Mamoplastia
0 Comentários

O que é Mastopexia?

A cirurgia de Mastopexia, ou lifting de mamas, tem o objetivo de remodelar e levantar os seios.

A técnica é aplicada para reverter o caimento natural presente na região, chamada de ptose mamária (termo técnico para seio caído).

Além disso, a Mastopexia possibilita reposicionar a auréola da mama e alterar o tamanho do bico, caso ele seja muito grande.

O levantamento dos seios se dá com a retirada da pele. Para isso, o cirurgião plástico faz incisões ao redor da aréola, que podem se estender até o sulco mamário.

Ao comparar a Mastopexia antes e depois, você vai perceber que a cirurgia consegue devolver a projeção e a firmeza aos seios.

Por que fazer uma cirurgia de Mastopexia?

cirurgia de mama

O nosso corpo passa por diversas transformações: de bebê para criança; de menina para mulher… E, devido ao envelhecimento natural, não tem jeito, as mamas ficam flácidas.

Mas alguns fatores podem influenciar e até antecipar o aspecto de seio caído, como:

  • Alterações hormonais
  • Período de gestação
  • Amamentação
  • Menopausa
  • Oscilações no peso

Como você pode perceber, ter mamas caídas é algo muito comum, que prejudica a autoestima de muitas mulheres em São Paulo.

A vergonha das mamas é tanta que, muitas vezes, afeta na relação íntima. Já tivemos pacientes com bloqueios na hora H, que não tiravam a blusa e deixavam a luz apagada.

Tudo isso porque se sentiam muito inseguras e envergonhadas. E, pior, muitas já sabiam que atividade física não resolveria o problema.

Somente a Mastopexia acaba com o seio caído!

Como é feita a cirurgia de Mastopexia?

Cirurgia de Mastopexia

Após escolher a clínica de cirurgia plástica, marque sua consulta com o cirurgião de sua preferência.

Ele avalia se a Mastopexia é realmente indicada ao seu caso. Em seguida, solicita alguns exames para ter certeza que suas condições clínicas permitem a intervenção cirúrgica.

As cirurgias de mama devem ser realizadas apenas em hospitais devidamente equipados para procedimentos estéticos.

A duração da intervenção cirúrgica varia de acordo com a quantidade de pele flácida a ser removida ou com a necessidade de procedimentos adicionais, como a inclusão de prótese de silicone. Na maioria dos casos dura entre 3 e 4 horas.

Anestesia para a Plástica nos seios

Na fase pré-operatória, você deve passar em uma consulta com o anestesista. Assim, além de esclarecer suas dúvidas sobre o melhor tipo de anestesia, também vai  conhecer detalhes do dia da cirurgia.

Essa é uma consulta garantida por lei devido à importância para a segurança da paciente. Direito seu e que a Dream Plastic faz questão de atender.

Os médicos especialistas e mais experientes aplicam a anestesia peridural com sedação.

Esse tipo de anestesia oferece mais benefícios à paciente, já que permite uma recuperação mais tranquila e ainda contribui para a prevenção de tromboses. Por outro lado, exige um anestesista bastante experiente em cirurgia plástica.

7 cuidados ao se preparar para a cirurgia Mastopexia

cuidado cirurgia Mastopexia
  1. Evite fumar, no mínimo, 2 semanas antes da cirurgia.
  2. Não ingira bebidas alcoólicas 3 dias antes da cirurgia.
  3. Interrompa o uso de anti-inflamatórios e AAS, 10 dias antes, e de aceleradores de metabolismo, de 2 a 3 semanas.
  4. Esteja de jejum absoluto de 8 horas para a intervenção cirúrgica.
  5. Não use anéis, brincos, pulseiras e objetos de valor no grande dia.
  6. Escolha uma muda de roupa fácil de vestir para o hospital.
  7. Não se esqueça de levar todos os resultados dos exames.

O passo a passo da Mastopexia sem Prótese

Como é feita a cirurgia de mastopexia?
  • Antes de iniciar o procedimento, o cirurgião limpa a área que será operada e desenha as linhas de incisão.
  • Em seguida, o médico faz um corte em volta da aréola, que em muitas vezes, se estende verticalmente. Outra incisão é feita no sulco inframamário, formando um “T invertido”.
  • O passo mais importante é reposicionar a aréola. A sua posição original é, mais ou menos, na direção do meio do braço. Mas o médico tem uma técnica específica de avaliar qual é o local correto para a aréola de cada paciente.
  • Tendo a aréola como referência, o cirurgião plástico consegue definir qual é a quantidade de pele que deve ser retirada.
  • Então, as incisões são suturadas e aplicam-se os curativos e as bandagens.

Cicatriz Mastopexia T Invertida

Cicatriz Mastopexia T Invertida

As cicatrizes podem ser em forma de T invertido (mais comum), L invertido, cicatriz vertical ou, simplesmente, ao redor das aréolas. O que define o tipo é a quantidade de pele e o grau da queda da aréola.

Vale lembrar que a qualidade da cicatriz independe do tipo de incisão. Na verdade, o que interfere é a genética de cada paciente.

Isto porque, se houver predisposição, a cicatriz pode se tornar hipertrófica ou queloidiana.

Tipos de Cicatriz de Mastopexia

  • Mastopexia Periareolar (ao redor da aréola):essa técnica é a menos invasiva, pois envolve somente a incisão na aréola. Mas, é indicada somente para quem tem mamas pequenas e necessitam retirar pouca quantidade de pele.
  • Vertical: a técnica vertical envolve uma incisão que se estende no contorno da aréola. Esse tipo é indicado para mulheres com flacidez de pele leve ou moderada.
  • Cicatriz Mastopexia T invertida:envolve uma incisão maior, que vai da aréola até o sulco inframamário. Outro corte é feito lateralmente na porção inferior da mama. Essa técnica proporciona um maior grau de elevação, por isso é indicada para quem apresenta flacidez acentuada.

Na cirurgia de Mastopexia, a paciente ganha uma mama levantada, só que em troca tem uma cicatriz.

As cicatrizes são marcas permanentes, mas após 12 meses, dependendo da genética, elas tendem a ficar quase imperceptíveis.

Mastopexia com prótese para recuperar o seio caído

A cirurgia de Mastopexia pode ou não ser associada com a prótese de silicone.

Ao optar pelo implante, o médico analisa essa possibilidade levando em consideração a flacidez e a quantidade de tecido.

A vantagem de optar por uma Mastopexia com prótese é que o implante dará mais firmeza à mama.

Porém, se for colocada uma prótese grande e a pele da paciente não tiver a densidade adequada, os seios podem ceder e a flacidez voltar.

Nesses casos, os cirurgiões costumam optar por um pequeno implante colocado atrás do tecido mamário.

A associação da cirurgia de Mastopexia com silicone oferece resultados incríveis. Pois, além de aumentar os seios, também melhora o aspecto do busto e dá firmeza.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
20/11 2020
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo