoagulante por pelo menos 15 dias depois da cirurgia.
No quesito curativo, saiba que no caso de crianças, é bem comum o cirurgião plástico optar pelo capacete Otoplastia. Esse é um tipo de curativo que oferece mais proteção e evita que ela mexa a região operada.
 

Otoplastia recuperação: saiba que…

otoplastia pode voltar

 

 
Assim como a cirurgia, o pós-operatório é bem tranquilo e o tempo de recuperação Otoplastia é relativamente rápido. Porém é fundamental manter os cuidados citados acima.
Conforme mencionamos, também é normal sentir certos desconfortos no início, como um latejamento. Para isso, basta tomar analgésicos simples.
Na Otoplastia, tempo de recuperação é em média de 4 a 5 dias. Isso para você voltar às atividades rotineiras, exceto exercícios físicos. Ou seja, esse é o período que você deve aguardar para poder retornar ao colégio, faculdade ou trabalho.
Com a evolução do processo de cicatrização Otoplastia, você deve aguardar cerca de duas semanas para retirar os pontos. Algo que, normalmente, é feita de forma rápida e sem dor.
Em casos extremamente raros, podem ocorrer infecções, abertura dos pontos ou queloides. Mas ao optar por uma clínica estruturada, que atue apenas com cirurgiões plásticos especializados e equipes experientes em cirurgia plástica, você tem mais segurança para evitar ou contornar esse tipo de situação.
Aqui na Dream Plastic, por exemplo, os médicos e a equipe de enfermagem acompanham de perto pós-operatório Otoplastia. E, graças à experiência de mais de 10 anos da clínica, há protocolos exclusivos de segurança. Com eles, e a própria vivência de cada profissional, é possível identificar um problema, previamente, e tomar medidas preventivas.
 

A importância da faixa de Otoplastia

faixa otoplastia

 

 
A faixa de Otoplastia é um acessório fundamental para a recuperação do seu procedimento. No geral, o paciente já sai do centro cirúrgico com ela na cabeça.
É importante ressaltar que a faixa Otoplastia ajuda na cicatrização, mantendo as orelhas na posição correta durante esse processo. Além disso, auxilia na redução de edemas (inchaço), algo bem comum em qualquer cirurgia.
O acessório é elástico, com fecho de velcro para um melhor ajuste. Ele pode ser usado por baixo do queixo ou por trás da nuca, que é a forma mais comum.
No geral, o paciente permanece com essa faixa para Otoplastia em tempo integral por cerca de 10 dias. Depois, é preciso continuar usando, porém apenas para dormir, isso por mais 50 dias.
Mas lembre-se, independente de usar a faixa de Otoplastia, você precisa evitar qualquer tipo de trauma e não dormir sobre elas.
 

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
20/08 2019
Plásticas
0 Comentários

O que é cirurgia de Otoplastia?

que é otoplastia

A Otoplastia é a cirurgia plástica feita com o objetivo de corrigir as alterações estéticas do formato das orelhas, deixando-as com uma aparência harmoniosa.
Ou seja, na Otoplastia, cirurgia tem como base fazer modificações capazes de promover o equilíbrio e a proporção em relação ao seu rosto.
Entre as modificações, é possível melhorar a forma, a posição ou a proporção da orelha. E, por menores que sejam essas alterações, os benefícios para a sua aparência e autoestima são incríveis!
Infelizmente, não existe nenhum outro tratamento para resolver esse tipo de problema que não seja a cirurgia de Otoplastia. Então, se você sofre com orelhas…

  • Excessivamente grandes (condição chamada de macrotia)
  • Salientes em um ou ambos os lados (popular orelha de abano)
  • Assimétricas
  • Já operadas, mas fruto de uma cirurgia que a deixou insatisfeita
  • Rasgadas no lóbulo (normalmente causado por alargadores)
  • Com alguma deformidade

Tudo isso têm solução com a cirurgia Otoplastia, um procedimento simples e realizado até em crianças.

