Plásticas
0 Comentários

Mini-abdominoplastia: qual a diferença?

fotos da miniabdominoplastia
Descubra a diferença entre a miniabdominoplastia e a abdominoplastia clássica.

Antes de qualquer coisa, você precisa entender as diferenças entre esses dois procedimentos estéticos.

Um dos principais motivos pelos quais as mulheres procuram a cirurgia plástica na barriga é o de melhorar a aparência do abdômen. Após a gravidez, oscilações de peso ou envelhecimento, a pele perde a elasticidade, sendo comum gerar flacidez.

E, tanto a miniabdominoplastia quanto a técnica clássica, servem para remover o excesso de pele. A fim de deixar o abdômen lisinho.

Mas, então, qual a diferença entre elas?

Vamos explicar melhor em cada um dos pontos a seguir:

A quantidade de flacidez retirada

abdominoplastia retira grandes quantidades de excesso de pele, reposiciona o umbigo e reforça a parede abdominal, fazendo a amarração dos músculos.

Já a miniabdominoplastia também retira flacidez, mas é indicada para uma área bem menor. Geralmente será feita em pacientes magras, com pouca pele flácida. Por esse motivo, a cicatriz não abrange o abdômen completo.

Quando falamos em resultado, o antes e depois da abdominoplastia chama bastante atenção. Pois, a paciente tinha bastante pele flácida em toda a extensão do abdômen.

aparência da barriga a impedia de usar alguns tipos de roupas. Já que tudo marcava aquele volume enorme. E, às vezes, a única saída era usar os camisetões.

No caso dos resultados da miniabdominoplastia, a paciente tinha pouca pele flácida, concentrada abaixo do umbigo.

Esse pequeno excesso de pele não marcava ao usar roupas mais justas. Porém, ela se sentia desconfortável para usar um cropped ou biquínis.

A plicatura do músculo reto abdominal

Se você quer ficar livre daquela aparência de barriga alta, saiba que pode ser feita a plicatura do músculo abdominal. Mas somente na técnica da abdominoplastia clássica.

Já na miniabdominoplastia a cicatriz é bem menor, por isso não permite fazer a amarração ou costura.

Outro ponto é que na miniabdominoplastia não há o descolamento da pele com o músculo na parte superior. Somente será feito abaixo do umbigo, para a retirada da pouca flacidez presente nessa região.

E, por não ser descolada a pele acima do umbigo, não será possível fazer a costura dos músculos abdominal. Já que não dá acesso anatômico ao médico durante a intervenção cirúrgica.

Portanto, podemos perceber que a miniabdominoplastia não é a técnica indicada para a correção da diástase. Neste caso, o médico indicará a abdominoplastia clássica.

É importante lembrar que nenhum desses procedimentos tem o objetivo de emagrecimento. Portanto, o recomendado é que a paciente opere o mais próximo possível do seu peso ideal.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
22/11 2021
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo