Plásticas
0 Comentários

Cirurgias plásticas para “consertar cara de brava”

(Foto: Reprodução/ New York Post)

Algumas mulheres estão realizando cirurgias plásticas para modificar a expressão facial com “cara de brava”, ou como os médicos chamam “cara do cachorro em repouso”, da sigla em inglês RBF.

“Este é realmente um pedido comum dos pacientes – recebo vários a cada semana”, di o Dr. David Shafer, cirurgião plástico e diretor médico do Shafer Plastic Surgery & Laser Center em Midtown, em entrevista ao New York Post. “Eles [os pacientes] nem sempre usam o nome da cirurgia, mas se eu mencionar ‘RBF’, eles dizem’ exatamente isso'”.

“Eu parecia azeda”, contou Davis, de 42 anos, de Nova Iorque. Ela trabalha com vendas de equipamentos médicos e depende, segundo ela, de uma aparência “acessível” e, por isso, recorreu a um cirurgião plástico.

Davis disse a Shafer que “não queria um sorriso de ‘Coringa'”, mas sim um “olhar agradável”. De acordo com os médicos especialistas, para conseguir a aparência, os profissionais usam técnicas como a injeção de preenchimentos no rosto e toxina botulínica A. O procedimento leva cerca de 10 a 20 minutos, custa entre US$ 500 e US$ 5000, cerca de R$ 2 mil e R$ 20,6 mil, e pode durar até dois anos.

Embora o termo RBF exista há cerca de seis anos, os pedidos pelo procedimento “mais que dobraram” no último ano, informou Shafer. “É por causa de uma mudança pública no foco da face – popularizada pelas Kardashians”, disse ele. O médico disse ainda que as selfies também são um fator: “elas forçam as pessoas a olharem para o telefone, o que acentua o rosto do cachorro em repouso”.

Para a Dra. Melissa Doft, “as pessoas se encantam mais por mulheres que elas consideram felizes” e contou à publicação que injeta enchimentos dos cantos dos lábios até a linha da mandíbula – e embaixo dos lábios para engordar e a boca.

“As agulhas contêm preenchimentos dérmicos de ácido hialurônico, como o Juvéderm Vollure, que combina com a água e se expande para um gel que ajuda a substituir o volume perdido, substitui o contorno perdido do contorno dos tecidos moles e apoia os lábios”, explicou Doft.

Fonte: Marie Claire

beijos, Fran
04/10 2019
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

Topo