Plásticas
1 Comentário

Como saber meu peso ideal?

Como saber se estou acima do peso?

A partir do IMC é possível verificar se os níveis de gordura e peso estão dentro do recomendado. Quando o índice está acima do padrão indicado, então quer dizer que você está acima do peso (veja na imagem).

Algumas pessoas podem apresentar doenças, como diabetes e hipertensão, logo na etapa nomeada como acima do peso. Isto porque a gordura aumenta o risco de desenvolver várias doenças.

Se esse for o seu caso, reveja e melhore seus hábitos!

Como saber se estou abaixo do peso?

Quem tem o IMC abaixo do recomendável, pode desenvolver doenças relacionadas à subnutrição e carência de minerais.

Por isso recomendamos que consulte um nutricionista para saber se há algum problema com a saúde. Esse médico especialista avalia se o peso abaixo do normal ameaça a saúde ou se é apenas uma característica pessoal.

Como saber se meu IMC está bom?

Basta fazer o cálculo do IMC, anotar o resultado e conferir na tabela abaixo:

IMCCLASSIFICAÇÃO
Abaixo de 17Muito abaixo do peso
Entre 17 e 18,49Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,99Peso normal
Entre 25 e 29,99Acima do peso
Entre 30 e 34,99Obesidade I
Entre 35 e 39,99Obesidade II
Acima de 40Obesidade III (mórbida)

O importante é observar o quanto você está distante da meta de alcançar o peso ideal. E buscar soluções para se aproximar dele. Veja a seguir algumas soluções:

3 dicas para alcançar o meu peso ideal

qual o peso ideal

Como você viu, alcançar o peso ideal oferece alguns benefícios para a saúde. Vai contribuir, por exemplo, para baixar a pressão arterial, a glicemia e o colesterol.

Sabemos que não é fácil ter foco para seguir novos hábitos. Por isso, comece colocando mais determinação no processo de bem-estar, ao invés de colocar metas de peso para alcançar.

Obviamente que 2 das dicas para conseguir o peso ideal são: a alimentação e a pratica de exercícios. Essa combinação, bem executada, possibilita combater os riscos do aumento de peso.

No processo de emagrecimento, você deve seguir algumas dicas para levar um estilo de vida saudável:

  • Checar e controlar o peso com frequência
  • Respeitar as três refeições diárias e beber muita água
  • Evitar alimentos industrializados e bebida açucaradas
  • Respeitar a hora das refeições, alimentando-se com calma
  • Fazer atividade física diariamente

#1 Dieta para você dizer: estou no meu peso ideal

estou no meu peso ideal

Há milhares de dietas que prometem milagres, mas sabemos bem que muitas apenas deixam o organismo carente de alguns nutrientes.

Por isso, antes de qualquer coisa, indicamos que você procure um nutricionista. Ele é capaz de recomendar uma alimentação adequada para você, respeitando a sua rotina.

De qualquer forma, separamos os principais alimentos que compõe um cardápio fitness:

  • Consuma carboidratos: com índice glicêmico baixo, como batata doce e arroz ou pães integrais.
  • Não esqueça a proteína: a proteína tem a capacidade de frear a velocidade de absorção da glicose.
  • Prefira as gorduras boas: são aquelas chamadas de poli-insaturadas, presentes em alimentos como peixes, nozes e azeites.
  • Beba bastante água: para te manter hidratada e também para ajudar no bom funcionamento do seu intestino.
  • Coma muitas frutas e verduras: insira mais porções nas suas refeições, tanto nas principais, quanto nos lanches intermediários.

#2 Exercícios para você parar de sofrer com o seu peso

peso certo

Você se questiona com frequência sobre qual o meu peso ideal? Sim? Então quer dizer que ainda há algumas gordurinhas te incomodando. Por isso separamos alguns exercícios para te ajudar a alcançar o peso certo.

Além de adquirir hábitos alimentares mais saudáveis, você também precisa mesclar com os exercícios físicos.

