Mamoplastia
0 Comentários

Silicone por baixo do músculo

 

Ao pesquisar silicone por baixo do músculo, você também vai encontrar os termos silicone intramuscular, prótese de silicone submuscular (SM) e retromuscular, mas todos querem dizer a mesma técnica, ou seja, quando o cirurgião plástico levanta o músculo peitoral para colocar o implante.

 

Esta posição é indicada para mulheres que têm a pele fina, pois assim elas não terão a intensa sensação de sentir a prótese. Além disso, o silicone submuscular é ideal para quem busca umaaparência mais discreta, sem que o colo fique muito projetado.

 

O pós-operatório do silicone submuscular é considerado uma das desvantagens, já que a primeira semana de recuperação pode ser um pouco mais dolorida. Por isso, normalmente a paciente precisa tomar analgésicos.

 

 

Com o tempo, pode haver flacidez das mamas, mas neste método a prótese não cai, pois está ancorada no músculo.

 

Em alguns casos, isso pode causar o efeito “dupla bolha”, no qual o silicone fica no lugar, mas a pele cede.

 

A prótese de silicone atrás do músculo também é aconselhável para quem tem histórico de câncer de mama. Isto porque o implante fica mais distante das glândulas mamárias, local onde se formam os nódulos.

 

Assim, se for necessário, existe a possibilidade de tratar a doença sem retirar a prótese de silicone.

 

Pós-operatório Silicone Submuscular

 

Conforme mencionamos acima, o pós-operatório de silicone submuscular é considerado uma das desvantagens. Mas também não é nada absurdo.

 

Por ser uma cirurgia um pouco mais evasiva, pois é necessária a distensão do músculo para a colocação da prótese de silicone, consequentemente, causa um pouco mais de incômodo para a paciente.

 

Logo, no pós-operatório da prótese de silicone submuscular o nível de dor será maior do que da cirurgia de prótese de silicone por cima do músculo.

 

Mas a dor logo vai passar após você ingerir os medicamentos certos indicados pelo seu cirurgião plástico.

 

A diferença é que a duração da recuperação da cirurgia de silicone atrás do músculo pode ser mais longa.

 

Fonte: Dream Plastic

 

beijos, Fran
29/05 2017
Mamoplastia
0 Comentários

Cirurgia de prótese de silicone: por cima ou por baixo?

 

Nesse tipo de cirurgia plástica, a prótese é colocada em uma bolsa formada no tecido mamário. Mas há diferentes técnicas de implantação, são elas:

 

  • Submuscular: a prótese é colocada entre os músculos mamários e contra a parede do tórax, concedendo uma aparência mais discreta aos seios.

 

  • Subglandular: a prótese é colocada abaixo das glândulas mamárias e por cima do músculo, deixando o colo bem marcado, o famoso “peito bolota”.

 

  • Subfascial: a prótese é posicionada em cima dos músculos mamários, mas sob a camada fascial e as glândulas, ou seja, combina as duas técnicas anteriores.

 

O cirurgião plástico especializado irá ajudá-la a tomar esta decisão. Porque depende de como você espera o resultado final, do seu tipo de pele que, por exemplo, se for muito fina não pode ser subglandular, pois pode causar o rippling, que é o enrugamento da pele das mamas.

Ao optar pela cirurgia de prótese de silicone, saber qual marca você irá colocar também é uma parte importante do processo. Mesmo porque, este é um produto que ficará dentro do seu corpo por muito tempo.

Hoje em dia algumas marcas oferecem garantia vitalícia das suas próteses. Independente disso, é fundamental que a escolhida tenha registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Dream Plastic leva isso tão a sério, que os médicos diretores da clínica visitavam as fábricas de próteses para atestar a qualidade.

E, graças a este padrão rigoroso de qualidade, a clínica baniu as marcas Rofil e a PIP muito antes delas serem suspensas pela Anvisa.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
13/05 2017
Topo