Plásticas
1 Comentário

Gluteoplastia – O risco de assimetria é muito maior do que a plástica nos seios

É comum que se coloque próteses muito grandes, e a mulher fique parecendo obesa”, diz Luís Henrique Ishida, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional São Paulo. O cirurgião fala que, antes do procedimento, médico e paciente precisam conversar muito sobre que tipo de prótese usar e de que tamanho. . “É preciso considerar se a pessoa tem o quadril estreito ou largo, onde ela costuma acumular mais gordura, ou seja, fazer uma análise completa.

Na opinião do médico, a paciente ideal para a colocação de próteses é aquela com biótipo magro e que não tem bumbum projetado. As demais deveriam considerar como alternativa para delinear essa parte do corpo o enxerto de gordura.

Fonte: Uol

beijos, Fran
13/04 2018
Plásticas
0 Comentários

Pensando em aumentar o bumbum?

bunda5

Para quem pretende aumentar o bumbum, é melhor saber que não é qualquer tipo de implante de silicone que irá servir.
Há diversos modelos no mercado para os mais diferentes glúteos e desejos, por isso a escolha por um bom profissional é indispensável.
Um bumbum grande e bem desenhado é um dos fatores mais importantes na composição da beleza corporal feminina, especialmente no padrão estético brasileiro.
Para cada tipo de necessidade há uma escolha ideal para a prótese, a prótese ideal para preencher as laterais são aquelas arredondadas, que tem uma base mais larga.
Para quem pretende empinar e arredondar, as ovais são as mais indicadas, porque conseguem preencher a parte superior das nádegas. Já para quem pretende aumentar a projeção, quartzo, que é usada na parte bem posterior e vertical do bumbum.
A operação vale para corrigir defeitos genéticos ou para reverter alterações de forma, volume e tamanho. A prótese para bumbum é mais resistente e consistente do que as utilizadas nos seios, o resultado é perfeito e não há quem diga que não seja natural.

Fonte: Google

 

beijos, Fran
27/02 2018
Plásticas
0 Comentários

Gluteoplastia – Como funciona?

Antes de conhecer como uma cirurgia de colocação de silicone no bumbum é feita, é importante saber que existem três tipos de próteses que podem ser aplicadas: as redondas, as de quartzo e as ovais. Cada uma delas é indicada para um tipo de paciente, de acordo com seus objetivos e características físicas.

As redondas são utilizadas para quem deseja ganhar volume no bumbum por ter nascido com um aspecto “quadrado” na região e por pacientes que possuem o quadril mais largo. Esse material levanta bem o glúteo, porém, oferece um resultado considerado artificial. Já as ovais são indicadas para quem também quer aumentar o volume da parte lateral da área e geralmente são escolhidas por pessoas com quadris estreitos. Ao contrário da anterior, o efeito que elas trazem é tido como mais natural.Por sua vez, as de quartzo são adequadas para pacientes altos que tenham o bumbum mais longo.

 As próteses de silicone para bumbum são mais rígidas e grossas do que as utilizadas na operação de aumento de seios porque são mais expostas a impactos. Com isso, evita-se que ele vaze e sofra com um rompimento.

A implantação do silicone começa a ser feita com um corte de 5 a 6 cm na região que fica entre o glúteos, chamada de sulco vertical. O próximo passo é introduzir por meio desse corte as próteses do lado direito e esquerdo do bumbum. O silicone é posicionado dentro do músculo glúteo máximo, abaixo ou acima do músculo.

Fonte: mundoboaforma

beijos, Fran
25/12 2017
12345
Topo