  • Abdominais tradicional e lateral: para fortalecer os músculos do abdômen e deixar a barriga sarada.
  • Prancha para secar a barriga: não faz emagrecer, mas fortalece, tonifica e define os músculos abdominais, das costas e ombros.

#3 Acabe com as gorduras localizadas!

qual o imc ideal

Você vai perceber que ao adotar uma alimentação saudável e exercícios físicos, o seu peso vai diminuir. Porém, ainda assim ficarão algumas gordurinhas localizadas. Essas são difíceis de sumirem!

Uma solução é recorrer à lipoaspiração, que elimina não apenas a gordura localizada no abdômen, mas também nos flancos e costas.

Além disso, há uma opção que utiliza a gordura tirada para modelar outra parte do corpo, como o bumbum. Essa técnica é conhecida como lipoescultura.

Vale ressaltar que o foco da lipoaspiração NÃO é o emagrecimento. Mas o seu objetivo é modelar o corpo por meio da remoção de gordura localizada.

Em alguns casos, a paciente precisa até emagrecer para obter um resultado melhor com a lipo.  Para você ter uma ideia, o cirurgião plástico pode tirar entre 5 e 7% do peso ideal da paciente. Ou seja, quanto mais gordura houver para ser retirada, menos evidente ficará o resultado.

Este é um limite estipulado para trazer segurança à paciente. Portanto, quanto mais acima do peso a pessoa estiver, menor será o resultado.

Ou seja, é importante investir em alimentação balanceada e exercícios físicos desde antes da cirurgia.

Assim, além de perder peso para o procedimento, seu corpo também se acostuma à nova rotina. E, esses novos hábitos deverão fazer parte da sua vida para manter os resultados conquistados com a cirurgia.

Passe em consulta com um profissional especialista, para que ele possa avaliar se você está no peso ideal.

Você tem interesse em conhecer histórias de mulheres que fizeram uma lipo? Venha fazer parte do grupo exclusivo de pacientes da Dream Plastic, no Facebook.  Clique no botão abaixo:

Qual o peso ideal para fazer uma cirurgia plástica?

Não existe nenhuma regra falando sobre o peso certo para fazer uma cirurgia plástica. Entretanto, os cirurgiões habilitados pela SBCP ressaltam que para obter melhores resultados a paciente deve estar próxima do seu peso ideal.

Principalmente nas cirurgias que envolvem a estética corporal, como abdominoplastia, lipoaspiração e redução de mamas.

Por exemplo, a questão do peso pode influenciar até mesmo no tamanho da cicatriz. Pois quanto mais pele houver para retirar, maior ela ficará.

Se o seu IMC se enquadra como peso ideal, provavelmente você vai poder realizar a cirurgia plástica sem problemas. Mas ainda assim precisa realizar exames clínicos (indicados pelo cirurgião plástico em consulta), para verificar se sua saúde está em dia.

Da mesma forma, se o peso estiver acima do ideal (sobrepeso ou obesidade), os exames também serão realizados e o cirurgião plástico vai avaliar se os resultados estão satisfatórios.

Na consulta de avaliação antes da cirurgia, o médico também vai observar:

  • Idade
  • Estilo de vida
  • Biotipo corporal

Não desista de fazer uma cirurgia plástica se você estiver acima do peso. Procure por um bom profissional para verificar se o procedimento desejado é indicado mediante suas condições pré-operatórias.

Se você planeja sua cirurgia plástica, mas está longe do peso ideal, é um bom momento para começar a emagrecer.

