Plásticas
0 Comentários

Gluteoplastia

Gluteoplastia surgiu para realizar o sonho das mulheres que desejam ter um bumbum maior, durinho e modelado.

Mas, além do silicone no glúteo, esse objetivo também pode ser alcançado pelo enxerto de gordura no glúteo.

Caso a paciente tenha gordura em outras partes do corpo, o médico pode aspirar e injetar gordura no glúteo. Esta é uma boa opção para fazer o aumento de glúteos!

São inúmeras as vantagens de fazer uma Gluteoplastia. E, a seguir, também vamos revelar como escolher entre a prótese glúteo oval ou redonda, como é feita a cirurgia, quais são os riscos… Confira!

Antes de falarmos sobre colocar silicone no glúteo ou sobre a técnica de enxerto de gordura no glúteo, precisamos conhecer alguns detalhes importantes.

Quais músculos formam o que chamamos de bumbum?

Os glúteos são formados por 3 partes: glúteo máximo, médio e mínimo. Há também músculos menores, como o piriforme, obturadores, gêmeos e quadrado femoral.

glúteo máximo é responsável pela extensão e por girar lateralmente o quadril. Já o glúteo médio é muito importante ao correr e andar, pois ele estabiliza o tronco para que possamos ter equilíbrio durante esse processo.

glúteo mínimo faz a flexão do quadril, mas também atua como estabilizador da pelve e do quadril.

Lembre-se: o formato do bumbum está muito ligado com a questão genética. Por isso, que em alguns casos ele é arredondado e em outros é mais murchinho.

Na cirurgia de Gluteoplastia, o implante de silicone nos glúteos será colocado entre os músculos maiores e os menores. Essa técnica vai proporcionar um resultado mais natural e harmônico com o restante do corpo.

Vale a pena dizer que, em muitos casos, exercícios localizados não conseguem aumentar significativamente o volume do bumbum.

Portanto, mulheres que sonham com o aumento de glúteos precisam de extrema dedicação, com muitas horas de treino, associado a dietas específicas. Ou recorrer aos procedimentos estéticos: prótese de glúteo e enxerto de gordura.

Como é a técnica de silicone no glúteo?

Conseguir um bumbum redondinho pode ser mais simples do que muita gente imagina! A cirurgia para aumentar os glúteos ainda é um mito para muitas pessoas. Algumas se perguntam: o que é Gluteoplastia? Como fica a cicatriz de Gluteoplastia?

A Gluteoplastia de aumento é uma técnica que exige muita experiência do Cirurgião Plástico. Esse requisito é necessário exatamente para garantir um resultado de sucesso. E para você se sentir mais bonita, atraente e confiante.

A cirurgia de Gluteoplastia é feita com anestesia peridural e com duração de, em média, 1h30. Para colocar a prótese no glúteo, o médico realiza uma incisão no sulco vertical que fica entre os glúteos.

Então, os implantes são inseridos e, cuidadosamente, posicionados no lado direito e esquerdo, dentro do músculo maior.

Quando os dois implantes estiverem no lugar, o médico vai verificar se eles parecem naturais e estão simétricos.

E, na sequencia, vai fechar os cortes por meio de suturas com fios absorvíveis. Então, uma bandagem é colocada após a cirurgia para que haja compressão e suporte.

Várias técnicas cirúrgicas podem ser utilizadas para implantes de glúteos, dependendo da posição e aparência desejadas.

As duas técnicas que geralmente produzem os melhores resultados são os procedimentos intramuscular e subfascial de aumento das nádegas. Utilizando estas técnicas, o implante é protegido por tecido sob a pele ou o tecido e fibra muscular, produzindo um resultado confortável, com aparência natural e visualmente agradável.

Como é a cicatriz de Gluteoplastia?

Quem está sonhando com a Gluteoplastia está preocupado com a aparência da cicatriz. É normal querer saber onde fica localizada a cicatriz de Gluteoplastia ou se ela fica muito visível…

O cirurgião plástico escolhe um local de pouca visibilidade: exatamente entre as nádegas. E o corte mede entre 5 e 7 centímetros, mas costuma ficar bem escondido.

Qual a validade da prótese de glúteo?

