Plásticas
0 Comentários

A escolha de um bom cirurgião plástico

Considere a formação básica do médico
Um dos quesitos básicos de avaliação de um bom médico é a sua formação. Diferente de outras profissões, nas quais a faculdade não faz tanta diferença. Na medicina isso tem muita influência. Isto porque somente as melhores faculdades de medicina têm condições de investir em pesquisa e tecnologia, além de terem amplos hospitais para os alunos praticarem. E, essa vivência permite que o médico tenha mais conhecimento e habilidade para lidar com situações extremas, que exigem agir de forma rápida e eficaz.

Veja se ele é um cirurgião plástico especializado
Além de uma boa formação básica, é fundamental que o cirurgião tenha título de especialista em plástica que ele só consegue depois de estudar seis anos de faculdade de medicina, fazer dois anos de residência em Cirurgia Geral e mais três em Cirurgia Plástica. Após esses onze anos de estudo, o médico ainda passa por uma avaliação para conquistar o título. Apenas o cirurgião plástico especialista tem a capacidade técnica para fazer este tipo de operação com segurança e vivência para buscar os melhores resultados. Infelizmente, há muitos médicos que operam ser ter a devida especialização, provocando erros graves e problemas à saúde das suas pacientes. Na dúvida, verifique o nome do cirurgião no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, se o nome dele estiver cadastrado você terá certeza que ele é um especialista.

Busque médicos experientes
Para obter ótimos resultados, opere com médicos experientes. Mas vale lembrar, a experiência não está relacionada a  idade do profissional, mas sim a quantidade de procedimentos que ele realizou. Uma dica é você solicitar o currículo e um portfólio do cirurgião plástico na clínica. Assim, você poderá comprovar isso e ainda ver os resultados que ele pode proporcionar as suas pacientes.

Verifique indicações de ex-pacientes
Uma ótima opção para saber se o médico é bom é pesquisar o que as pacientes estão dizendo a respeito dele. Um cirurgião plástico ou clínica que recebeu muitos elogios é reflexo da satisfação dos clientes. Pesquise na internet, em sites específicos e nas redes sociais. Aceitar indicação de amigas também é bom, pois você consegue analisar pessoalmente o resultado.

Consulte o apoio oferecido pelo médico
O processo de uma cirurgia plástica não se resume apenas a operação, mas sim a várias etapas importantes do pré ao pós-operatório. Por isso, veja se ele tem equipes de enfermagem e fisioterapia mesmo porque esses profissionais são fundamentais para conquistar bons resultados. Sabendo o quanto é importante conceder ainda mais atenção as pacientes, a Clínica Dream Plastic criou o Disk Enfermagem, um canal exclusivo e direto com o departamento de enfermagem.

Prefira cirurgiões que tenham anestesistas na sua equipe
Durante uma cirurgia plástica, o anestesista tem um papel fundamental: ele é o responsável pela segurança da paciente. Por este motivo há uma lei (Resolução CFM 1802/06) que obriga as clínicas a disponibilizarem uma consulta com o anestesista da equipe antes da operação mesmo porque o trabalho desse profissional não começa na hora da cirurgia, mas sim antes, constatando se a paciente tem condições de realizar a operação, diagnosticando o melhor procedimento anestésico e até acompanhando sua evolução no pós-operatório

Fonte: Plástica e Beleza

beijos, Fran
20/04 2017
Plásticas
0 Comentários

Está planejando uma cirurgia plástica?

medicos3

Na hora das consultas com os cirurgiões plásticos tente imaginar que está fazendo uma entrevista de trabalho e que irá selecionar um profissional altamente especializado para uma tarefa vital: cuidar da sua saúde.

Pesquise sobre o procedimento e leve uma lista com perguntas para as consultas. Analise com critério antes de tomar uma decisão e suspeite caso ele seja evasivo nas respostas, relutante na hora de explicar o procedimento ou prometer muitas facilidades!

Fonte: SBCP

beijos, Fran
17/11 2016
Topo