Faça isso de forma saudável. Mescle uma alimentação balanceada com a prática de exercícios físicos. Se for o caso, peça a ajuda ao nutricionista.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
16/10 2020
Plásticas
0 Comentários

Rinoplastia Secundária

rinoplastia secundaria


 
Quem já fez uma cirurgia de nariz e não ficou feliz com o resultado já deve ter escutado falar da rinoplastia secundária.
O desejo de ter um nariz mais fino, arrebitado ou até mesmo totalmente reestruturado é o que move as pessoas a buscarem pelas técnicas de rinoplastia.
No entanto, é preciso entender que a rinoplastia é um dos procedimentos de cirurgia mais complexos da área.
Sendo assim, é comum que novas intervenções sejam realizadas em busca do melhor resultado possível. Aí que entra a chamada de rinoplastia secundária.
Conhecida também de cirurgia para corrigir uma rinoplastia mal sucedida ou apenas de rinoplastia de correção.
Ela é considerada por pessoas que já aguardaram o tempo de recuperação orientado pelo médico especialista em rinoplastia, porém não alcançaram o resultado pretendido com o procedimento.
Contudo, existem alguns critérios que precisam ser levados em consideração antes de optar pelo retoque rinoplastia. Continue lendo para descobrir!
 

Rinoplastia: retoque serve em quais casos?

rinoplastia retoque

 

 
Algumas pessoas dizem: “Eu fiz rinoplastia e me arrependo muito!”.
Quando o problema funcional ou estético não é resolvido, a insatisfação com a primeira cirurgia no nariz pode acontecer. Nesses casos a paciente deve considerar uma segunda rinoplastia.
Esse procedimento tem por objetivo otimizar o efeito alcançado na cirurgia de nariz feita na paciente. Ou seja, essa opção é indicada para melhorar o resultado, tanto no quesito estético quanto funcional.
 
Você tem interesse em conhecer histórias de mulheres que fizeram uma rinoplastia? Faça parte do grupo exclusivo de pacientes da Dream Plastic, no Facebook.  Clique no botão abaixo:
 

Por que optar por uma segunda rinoplastia?

A decisão de passar novamente por um centro cirúrgico pode ter vários motivos, como:

  • Problemas de respiração: caso a paciente sinta dificuldade de respirar após a primeira cirurgia, principalmente na hora de dormir, então é um bom motivo para uma segunda rinoplastia.
  • Não alcançou o resultado desejado: esta é uma situação em que a paciente está insatisfeita com a aparência obtida na primeira cirurgia de rino. Isso pode ser decorrente de problemas na hora da cicatrização.

 
Vale ressaltar que a rinoplastia é uma cirurgia bem complexa, por isso a probabilidade de haver uma correção é maior.
Segundo a literatura médica a chance é alta, atinge de 15 a 40 % dos casos de rinoplastia. E esse número pode variar dependo do conhecimento técnico do cirurgião.
A experiência dos cirurgiões plásticos conta muito nessa hora. Por exemplo, o índice de retoques do especialista em rinoplastia SP da Dream Plastic é baixo. Isto se deve ao fato da ampla experiência em cirurgia plástica.
Entretanto, qualquer insatisfação com o resultado, muitas vezes, não pode ser considerado como um erro médico. Pois a recuperação interna pode se dar de forma diferente do previsto.
 

Devo esperar quanto tempo para recorrer a uma rinoplastia secundária?

rinoplastia eu fiz

 

 
A paciente deve esperar, no mínimo, um ano antes de se submeter a uma segunda rinoplastia. É importante respeitar esse prazo para que as estruturas nasais estejam completamente recuperadas e cicatrizadas.
Além disso, vale lembrar que o resultado definitivo de uma cirurgia de nariz só pode ser observado depois de 6 meses do procedimento. Tudo isso porque…

  • O nariz precisa de um tempo para desinchar, o que influencia diretamente em sua forma final.
  • A complexidade da primeira cirurgia pode influenciar no tempo de recuperação. Ou seja, quanto mais o cirurgião plástico precisou alterar o nariz da paciente, maior será o tempo de espera.

 
Em média, esses influenciadores levam até um ano para sumir. Portanto, esse é o tempo mínimo aconselhado para buscar uma rinoplastia reparadora. Muitos especialistas em rinoplastia não realizam a cirurgia secundária antes disso.
 