Assim como o implante de silicone para as mamas, a prótese de glúteo também sofre um desgaste natural. Por isso, depois de alguns anos, será necessário fazer a substituição da prótese de silicone nos glúteos.

Não se preocupe, pois não há um prazo determinado para realizar essa troca. Inclusive, os implantes são feitos de um tipo de silicone bem resistente, possibilitando uma longa duração.

Depois de colocar silicone nos glúteos, vale sempre manter um acompanhamento com o seu cirurgião plástico. E, além disso, acompanhar as condições da prótese por meio do exame de ultrassonografia.

Quais são os tipos de prótese de glúteo

Os implantes utilizados na Cirurgia Plástica Gluteoplastia são feitos de silicone macio, sólido e aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Existe uma variedade de modelos de Prótese de Silicone Glúteo que permite um resultado personalizado.

A combinação da forma, do tamanho e da posição do implante é usada para ajustar o volume ou a distância da projeção em uma área específica.

Isso significa que o médico pode usar essas combinações para suavizar ou enfatizar a curvatura do seu bumbum.

Prótese de Glúteo Oval ou Redonda?

Prótese de Glúteo Oval ou Redonda

Essa é uma pergunta importante, pois o modelo da prótese de glúteo pode impactar diretamente no seu resultado final.

Você pode optar pelos formatos de prótese de Glúteo Oval ou Redonda.

prótese oval é indicada para quem quer aumentar o bumbum por inteiro, inclusive nas laterais. Já a redonda aumenta mais a região superior dos glúteos e por isso deixa com a aparência mais empinada.

Além do modelo, é possível escolher entre diversos tamanhos de prótese. Os mais utilizados são de 300ml e 500ml. Mas é importante lembrar que o tamanho do silicone de glúteo é limitado pela sua anatomia.

Mas não se desespere, o seu médico vai te ajudar a escolher o estilo de implante e a técnica cirúrgica que melhor atende as suas expectativas.

Na dúvida, siga sempre a sugestão do seu médico. Afinal, ele tem a experiência necessária para saber o que funciona melhor em cada tipo de corpo.

Lembre-se: o cirurgião plástico usará a melhor opção para alcançar os melhores resultados e facilitar uma boa cicatrização.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
08/01 2021
Plásticas
1 Comentário

Gluteoplastia – O risco de assimetria é muito maior do que a plástica nos seios

É comum que se coloque próteses muito grandes, e a mulher fique parecendo obesa”, diz Luís Henrique Ishida, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional São Paulo. O cirurgião fala que, antes do procedimento, médico e paciente precisam conversar muito sobre que tipo de prótese usar e de que tamanho. . “É preciso considerar se a pessoa tem o quadril estreito ou largo, onde ela costuma acumular mais gordura, ou seja, fazer uma análise completa.

Na opinião do médico, a paciente ideal para a colocação de próteses é aquela com biótipo magro e que não tem bumbum projetado. As demais deveriam considerar como alternativa para delinear essa parte do corpo o enxerto de gordura.

Fonte: Uol

beijos, Fran
13/04 2018
Plásticas
0 Comentários

Pensando em aumentar o bumbum?

bunda5

Para quem pretende aumentar o bumbum, é melhor saber que não é qualquer tipo de implante de silicone que irá servir.
Há diversos modelos no mercado para os mais diferentes glúteos e desejos, por isso a escolha por um bom profissional é indispensável.
Um bumbum grande e bem desenhado é um dos fatores mais importantes na composição da beleza corporal feminina, especialmente no padrão estético brasileiro.
Para cada tipo de necessidade há uma escolha ideal para a prótese, a prótese ideal para preencher as laterais são aquelas arredondadas, que tem uma base mais larga.
Para quem pretende empinar e arredondar, as ovais são as mais indicadas, porque conseguem preencher a parte superior das nádegas. Já para quem pretende aumentar a projeção, quartzo, que é usada na parte bem posterior e vertical do bumbum.
A operação vale para corrigir defeitos genéticos ou para reverter alterações de forma, volume e tamanho. A prótese para bumbum é mais resistente e consistente do que as utilizadas nos seios, o resultado é perfeito e não há quem diga que não seja natural.

Fonte: Google

 

beijos, Fran
27/02 2018
Topo