Plásticas
0 Comentários

Estar preparado psicologicamente para a cirurgia plástica é fundamental

FOTO: THINKSTOCK

A cirurgia plástica sempre esteve associada à psicologia. Iniciou como cirurgia reparadora, havendo relatos de casos de reconstrução nasal datados da idade média. Foi introduzida no Brasil pelo Dr. Antonio Prudente, no final da década de 30.

A busca da reparação de deformidades congênitas ou adquiridas visava a restauração da função afetada, assim como minimizar as importantes conseqüências psicológicas no campo pessoal, afetivo e profissional.

Com o aperfeiçoamento das técnicas cirúrgicas e anestésicas, a cirurgia plástica passou também a visar o aprimoramento estético, justificado pela crescente busca da autoestima.

Porém, a massificação da mídia e imposição do padrão de beleza vigente tem também trazido distorções psicológicas.

Há pacientes eternamente insatisfeitos consigo mesmos e que projetam na cirurgia plástica a resolução dos seus problemas. Evidentemente serão sempre insatisfeitos com os resultados obtidos, por melhores que sejam, pois a cirurgia não resolverá as mazelas pessoais, familiares e profissionais.

Existem outros que apresentam distorções de autoimagem, sempre buscando correção de defeitos inexistentes. Logicamente também nunca ficarão satisfeitos com a cirurgia, pois o foco mudará assim que esta terminar e encontrarão novo defeito.

Outro tipo de distorção psicológica encontrado nos consultórios é exemplificado por pacientes que querem alterar a fisionomia para se parecerem com celebridades. Caso tais alterações sejam tentadas, haverá uma frustração por não ficar igual ao seu ídolo além de poder passar a apresentar problemas de não reconhecimento da autoimagem.

Uma importante particularidade da cirurgia plástica estética, e que, ao meu ver, é uma grande vantagem em relação aos outros campos da medicina, é que não há necessidade nem urgência em fazê-la. Isso permite que ela seja realizada apenas no momento ideal, quando o paciente estiver pronto nos planos físico e psicológico.

O papel do cirurgião é buscar no arsenal técnico formas de obter melhorias que visem o rejuvenescimento e a correção de distorções estéticas, porém sem alterar as características étnicas e fisionômicas, visando sempre a naturalidade dos resultados.

A conversa com o paciente deve ser clara, direta e franca, não deixando dúvidas quanto aos resultados possíveis e limitações técnicas. Nos casos de se deparar com pacientes instáveis emocionalmente, deve encaminhar para acompanhamento psicológico e postergar a cirurgia.

Sendo assim, a cirurgia plástica é um procedimento seguro e com alto índice de satisfação entre pacientes e médicos. Porém, o Especialista sabe que tão importante como saber quem, como e quando operar é saber quem NÃO operar, caso contrário ambos ficarão insatisfeitos.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
05/05 2020
Plásticas
0 Comentários

Delineado definitivo

ISTOCK

Você é daquelas que têm dificuldades para fazer o traço perfeito, mas adora um olhar mais expressivo? Pode ser que o delineado definitivo seja a solução. Mas é todo mundo que pode fazer? Ele é perigoso? Tire todas as suas dúvidas sobre esse procedimento estético e veja se vale a pena investir nessa técnica.

Qual tinta é utilizada?

Utiliza-se pigmentos orgânicos próprios para micropigmentação. Ou seja, pigmentos extraídos de plantas, madeiras, lãs… Esses produtos são mais resistentes a alergias.

Dói?

Existem anestésicos tópicos disponíveis no mercado para deixar o procedimento bem suportável. Porém, por ser uma região sensível, é possível sentir algum incômodo, mas nada insuportável.

Quanto custa?

Os preços variam muito de região para região e de profissional para profissional. É importante salientar que um bom profissional, que trabalha com boas marcas de produtos e investe em formações e estudos constantes, tem um valor mais elevado – uma média de R$ 750 a R$ 1500.

Delineado definitivo é igual tatuagem?

Na realidade, trata-se de uma micropigmentação. Por isso, recomenda-se que a cliente renove o procedimento no decorrer dos anos para devolver a qualidade da cor.

Agora que você já tirou suas dúvidas sobre o delineado definitivo, veja as contraindicações e descubra se você pode fazer o procedimento.

Delineado definitivo é perigoso?

De acordo com a especialista, há certas contraindicações. Por exemplo, a técnica não deve ser feita em pessoas que tenham feito cirurgias oculares recentemente ou que possuem glaucoma, já que se trata de uma região sensível e diretamente afetada pelo procedimento. Ainda, segundo Paloma, o delineado permanente é proibido para diabéticos e pessoas que estão fazendo tratamento contra o câncer, fazem uso de anticoagulantes ou de marcapasso.

Cuidados com o delineado definitivo para evitar problemas

  1. Procure um profissional especializado: trata-se de um procedimento delicado que ficará um bom tempo na sua pele. Portanto, procure um especialista em micropigmentação e certifique-se de que as tintas e os materiais usados têm boa procedência.
  2. Faça compressas: logo após o procedimento, faça compressas com algodão e água gelada para aliviar a região.
  3. Evite banhos muito quentes: nos primeiros dias após fazer o delineado, não utilize água muito quente no banho.
  4. Utilize cicatrizante: assim como os cuidados com a tatuagem, recomenda-se o uso de cicatrizante ao longo de uma semana.

Para certificar-se de que você não terá problemas na cicatrização, siga à risca as recomendações orientadas pelo especialista. Além disso, contrate um bom profissional, para evitar traços irregulares e tintas de má qualidade.

Fonte: Dicas De Mulher

beijos, Fran
30/04 2020
Plásticas
0 Comentários

As plásticas de Rafa Kalimann

Rafa Kalimann fez lipo, bichectomia, plástica nas orelhas, botou silicone e botox: antes e depois

Num papo sobre beleza entre as sisters que estão ainda confinadas no “BBB 20”, cada uma falou sobre os procedimentos que fez antes da fama. Uma das que mais passou pelo bisturi é Rafa Kalimann. A mineira, que acaba de completar 27 anos, se submeteu a pelo menos três cirurgias plásticas e alguns retoques no rosto.

Com 1,72m de altura, a influenciadora já foi bem magrinha. Há seis anos, no entanto, começou uma mudança para, segundo ela, ficar mais harmoniosa. Rafa contou às novas amigas que recorreu à lipoaspiração para desenhar a cinturinha e perder a barriga, além de colocar silicone nos seios.

Rafa Kalimann fez lipo, bichectomia, plástica nas orelhas, botou silicone e botox: antes e depois

“Quando fiz, ficou lindo. Me lembro até hoje da minha barriga lisinha”, relatou ela, ao ser questionada por Gizelly, que também deu uma repaginada em seu corpo.

Rafa contou ainda que operou as orelhas, que eram de abano, e que fez uma bichectomia: “Não senti muita diferença”, disse. A missionária ainda enumerou os procedimentos que fez antes de entrar no reality.

“Fiz botox em novembro e já caiu um pouco. Também fiz preenchimento labial. Faço sempre”, entregou ela, para espanto de Manu Gavassi, que achou que a boca da amiga era original: “Eu tenho lábio carnudo, mas fica maior assim. No dia em que faço, fica imenso, muito inchado. Mas não escondo, não”.

Fonte: Extra/Globo

beijos, Fran
18/04 2020
Topo