Rinoplastia blog: a complexidade da cirurgia de retoque

fibrose nariz

 

 
A rinoplastia secundária é uma operação ainda mais complexa, se for comparada com a primeira intervenção no nariz.
Isto porque as estruturas nasais passaram anteriormente por alterações, por isso estão mais sensíveis. Sendo assim, o cirurgião plástico vai manipular os tecidos da forma mais delicada possível.
No entanto, se houver a necessidade do uso de enxertos para modelar o nariz, a alternativa é retirar cartilagem de outras áreas do corpo.
Pois, como já foi usada a cartilagem do septo nasal na primeira cirurgia, o especialista em rinoplastia vai partir para outros locais, como orelhas ou ossos da costela.
Além disso, os tecidos na realização da segunda rinoplastia tendem a estar mais firmes e com fibrose no nariz. Consequentemente, a manipulação cirúrgica é mais complexa.
A complexidade também está relacionada com a quantidade de cirurgias realizadas anteriormente na área. Quanto maior o número de procedimentos realizados, menor será a quantidade de tecido disponível para que o profissional realize o trabalho de forma adequada.
Por este motivo, a cirurgia deve ser feita com muita cautela. Pois, a pele, a cartilagem e a vascularização dos tecidos já não são a mesma.
 


 

Qualquer cirurgião pode realizar rinoplastia secundária?

segunda rinoplastia

 

 
Como se trata de um procedimento delicado e de grande precisão é fundamental que o ele seja realizado somente por um especialista em rinoplastia.
É importante ainda que o médico seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e registrado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM).
Devido à complexidade da rinoplastia secundária, apenas um especialista é capaz de avaliar todos os aspectos funcionais e estéticos do nariz. Bem como o grau de insatisfação da paciente e, principalmente, se os tecidos locais permitem um conserto que corresponda às suas expectativas.
O sucesso da rinoplastia secundária não depende apenas do cirurgião, fatores como pele aderida ao osso, fibrose no nariz e até mesmo o excesso de pele podem comprometer o segundo procedimento.
Assim como a má execução do primeiro procedimento, dobras na cartilagem e até mesmo ações respiratórias, que são particulares para cada paciente.
Cabe a esse profissional descobrir quais as principais queixas dos pacientes e analisar se é possível fazer uma nova operação.
Com o médico especialista são nulos os riscos de ter uma piora no quadro, deixando-a ainda mais insatisfeita. E você terá a certeza de que estará mais perto de conquistar o nariz que sempre sonhou.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
09/10 2020
Plásticas
0 Comentários

Como pesquisar o médico que você escolheu ?

Existem duas formas de se fazer a pesquisa pela internet, para verificar se o médico escolhido é realmente um cirurgião plástico especialista. Com o nome do médico ou seu número de CRM, qualquer um pode entrar no site da (SBCP) http://www2.cirurgiaplastica.org.br/ e verificar se o médico está devidamente cadastrado. A ausência de cadastro indica,que o médico não é um especialista. Outra pesquisa que tem que ser feita é no site do CREMESP http://www.cremesp.org.br/ Neste cadastro, deve ser observado se há o registro de Cirurgia Plástica e se o médico está em condição “Ativa”. A importância desta pesquisa se dá pelo fato de que médicos em especialização – cursando Residência Médica de Cirurgia Plástica – podem estar cadastrados na SBCP, porém ainda não estão aptos a registrarem a especialidade no Conselho. Neste caso, não são especialistas, ainda. Vc pode acessar o site http://www.cirurgiaplastica.org.br/ para saber se realmente ele está registrado no conselho específico para cirurgiões plásticos. E também pode recorrer ao site do tribunal de justiça pra saber se tem algum processo contra ele ou clínica/hospital onde atua (site STF:http://www.stf.jus.br/portal/processo/pesquisarProcesso.asp
É muito importante vc pesquisar não só nos sites mas procurar saber dos pacientes que já se submeteram a cirurgias plásticas com o médico que vc escolheu.

beijos, Fran
14/09 2020
Topo