Mamoplastia
0 Comentários

Assimetria mamária

Na medicina, usa-se o termo “assimetria mamária” para denotar uma diferença no aspecto dos seios das mulheres, que pode ser de vários tipos: tamanho, posição das aréolas, formato, inserção no tórax, prolongamento lateral da mama, peso, entre outras.

A assimetria mamária é extremamente comum e não deve ser motivo de alarde. No entanto, deve-se ter atenção para mudanças súbitas de aparência das mamas, especialmente se estiver associado com febre ou dor no local. Nesses casos, pode-se tratar de mastite que é um quadro de inflamação das mamas.

Outra situação de atenção é a presença de nódulos palpáveis nas mamas que podem ser pequenos ou mesmo grandes chegando a distorcer a aparência da mama. Esses nódulos sempre precisam ser avaliados por mastologista.

A assimetria deve ser avaliada em consulta com o cirurgião plástico quando a aparência das mamas estiver incomodando. Excluindo-se todas as doenças de mamas que podem causar essa alteração, cabe ao cirurgião plástico recorrer a técnicas puramente estéticas para tentar minimizar a assimetria mamária.

Fonte: Minha Vida

beijos, Fran
04/11 2018
Mamoplastia
0 Comentários

Pode amamentar com silicone?

No geral quem tem silicone pode amamentar. Isto porque o implante é feito com um gel de alta coesividade que não ultrapassa a prótese.

Além disso, ele fica abaixo da glândula mamária. Portanto, não tem nenhum contato com o leite.

Porém, para ter certeza que a prótese de silicone não interfira na amamentação, é preciso tomar alguns cuidados. Por exemplo, não escolher um implante maior que o recomendado pelo cirurgião, O cirurgião vai indicar próteses com tamanhos adequados. Isto porque ao optar por uma maior que a recomendado, há o risco do silicone comprimir os canais por onde o leite é transportado e dificultar sua passagem. Apesar de ser uma possibilidade remota, pois nosso organismo tem uma enorme capacidade de adaptação, ela existe. Não fazer a incisão via areolar. Neste caso, há a possibilidade de corte dos ductos por onde o leite transita ou que influencia direto na passagem e na produção do leite.

Coloquei prótese de silicone quando posso engravidar?

 

Para quem já colocou os implantes, o recomendável é aguardar pelo menos 4 meses após a cirurgia. Isso para não correr nenhum risco durante a gestação e não prejudicar o aleitamento.

Já para evitar estrias o ideal é esperar cerca de 6 meses. Isto porque durante a amamentação a glândula mamária aumenta de tamanho.

Amamentar e colocar prótese de silicone são experiências independentes. Uma não invalida a outra. Mas se as gestações influenciarem no formato das suas mamas, a cirurgia plástica existe para resolver este problema.

 

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
31/10 2018
Mamoplastia
0 Comentários

Vou perder a sensibilidade depois do silicone?

O sonho de consumo de colocar silicone nos seios para muitas mulheres está cada dia mais acessível. Dados da Isaps (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética) mostram que o Brasil é o segundo país que mais realiza plásticas no mundo, atrás apenas dos EUA, e o implante de silicone é um dos procedimentos mais realizados. O cirurgião plástico e membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Fernando de Almeida Prado afirma que a cirurgia plástica bem sucedida ajuda a melhorar a autoestima, mas não devem ser vistas como ideal para a vida.

De acordo com o cirurgião plástico, o que pode diminuir a sensibilidade das mamas não é o implante de silicone, e sim o tipo de descolamento realizado.

— Normalmente ocorre diminuição ou aumento da sensibilidade das aréolas durante os primeiros seis a oito meses. Algumas pacientes chegam a se incomodar até com o roçar da camiseta. Depois desse período, volta à normalidade.

Fonte: r7

beijos, Fran
26/10 2018
Topo