Mamoplastia
0 Comentários

Quem tem Prótese de Silicone pode fazer Mamografia?

As mulheres que possuem prótese de silicone nas mamas também podem fazer o exame Mamografia normalmente. Contudo, deve-se avisar ao técnico que irá posicioná-la no aparelho que possui silicone para que ele modifique alguns parâmetros no aparelho.

Devido à presença da prótese de silicone, o aparelho deverá exercer menor pressão sob as mamas e, além disso, o técnico deverá posicionar a prótese mais para cima e para trás, a fim de que somente o tecido mamário seja visualizado.

Quando a mamografia é realizada numa clínica confiável, não há risco de rompimento da prótese de silicone, mas estudos comprovam que o uso do silicone pode diminuir a capacidade de diagnóstico precoce do câncer de mama em até 30%.

Assim, se o médico achar que a imagem gerada é duvidosa, para esclarecer as dúvidas poderá requisitar um exame de ultrassom mamário ou uma ressonância magnética.

Uma das formas de melhorar a chances de diagnóstico precoce do câncer de mama em mulheres com prótese de silicone é realizar a Mamografia digital, mas isto nem sempre isenta a necessidade de outros exames para confirmação do diagnóstico.

Fonte: Tua Saúde

beijos, Fran
21/10 2018
Mamoplastia
0 Comentários

O corpo pode rejeitar a prótese de silicone ?

A rejeição da prótese de silicone ou contratura capsular é uma reação normal do organismo, que pode acontecer nas mulheres que colocaram silicone nos seios.

Quando o organismo detecta a presença de um corpo estranho, sua função é expulsar ou absorver este ser desconhecido.

No caso da prótese de silicone, o corpo desenvolve uma membrana fininha que funciona como um sistema de defesa. Essa película envolve o implante e o isola, a fim de proteger o organismo.

A membrana não causa danos à saúde, entretanto, o seio fica mais firme ao toque.

Bom, mas quando acontece a contratura capsular de prótese de silicone?

O encapsulamento de prótese de silicone acontece quando a membrana criada fica mais espessa. A cápsula começa a apertar a prótese e, com o passar do tempo, ele é cada vez mais comprimido.

Até que o material do silicone não aguenta a pressão e se rompe. Esse é um problema raro que qualquer pessoa pode ter.

A rejeição da prótese de silicone pelo organismo é marcada por essa contratura capsular do implante.

Portanto, você apenas deve se preocupar quando sentir incômodos constantes ou notar que uma mama está com o formato diferente da outra.

Esses sintomas de rejeição de prótese de silicone aparecem justamente porque a cápsula fibrosa está fazendo uma contração no implante. O que causa diferentes graus de endurecimento.

Mas mesmo nesses casos, não precisa haver desespero, pois o problema pode ser facilmente resolvido pelo cirurgião plástico.

O encapsulamento de prótese de silicone pode ser classificado em diferentes graus:

  • Grau 1: a mama está normal, as mulheres não sentem incômodos e não há alterações estéticas.
  • Grau 2: ao apalpar a mama, a paciente sente levemente o implante. Mas não há alterações visíveis.
  • Grau 3: o implante pode ser sentido ao palpar a mama. Há assimetria em relação ao outro seio.
  • Grau 4: a mama fica endurecida, há assimetria grave e dor constante.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
17/10 2018
Mamoplastia
0 Comentários

Quais os modelos de prótese que existem?

 

  • Prótese redonda: a redonda é a prótese usada na maioria dos casos, quando a paciente deseja um bom preenchimento do colo mamário. E existem alguns perfis que podem ser seguidos a fim de projetar o parte superior da mama, a parte do meio ou ainda deixar com menos volume;
  • Anatômica (ou em gota): a anatômica é bastante indicada para pacientes que não desejam preenchimento do colo mamário, dando um volume alto, mas com um resultado super natural, que não dá aparência de estar apertando as mamas quando se usa um decote;
  • Cônica: costuma-se indicar o tipo cônico para pacientes que tem o tórax bem estreito, e que desejam uma mama super projetada.

 

Fonte: Ativo Saúde

beijos, Fran
16/10 2018
Topo