Plásticas
0 Comentários

Seroma tratamento

seroma PAINT

QUALQUER CIRURGIA pode causar um acúmulo de líquido abaixo da cicatriz chamado SEROMA. Esse líquido é uma mistura de plasma e linfa que, devido à operação, está temporariamente fora da circulação se acumulando no sob a pele. ️Geralmente é translúcido, claro, amarelado ou avermelhado. É muito comum em cirurgias com descolamentos extensos de pele como Plásticas de Abdome, mamas, inclusão de implantes de silicone, expansores, retalhos para cirurgia reparadora e cirurgia em ex obesos. Sempre que se descola a pele dos tecidos profundos, há formação de um espaço vazio que será aderido novamente com a cicatrização. Enquanto essa aderência não acontece, ou seja, nas primeiras semanas de pós operatório, pode acumular seroma. Para minimizar o seroma, usamos drenos de aspiração, cintas compressivas, placas de espuma, curativos, drenagem linfática… Mas se mesmo assim, houver acúmulo de líquido localizado, este pode ser puncionado com uma seringa sob anestesia local. Pode acontecer também de o seroma ficar acumulado por muito tempo e o corpo formar uma cápsula ao seu redor. Nesses casos, pode ser que a formação de líquido se mantenha apesar das retiradas repetidas. Na maioria das vezes, o seroma se resolve espontaneamente. Mas se isso não acontecer, existe a possibilidade de infectar ou se tornar crônico. Nessas situações, há indicação de tratamento com antibióticos e re intervenção cirúrgica. A principal recomendação é: fique tranquilo, siga as orientações e confie no seu cirurgião se ele estiver lhe dando a devida atenção. Um cirurgião plástico bem formado SABE lidar com intercorrências. Somos preparados para cuidar.

Fonte: Dra Barbara Rosas

beijos, Fran
23/07 2021
Plásticas
0 Comentários

Seroma o que é? Como se trata?

seroma PAINT

QUALQUER CIRURGIA pode causar um acúmulo de líquido abaixo da cicatriz chamado SEROMA.  Esse líquido é uma mistura de plasma e linfa que, devido à operação, está temporariamente fora da circulação se acumulando no sob a pele. ️Geralmente é translúcido, claro, amarelado ou avermelhado. É muito comum em cirurgias com descolamentos extensos de pele como Plásticas de Abdome, mamas, inclusão de implantes de silicone, expansores, retalhos para cirurgia reparadora e cirurgia em ex obesos. Sempre que se descola a pele dos tecidos profundos, há formação de um espaço vazio que será aderido novamente com a cicatrização. Enquanto essa aderência não acontece, ou seja, nas primeiras semanas de pós operatório, pode acumular seroma. Para minimizar o seroma, usamos drenos de aspiração, cintas compressivas, placas de espuma, curativos, drenagem linfática… Mas se mesmo assim, houver acúmulo de líquido localizado, este pode ser puncionado com uma seringa sob anestesia local.

Pode acontecer também de o seroma ficar acumulado por muito tempo e o corpo formar uma cápsula ao seu redor. Nesses casos, pode ser que a formação de líquido se mantenha apesar das retiradas repetidas. Na maioria das vezes, o seroma se resolve espontaneamente. Mas se isso não acontecer, existe a possibilidade de infectar ou se tornar crônico. Nessas situações, há indicação de tratamento com antibióticos e re intervenção cirúrgica. A principal recomendação é: fique tranquilo, siga as orientações e confie no seu cirurgião se ele estiver lhe dando a devida atenção. Um cirurgião plástico bem formado SABE lidar com intercorrências. Somos preparados para cuidar.

Fonte: Dra Barbara Rosas

beijos, Fran
01/03 2018
Plásticas
0 Comentários

Seroma o que é ?

seroma
 
Seroma é uma complicação que pode ocorrer após qualquer cirurgia, e é caracterizado pelo excesso de líquido que fica retido próximo à cicatriz cirúrgica causando inflamação.
O seroma surge após alguns dias da cirurgia e pode demorar semanas para ser totalmente curado.
Sintomas do seroma
Os sintomas do seroma são:
  • Inchaço local: abaulamento da cicatriz;
  • Flutuação local;
  • Dor;
  • Pele avermelhada;
  • Aumento da temperatura local.
Quando este quadro está instalado ele pode tornar-se endurecido se não for retirado rapidamente.
Causas do seroma
Algumas possíveis causas do seroma são:
  • Falta de uso de uma cinta ou curativo compressivo após a cirurgia;
  • Pré disposição genética.
Esta é uma situação relativamente comum após uma cirurgia plástica ou cesária.
Tratamento para seroma
O tratamento do seroma é feito através da punção do líquido através de injeções e drenos em dias alternados até a completa solução do caso. Para diminuir a dor deve-se administrar anestesia antes da retirada do líquido e a toma de analgésicos e anti-inflamatórios diários para ajudar no tratamento.
Como forma de complementar este tratamento é preciso fazer curativos compressivos no local da cirurgia e utilizar uma cinta para fazer uma leve compressão em toda a área, a fim de evitar o acumulo de mais líquidos. Estes líquidos são normais e não representam nenhum mal, e somente não devem acumular-se pelo risco de tornarem-se encapsulados tornando a cirurgia inestética.
 
Fonte:tuasaude.com
beijos, Fran
24/03 2017
Topo