Plásticas
0 Comentários

Vale a pena tirar gordura da barriga e colocar no glúteo?

Toda mulher quer se sentir mais bonita. E quando o assunto é beleza, sempre têm aquelas que sonham em reparar algumas falhas na silhueta e aumentar o volume do bumbum.

A lipoenxertia glútea é um procedimento muito buscado por aquelas que desejam ter um bumbum estilo Kardashian. A técnica permite aumentar o bumbum sem precisar recorrer aos implantes de silicone para glúteo.

Além de que o enxerto de gordura nos glúteos é uma técnica menos invasiva do que o implante de silicone.

Então, enxerto de gordura no glúteo funciona?

Funciona sim! A lipoenxertia glútea proporciona um contorno do bumbum mais firme, suave e até natural.

O enxerto no glúteo provém de uma lipoescultura, na qual a gordura é retirada de algum lugar do corpo, podendo ser do abdômen, e colocada nas nádegas.

Com a própria gordura retirada da barriga, o médico consegue remodelar o bumbum, deixando-o esteticamente mais bonito.

Por meio do olhar atento de um cirurgião plástico especialista e depois de algumas horas de cirurgia, é possível secar a barriga e ganhar aquele bumbum tão almejado.

Enxerto de gordura nos glúteos é reabsorvido com o tempo?

 

A desvantagem é que uma parte do enxerto no glúteo, em torno de 40 a 60%, será reabsorvido nos meses seguintes. E por isso vai ficar um volume menor do que quando você saiu do procedimento cirúrgico.

Ou seja, não há muita precisão do volume final que vai permanecer. Somente após 6 meses que a quantidade que ficou será considerada definitiva. Diferente da prótese de glúteo, em que o volume colocado é o que vai ficar de forma permanente.

É importante saber que nem toda a gordura retirada do procedimento de lipoaspiração poderá ser usada no processo de enxerto no glúteo.

O material aspirado passa por uma filtragem para separar a gordura do soro e da adrenalina. Isto porque somente poderá ser enxertada a gordura concentrada, sem nenhuma outra substância.

Outro ponto a ser ressaltado é que pode-se injetar até 1 litro de gordura nas nádegas (dependendo do caso). O cirurgião plástico usa um protocolo de contagem para garantir que o mesmo volume foi colocado em ambos os lados.

Se você tiver uma assimetria, o médico propositalmente colocará quantidades diferentes para minimizar essa desigualdade entre os lados.

Por fim, é importante saber que o médico pode aspirar somente de 5 a 7% em volume do peso ideal de uma pessoa (IMC).

É sempre bom lembrar que em qualquer cirurgia plástica os resultados devem ser analisados de acordo com o tipo de corpo. Isso é feito para que se torne compatível com a realidade de cada paciente.

Durante a consulta o cirurgião plástico vai avaliar e indicar a melhor técnica para alcançar o resultado almejado, mas que esteja dentro da realidade.

 

Fonte: Dream Plastic

 

beijos, Fran
08/11 2018
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo