Saúde & Beleza
0 Comentários

Corpos pintados representam países e suas comidas típicas

É comum associarmos um país a sua comida típica. Ao pensar na Itália, pensamos em massa. Já os Estados Unidos nos remetem a hambúrguer. Retratando emblematicamente essas associações automáticas que fazemos, o fotógrafo francês Jonathan Icher realizou um ensaio chamado Fat Flag (algo como bandeira gorda, em português).
Em cada imagem um modelo teve seu corpo pintado com a bandeira de um país, trabalho realizado pela maquiadora Anastasia Parquet. E para completar a proposta, são retratados comendo o alimento que mais representa a nação. O fotógrafo não revelou sua intenção em realizar o projeto, se era para questionar estereótipos ou mostrar a importância da alimentação na cultura de um país. Mas o resultado é divertido.
 
 
 
 
 
 
 
 
 Fonte: Quem Inova/Catraca Livre                                                                                                               
beijos, Fran
30/06 2014
Saúde & Beleza
0 Comentários

Uma veterinária ajuda cão obeso a emagrecer

 

Seus olhos pareciam pedir ajuda, e ele acabou sendo atendido. Ao ser resgatado, Nora o colocou em uma dieta rigorosa. A aceitação de novos alimentos, porém, foi bem difícil.


Durante dois anos a vida de Obie mudou completamente. Ele trocou a vida sedentária e as comidas exageradas por uma rotina de exercícios e muitos legumes. Hoje ele faz duas refeições por dia e leva uma vida muito saudável.

O cachorrinho foi submetido a uma cirurgia para retirada da pele, removendo cerca 2,5 kg. A veterinária se sente orgulhosa de devolver a vida ao animalzinho e mostrar como ele está forte e bonito.

A veterinária Nora Vanatta, moradora de Portland, Oregon, nos EUA, resgatou um cão da raça Dachshund há dois anos. Na época, o animal pesava 35 kg, o dobro do peso normal. Ele só comia comida de humanos.




Fonte: Neatorama

beijos, Fran
29/06 2014
Saúde & Beleza
0 Comentários

Feministas americanas criaram um biquíni que simula um topless

Reprodução/Instagram(TaTa Top)
 
Mensagens de protesto podem surgir das formas mais inusitadas e criativas. Prova disso é esse biquíni que imita mamilos, mais novo aliado na luta pelo direito das mulheres ficarem sem sutiã em público.
 
À venda no site The Tata Top, por 28 dólares, a peça foi criada pelas americanas Robyn Graves e Michelle Lytle, como uma forma de demonstrar apoio ao Free The Nipple, que busca um tratamento mais justo aos banhistas, independente do seu gênero.
“Porque é que as mulheres não podem ficar de topless? Se realmente pensarmos sobre o assunto, qual é a diferença entre o mamilo de um homem e o de uma mulher? É apenas o tamanho? É o fato de o mamilo das mulheres estar relacionado com a vagina?”, escreveram as americanas no site de venda do biquíni.
Atualmente a peça está disponível somente na tonalidade de peles claras, mas as criadoras afirmam que já estão trabalhando em outros tons.
 
 
 
Reprodução/Instagram(TaTa Top)
 
Reprodução/Instagram(TaTa Top)
 
Reprodução/Instagram(TaTa Top)
 
beijos, Fran
26/06 2014
Topo