Mamoplastia
0 Comentários

Afinal, o que é Doença do Silicone? 

A Doença do silicone, como é popularmente conhecida a Síndrome Asia, tem deixado algumas mulheres preocupadas nos últimos tempos. Principalmente as que têm silicone nos seios, porque acreditam que a prótese de mama é a causa dessa doença.

Mas será que é isso mesmo?

Além de trazer efeitos potencialmente indesejados para o corpo, a Síndrome de Asia é difícil de ser identificada, já que os seus sintomas são semelhantes aos de outras doenças, como a depressão

E devido ao momento pós-pandemia em que muitas pessoas tiveram que ficar em casa, as queixas dos sintomas e as preocupações em relação à doença do silicone aumentaram.

Será que estou com Síndrome Asia ou depressão? Vou ter que tirar o silicone? É perigoso?

Muitas mulheres vêm se fazendo essa pergunta ultimamente. 

Pensando nisso, reunimos diversos materiais de estudos, pesquisas, artigos científicos sobre a doença do silicone e, ainda, conversamos com médicos especialistas.

Afinal, o que é Doença do Silicone? 

A doença do silicone é uma patologia extremamente rara e autoimune provocada pelo contato da pessoa com um antígeno, ou seja, algo que nosso organismo reconhece como estranho. Isso pode ser desde um implante, até outros materiais mais comuns, como uma vacina. 

O organismo, ao entrar em contato com esse antígeno, cria uma reação imunológica, onde ele passa a atacar suas células saudáveis. Isso acarreta diversos problemas externos e até mesmo doenças, como vamos mostrar mais adiante. 

O nome Síndrome de Ásia é uma sigla em inglês para o termo Síndrome Autoimune Induzida por Adjuvantes (ASIA).

Ela foi descrita inicialmente em 1998, porém ela só começou a ter maior visibilidade em 2011. Mas por ser tão rara, não se tem estatísticas confiáveis sobre sua incidência. 

Para você ter uma ideia, Yehud Shoenfeld que é o único médico especialista em Síndrome ASIA, diz ter identificado apenas 300 casos da doença no mundo, até dezembro de 2016. 

Síndrome Asia é uma alergia à prótese de silicone?

Muitas mulheres até acham que a prótese de silicone pode causar alergia, mas isso não é verdade. O que o implante pode causar é uma reação imunológica de corpo estranho, que geralmente é a contratura e rejeição. 

A Síndrome Asia também é um tipo de reação imunológica do corpo, e não uma alergia à prótese de silicone. A diferença da contratura e da doença do silicone são as causas e os sintomas, que neste caso são mais intensos. 

O que causa a Síndrome Asia? Silicone nos seios? 

A causa da Síndrome Asia é genética. Isso é comprovado em um artigo científico sobre a doença do silicone. Nele foi possível concluir que apenas pacientes com genes HLA DRB1 e HLA DQB1 seriam capazes de desenvolver essa síndrome. Explicamos melhor!

sindrome asia vacina
Saiba o que pode provocar a síndrome do silicone

Quando pacientes com esse código genético entram em contato com determinados componentes ou substâncias, o antígeno que estava com a predisposição de manifestar o problema começa a reagir, atacando o próprio organismo da pessoa. 

Estão entre os principais fatores que podem ativar a Síndrome de Asia:

  • Vacina contra HPV; 
  • Vacina contra Influenza H1N1;
  • Mineral Oil (óleo mineral) 
  • Preenchimento com PMMA; 
  • Silicone;
  • Hidrogel (um tipo de preenchedor usado em harmonização facial);
  • Alumínio (presente nos shampoos, maquiagens, desodorantes e tintura de cabelo);
  • Hormônios (esteroides anabolizantes).

Você sabia? A vacina contra HPV pode desenvolver Síndrome Asia bem mais que o silicone, dependendo do caso.

É comum ver que vacinas HPV causam Síndrome Asia, pois possuem a substância escaleno em sua composição. E, ao entrar em contato com o organismo da paciente, essa substância pode desencadear uma reação imunológica no corpo.  

No entanto, muitas mulheres estão acreditando que a Síndrome Asia é causada unicamente pela prótese de silicone. Tanto que algumas até chamam de “A Doença do Silicone”. Mas não é bem assim!Não existe nenhum estudo comprovando que a Síndrome Asia tem ligação direta com a prótese de silicone.

Como vimos acima, existem diversos fatores que podem provocar a sindrome ásia, fatores esses bem mais predominantes do que os implantes, como vacina, esteroide e preenchimentos.

Muitas pacientes com suspeita de Síndrome Asia relatam sentir diversos sintomas, como:

  • Dores musculares;
  • Cansaço;
  • Perda de memória;
  • Queda de cabelo;
  • Calafrios;
  • Indisposição;
  • Boca seca;
  • Febre.

Como você pode ver, esses sintomas da doença do silicone são inespecíficos e muito comuns em diversas outras doenças, como depressão e fibromialgia, o que dificulta a identificação da doença. 

E essa falta de diagnóstico preciso é um dos fatores que fazem muitas mulheres acreditarem que estão com a síndrome da prótese de silicone, mesmo sem apresentarem um diagnóstico médico.

Mas isso é ERRADO. 

O único que pode fazer um diagnóstico correto da suposta Asia por silicone é um profissional da saúde

Se você estiver sentindo algum desses sintomas, não tome decisões precipitadas! Procure um médico, explique o que você está sentindo e a sua situação, assim ele poderá fazer uma análise completa do seu caso. 

Mas afinal, a doença do silicone realmente existe?

Por ser uma síndrome extremamente rara e não ter tantas informações científicas e estudos a seu respeito, não há um consenso na sociedade científica mundial de que a doença do silicone realmente existe. Os estudos precisam avançar muito para ter informações mais concretas.

De acordo com a pesquisa global da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica referente a 2019, apenas naquele ano foram realizados 1.841.098 procedimentos de aumento de mama. Ao passo que, até 2016, Yehuda Shoenfeld diz ter identificado no mundo todo apenas 300 casos da Síndrome

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
11/04 2022
Topo