Otoplastia lóbulo, Concha, Hélice e demais pontos importantes

otoplastia lobulo

Antes de falarmos mais sobre os tipos de Otoplastia, é importante conhecer a anatomia da sua própria orelha.
Para você ter uma ideia, ela é formada internamente por cartilagem, com um relevo bem singular. A borda lateral elevada é chamada de Hélice, seguida por uma pequena depressão nomeada de Escafa.
Ao continuarmos, teremos outra depressão, essa maior e conhecida como Anti-hélice. Já em contato com a nossa cabeça, encontramos uma grande depressão chamada Concha. A parte inferior, onde normalmente usamos brincos, é o Lóbulo.
Por exemplo, quem sofre com orelhas de abano, provavelmente teve uma má formação na Anti-hélice, associada ou não ao aumento da concha.

Tipos de Otoplastia

otoplastia idade mínima

Não há tantas variáveis quando o assunto é tipos de Otoplastia. Basicamente, o cirurgião plástico vai fazer uma análise do seu ouvido e dos objetivos que você tem com o procedimento.
Dependendo da situação, ele pode optar por extrair ou raspar parte da cartilagem. Isso é possível ser feito pela parte da frente ou atrás da orelha. Em outros casos, uma simples sutura já resolve.
Há situações também de quem está insatisfeito com o rasgo, normalmente, provocado por brincos ou alargadores. Otoplastia Lóbulo, feita para fechar este espaço, é ainda mais simples. E, após a cicatrização total, você pode fazer um novo furo se desejar.
Outra possibilidade é quando há ausência parcial ou total da orelha, devido a uma má formação congênita ou um trauma. Isso exige um trabalho minucioso do cirurgião, que usará enxertos de outras partes do corpo do paciente.

Cirurgia Otoplastia: você precisar saber…

otoplastia anestesia



Na Otoplastia, idade mínima para realizar a cirurgia é a partir dos 6 anos. Isso mesmo! É possível evitar anos de sofrimento e muitos traumas nas crianças operando quando elas são bem novinhas.
Até essa idade, o sistema auricular para de se desenvolver, atingindo um tamanho bem próximo ao de um adulto.
Claro que, por falta de conhecimento e informações, isso muitas vezes não acontece tão cedo. Por esse motivo, é bem comum que adolescentes e adultos também façam a cirurgia Otoplastia.
Nos casos de bebês que nascem com as orelhas proeminentes, é possível que essa situação seja corrigida naturalmente com o tempo.
Em média, o procedimento dura entre 1h e 1h 30. E, normalmente, após se recuperar da anestesia, você já recebe alta. Isso pode acontecer até no mesmo dia.
Otoplastia Anestesia é outra questão importante e pode variar dependendo da situação. No geral, em adolescentes e adultos é usada uma anestesia local com sedação. Em crianças que fazem Otoplastia, anestesia geral leve é a mais usada.
Claro que antes de tomar essa decisão, você deve passar em consulta com o anestesista. Ele tem a responsabilidade de avaliar suas condições operatórias e indicar o melhor medicamento anestésico.
Sonho em fazer minha Otoplastia, mas tenho dúvidas sobre a cicatriz. Se esse é o seu caso, fique tranquila. Normalmente, a cicatriz é imperceptível, pois fica localizada na dobra atrás da orelha.
Além disso, como se trata de uma região de pele muito fina, a própria marca tende a ficar bem sutil. No caso de ser feita na frente, a cicatriz também fica bem escondida, inserida nos vincos naturais da orelha.

otoplastia anestesia local

Após o encaminhamento ao centro cirúrgico e a preparação para a sua Otoplastia, anestesia é a primeira etapa do processo.
O médico anestesista faz a administração dos medicamentos anestésicos. Ele permanece ao seu lado, monitorando seu quadro clínico, durante todo o procedimento.
Em seguida, o cirurgião plástico assume e inicia fazendo a incisão, geralmente localizada na parte de trás da orelha.
Nos casos de corrigir as populares orelhas proeminentes, o cirurgião retira parte da cartilagem do pavilhão auricular.
Depois, faz suturas internas para proteger e sustentar a cartilagem recém-formada. Tudo isso fará com que os ouvidos fiquem mais próximos da cabeça.
Quando é necessária uma incisão na parte frontal, ela é feita dentro das dobras, por exemplo, entre a Escafa e a Anti-hélice.
O cirurgião finaliza seu trabalho fazendo as suturas nos pontos externos. Após isso, o curativo é elaborado ao redor da cabeça, como se fosse uma faixa. Deixando a área mais protegida.
Você será encaminhado para sala de recuperação, na qual deve permanecer sob supervisão médica por cerca de 2 horas.
Depois desse período há a liberação para o quarto, no qual deve fica até receber a alta hospitalar.  Isso, normalmente, acontece poucas horas após o procedimento.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
13/08 2019
Plásticas
0 Comentários

Quais são os tipos de nariz?

