Plásticas
0 Comentários

Os limites da cirurgia plástica

plasticas1
 
Se a cirurgia plástica pode dar a pessoas saúde e melhorar sua autoconfiança, ela pode não resolver problemas psicológicos ou emocionais. Ter uma aparência renovada é uma forma de devolver confiança a algumas pessoas, mas se houver motivações psicológicas subjacentes o efeito da cirurgia plástica vai apenas amenizar estas questões. O mesmo acontece com quem tem expectativas irreais a respeito dos resultados. Isso pode gerar frustração e arrependimento.
 
Nem todo paciente é um bom candidato a uma cirurgia plástica. Cirurgiões plásticos éticos irão desencorajar possíveis pacientes se perceberem que seu estado físico ou mental não são os ideais para a realização do procedimento. O candidato ideal a uma cirurgia plástica é aquele que tem uma boa saúde geral, deseja resultados naturais e quer fazer o procedimento por vontade própria e não para satisfazer alguém.
 
Cirurgiões de confiança
Cirurgiões plásticos certificados pela SBCP trabalham para educar seus pacientes a respeito do que é possível e do que não é possível com a cirurgia e dos benefícios e riscos que envolvem qualquer procedimento. Uma cirurgia plástica não pode rejuvenescer alguém em 15 anos, mas pode diminuir os sinais de envelhecimento. Ela pode modificar a aparência de alguma característica do paciente, como um nariz grande, mamas pequenas ou excesso de pele, mas não pode mudar completamente uma pessoa.
 
Por isso, candidatos a cirurgia plástica devem ficar em alerta ao encontrarem profissionais que prometem resultados garantidos ou que soem exagerados, especialmente quando o procedimento for mínimo.
 

Lembre-se: busque sempre contar com um cirurgião plástico associado a SBCP e instalações credencias pela entidade para aumentar sua segurança!

 Com informações do Smart Beauty Guide.

Fonte: SBCP

beijos, Fran
30/05 2015
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo