Plásticas
0 Comentários

Vaginoplastia

A Vaginoplastia é apenas um nome genérico, como Ninfoplastia ou cirurgia íntima. Basicamente, elas englobam procedimentos específicos de Plástica Vaginal.

O nome exato depende do que a incomoda. Por exemplo, a Himenoplastia é a indicada para quem busca “como ficar virgem de novo”. Já Perineoplastia tem como objetivo o estreitamento vaginal.

Mas uma coisa é certa, a Vaginoplastia é solução para quem:

  • Sente desconforto durante a relação sexual por ter os pequenos lábios grandes.
  • Tem vergonha da saliência do “Monte de Vênus” ou dos seus lábios vaginais grandes, que marcam em roupas mais justas, biquínis…
  • Sofre com machucados causados pelo atrito entre os lábios vaginais e a calcinha.
  • Teve ou está com uma infecção por causa da dificuldade de higienizar o local.
  • Deseja ter uma experiência sexual mais satisfatória, removendo o excesso de pele e, consequentemente, melhorando a sensibilidade do local.

Cirurgia Monte de Vênus

Nessa plástica vaginal o objetivo é eliminar aquela gordurinha que fica sobre o púbis, região com pelos, logo abaixo do abdômen.

O acúmulo de gordura na área íntima causa constrangimento em várias mulheres. Pois o excesso de volume é evidente ao usar roupas mais justas ou biquínis. Para disfarçar, o jeito é usar blusas compridas, cangas…

Fazer uma lipo na vagina é a melhor opção para quem busca como diminuir o Monte de Vênus. Naturalmente, você precisa ter alguns cuidados, como escolher profissionais experientes, contar com uma clínica séria e ter amparo no pós-operatório.

Vulvoplastia para reduzir os lábios vaginais

Conhecida como Labioplastia, essa é uma cirurgia na vagina bastante procurada para corrigir o excesso de volume nos pequenos ou grandes lábios.

É um tipo de Vaginoplastia que oferece benefícios estéticos e funcionais para a mulher. Pois, além de remover o volume que sobressai em roupas mais justas, essa Plástica Vaginal é capaz de melhorar a sensibilidade no local. Algo que influência de forma positiva na sua vida sexual.

Como é a recuperação após a cirurgia da vagina?

O pós-operatópio da Vaginoplastia costuma ser bem tranquilo. Nos primeiros dias é comum o surgimento de inchaço, manchas roxas e até pequenos sangramentos.

Compressas de gelo nesse período irão ajudar na sua recuperação.

Não é comum sentir dor, mas independente disso, o médico receita previamente uma medicação para esse possível desconforto.

Após a cirurgia na vagina, o importante é seguir todas as recomendações do seu médico e respeitar o tempo de recuperação, que varia de paciente para paciente. Mas no geral, você:

  • Pode retornar ao trabalho no dia seguinte, desde que não haja esforço físico.
  • Só poderá fazer atividades físicas após 1 mês.
  • Deve ficar no mínimo 30 dias sem ter relações sexuais para evitar abertura dos pontos.
  • Precisa evitar banho de mar ou piscina por 30 dias também.

Riscos de uma Cirurgia Pubiana

Durante a recuperação de uma cirurgia na vagina, infecções leves e abertura de pontos são os riscos mais comuns.

Normalmente, eles estão atrelados ao esforço físico antes do tempo e a falta de uma boa higienização no local.

Porém, ao realizar a sua Vaginoplastia, é fundamental:

  • Escolher um médico experiente
  • Operar em um lugar regulamentado
  • Seguir todas as orientações de pós-operatório

Assim você evita várias complicações, como de infecções graves decorrentes da falta de qualidade dos materiais ou de procedimentos feitos de forma imprópria.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
15/01 2021
Plásticas
1 Comentário

Brasil é líder em cirurgia estética íntima

Vaginas podem ter os mais diversos formatos, ter particularidades na cor e na textura da pele, ter diferenças no tamanho e volume dos lábios, mas muitas mulheres parecem não estar convencidas disso. Em 2016, 25 mil brasileiras entraram na faca para corrigir suas “imperfeições” vaginais – o dobro do ano anterior, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (Isaps, na sigla em inglês). Os números crescentes alçaram o país ao posto de recordista mundial das cirurgias íntimas. E, segundo especialistas no procedimento, a motivação estética supera a funcional, que é quando a anatomia dos lábios provoca alguma dor ou desconforto.

Para a ginecologista Karla Giusti Zacharias, do Grupo Huntington, é importante entender que a diversidade de formatos existe e é normal. “Da mesma forma que as mulheres são altas, baixas, magras e gordas, existe diferença na formação da vagina e da vulva. Na prática, o que se observa é que o tamanho dos pequenos e grandes lábios é bastante variado, não existe um padrão”, explica. “A assimetria que acompanha todo o nosso corpo também se dá na região íntima. Por isso, nota-se uma diferença de tamanho entre os lábios. E quanto à coloração, ela varia de acordo com o tom da pele de cada mulher. As mais morenas, por exemplo, jamais terão lábios rosados.”

A recomendação dos especialistas brasileiros é que a cirurgia seja feita somente na idade adulta – a partir dos 18 anos -, depois que o corpo já estiver formado. “A maioria das minhas pacientes tem entre 25 e 35 anos, quando já atingiram uma certa maturidade em relação ao seu próprio corpo e sexualidade”.

Fonte: UOL

beijos, Fran
25/02 2018
Plásticas
0 Comentários

Clareamento e cirurgia plástica vaginal: conheça os tratamentos

 
Com o passar do tempo, as rugas e as linhas de expressão começam a denunciar a idade. Os primeiros sinais do envelhecimento vêm acompanhados de redução das fibras de sustentação, flacidez e, principalmente, ressecamento da pele. Mas não é apenas a face que sofre com isso, outras regiões também são afetadas, como a área genital, que fica mais flácida, rugosa e escurecida, podendo afetar a vida sexual e a autoestima da mulher.
A boa notícia é que existem vários procedimentos que podem tratar ou minimizar os sinais do envelhecimento genital. A estética íntima pode ser melhorada com a ajuda de exercícios vaginais, cirurgia íntima, clareamento da região e aplicação de substâncias que estimulam a produção de colágeno. Há ainda o peeling íntimo, um novo tratamento que promete eliminar o escurecimento da área genital.
Procure seu médico para maiores detalhes.
beijos, Fran
17/05 2017
Topo