Há vários tipos de nariz e as classificações variam de acordo com seu tamanho e formato. Os mais comuns e conhecidos no Brasil, são:

  • Fino e arrebitado
  • Curto ou asiático
  • Negroide
  • Romano
  • Adunco

Não existe uma característica física que a gente possa usar para falar: esse nariz é típico de brasileiro. Nosso país é abençoado de várias formas, e a miscigenação de povos com certeza é uma delas.

Indígenas, negros, orientais, árabes… Todos contribuem e isso reflete nas variações de traços que temos hoje.

E, sobre os tipos de narizes, você vai conhecer um pouco mais sobre cada um deles a seguir.

1# Fino e arrebitado

narizes perfeitos

Desejo de consumo, o formato fino e arrebitado é considerado por muita gente como um nariz perfeito.

Esse tipo é caracterizado por uma ponte do nariz mais estreita, assim como as narinas. Sua ponta indicada, ligeiramente, para cima, mas com o dorso do nariz marcado por um leve côncavo.

Quando a busca é por um nariz bonito feminino, o formato fino e arrebitado com certeza vai ser citado.

2# Curto ou asiático

nariz coxinha

O formato curto é muito comum em descendentes de orientais e africanos. Até por isso também é conhecido como nariz asiático.

Sua principal característica é a falta de elevação no dorso do nariz. Além disso, a ponte do nariz e as narinas são mais baixas. O que, em conjunto, provoca aquele efeito de nariz amassado.

3# Negroide

como diminuir tamanho do nariz

Bem comum em descendentes de negros, o formato negroide apresenta a base e as narinas mais largas.

Nesse caso, é comum ser classificado como um nariz arredondado, pois sua ponta é cheia, porém curta.

Até por esse motivo, lembra também o nariz asiático, porém com as asas mais alargadas e o dorso do nariz mais curto. Além disso, tende a ter a pele mais espessa.

4# Romano

meu nariz muito grande

Normalmente quem busca como diminuir o osso do nariz tem o formato chamado romano. Isso porque esse tipo é caracterizado por ter a Giba Dorsal.

Ou seja, formado pelo osso do nariz alto, que dá a impressão de ter um “carocinho” no dorso. Ele é formado, basicamente, pelo excesso de osso e cartilagem e ganha destaque, principalmente, quando a pessoa está de perfil.

5# Adunco

cirurgia diminuir nariz

Entre os tipos de narizes populares, há ainda o adunco. Nele a ponte do nariz é saliente e a ponta faz uma curvatura para baixo, o que muitas vezes deixa a pessoa com aspecto envelhecido.

Além disso, quando a pessoa sorri, essa ponta curvada para baixo ganha ainda mais evidência. Em alguns casos, o tipo adunco também apresenta a Giba Dorsal.

Tipos de nariz feminino

Entre os tipos de narizes, Valéria já tinha identificado que o seu era classificado como adunco. Mas ela buscava mais, queria conhecer os tipos de nariz feminino para ter certeza disso e encontrar a melhor solução para a sua correção de nariz.

Logo descobriu que há características básicas que diferem as estruturas nasais de homens e mulheres. Por exemplo, os ângulos médios, tanto da parte superior quanto da inferior, apresentam números diferentes.

Porém, não há nomenclaturas diferentes para classificar tipos de nariz feminino ou masculino. Os 5 tipos de narizes que mencionamos anteriormente servem para ambos os sexos.

É importante lembrar ainda que tem muita gente, que independente de qualquer um desses formatos, está muito feliz com a sua aparência. E, por isso, nem pensa em cirurgias de nariz, tipos de rinoplastia ou plásticas no nariz.

Isso acontece, principalmente, com quem tem o tipo fino e arrebitado. Exceto claro, quando há um problema funcional. Por exemplo, uma paciente que sofre com desvio de septo.

Infelizmente, esse não era o caso da Valéria. Por isso, além de conhecer melhor o seu rosto, ela também queria entender os tipos de cirurgia plástica no nariz. Confira a seguir quais são as possíveis soluções.

Como afinar o nariz de batata?

afinar nariz batata

Quem acha que nariz batata é feio e busca uma solução entre os tipos de rinoplastia, pode ficar tranquilo. É possível fazer essa correção!

Para afinar nariz de batata as intervenções serão feitas para dar a impressão de um formato mais fino.

Para isso, o cirurgião plástico promove a elevação do dorso do nariz por meio de enxertos de cartilagem.

Geralmente, é feita ainda incisões nas narinas buscando estreitar a base e um enxerto de cartilagem na ponta. O resultado será um nariz mais projetado.

Solução para nariz largo

Quem tem o nariz largo ou com formato negroide e está infeliz, também encontra nos tipos de rinoplastia uma solução.

Nesse caso, o cirurgião plástico faz enxerto de cartilagem nariz. Isso é feito na estrutura para desfazer o aspecto de nariz redondo e curto. São realizadas também incisões para diminuir o tamanho das narinas.

É importante ressaltar que a correção de nariz tem como objetivo promover uma harmonização entre o rosto e o nariz. Isso sem descaracterizar os traços étnicos da paciente.

Como diminuir o osso do nariz?

cirurgias nariz

Muitas vezes, quem busca por como diminuir o tamanho do nariz por causa daquele ossinho ressaltado tem o formato adunco ou romano.

Para resolver isso, é feita uma rinoplastia de redução, caracterizada pela quebra e raspagem da estrutura óssea. O excesso de tecido cartilaginoso também é removido e o cirurgião consegue remodelar a região.

Quando há também a queda da ponta, é realizada ainda uma quebra da ligação entre a musculatura do nariz e a do lábio superior.

Nariz torto e agora, como endireitar o nariz?

como endireitar nariz

Calma, porque fazer esse tipo de correção de nariz também é possível. Porém, exige ainda mais experiência do médico cirurgião plástico.

Já que os ossos e a cartilagem do nariz, quando são sinuosos, tendem a voltar para sua posição inicial.

Quando o problema nasce com a gente, a estrutura nasal pode estar inserida numa face totalmente assimétrica. O que torna mais difícil encontrar o plano médio para endireitar um nariz torto.

Nesse caso, o cirurgião plástico, além de usar as técnicas corretas entre as cirurgias de nariz, precisa identificar o que exatamente está causando o desvio.

E, na busca de como endireitar o nariz, estão inclusos fatores como o reposicionamento do septo, dos ossos e das cartilagens nasais.

No caso de ter o nariz torto por causa de uma fratura ou trauma, o ideal é que isso seja tratado rapidamente. Assim os ossos não cicatrizam numa posição incorreta.

Mas, se isso não for possível, o cirurgião plástico precisa fazer novas fraturas para promover a correta posição.

Tipos de cirurgia plástica no nariz

todos tipos nariz

Apesar dos vários tipos de narizes, quando o assunto é cirurgia plástica não existem muitas diferentes. Os 2 tipos de rinoplastia principais são: a estética e a funcional.

A mais comum é a Rinoplastia Estética. E, seu principal objetivo é corrigir algo na aparência que incomoda a paciente. Para isso, o cirurgião plástico faz uma remodelagem nasal, buscando o equilíbrio estético entre o nariz e a face.

Já a Rinoplastia Funcional, como o próprio nome diz, tem como meta corrigir algum problema na funcionalidade do nariz. Condição que na maioria das vezes causa dificuldades respiratórias. Por exemplo, quem sofre com desvio de septo.

Esses 2 tipos de rinoplastia podem ser feitos de forma isolada ou combinados. Isso vai variar de cada caso, dependendo das necessidades da paciente.

Há ainda a Rinoplastia Reconstrutiva, realizada em pacientes com certos tipos de doenças ou que sofrem acidentes. Nesses casos é necessário recuperar o formato, o tamanho e até a resistência do nariz.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
06/08 2019
Topo