Plásticas
0 Comentários

Abdominoplastia ou lipoaspiração ?

A principal diferença entre os dois procedimentos, segundo Tiago André Ribeiro, médico cirurgião plástico, é que a abdominoplastia retira parte da pele flácida, enquanto a lipoaspiração acaba apenas com a gordura localizada. “Em alguns casos, a lipo pode até acentuar o excedente de pele”, revela. 

Para não errar ao escolher o procedimento, o ideal é realizar várias consultas com um cirurgião plástico antes de oficializar a decisão e discutir os prós e contras de cada um deles. “A lipo é basicamente a retirada de gordura por meio de cânulas, por isso é mais indicada para pacientes jovens, que não passaram por gestações e não apresentam flacidez cutânea”, explica o cirurgião. 

Já na abdominoplastia, a musculatura do abdômen é reaproximada e devolve a firmeza ao local, por isso pacientes que perderam muito peso ou já passaram por gestações, que sofrem com algum problema de flacidez, devem optar por este procedimento. “Um dos maiores ônus da abdominoplastia, porém, é a cicatriz que permanece na parte inferior do abdômen, ao contrário da lipoaspiração, que deixa marcas bem menores”, opina o médico. 

Fonte: Bonde

beijos, Fran
02/02 2019
Plásticas
0 Comentários

Para quem é indicada a miniabdominoplastia?

Diferentemente da abdominoplastia clássica que retira muita pele (geralmente entre a cesárea e o umbigo), amarra a musculatura até a parte superior do abdômen (próximo às mamas), remodela o umbigo e trata a flacidez moderada a acentuada; a mini abdominoplastia é indicada apenas para casos de flacidez leve.

A miniabdominoplastia retira pouca pele (em torno de 3 cm, por isso a cicatriz é menor, ficando entre o tamanho de uma cesárea e da abdominoplastia clássica). A parte da musculatura amarrada é apenas a abaixo do umbigo. O umbigo não é remodelado como na abdominoplastia. Logo, para ter indicação de miniabdominoplastia, a paciente deve ter pouca pele em excesso, pouca flacidez muscular (apenas abaixo do umbigo). São geralmente pacientes magras e que se mantiveram magras na gestação, tendo engordado próximo dos 8 kg durante a gravidez.

A cirurgia é realizada com anestesia peridural ou raqui, dura em torno de 2 horas. A dor não costuma ser forte, sendo comum apenas um desconforto controlado por medicamentos comuns. O risco cirúrgico é menor que o de uma cesárea.

Fonte: Dicas de Mulher

beijos, Fran
31/01 2019
Plásticas
0 Comentários

Mini lipo, micro lipo… Afinal, por que tantos nomes?

As várias nomenclaturas são apenas uma estratégia comercial. E, sabem por que algumas empresas fazem isso?

Elas criam tantos nomes apenas para transmitir uma sensação de novidade e venderem mais, como se cirurgia plástica não fosse algo sério.

Isto porque mostram fotos de mini lipo antes e depois e passam a falsa impressão de segurança. Pois, prometem que a paciente “sai andando” logo após a cirurgia.

E, ainda dizem que a mini lipo preço será baixíssimo. Infelizmente, não é bem assim.

Como mencionado acima, somente a lipoaspiração é um procedimento realmente indicado e reconhecido pela ciência médica. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica nem ao menos reconhece termos como mini lipo, lipo light e hidrolipo.

Para você ter uma ideia, a lipoaspiração é feita, normalmente, com anestesia peridural com sedação. O procedimento consiste em pequenos cortes, com medidas inferiores a 1 cm.

Nessas incisões, as cânulas são inseridas e em seguida é colocado o soro fisiológico, juntamente com baixas doses de adrenalina.

O soro contribui para “diluir” a gordura, facilitando sua retirada. Já a adrenalina minimiza as perdas sanguíneas.

Após alguns minutos, outra cânula é inserida, esta ligada a um aparelho de sucção a vácuo. A gordura é, então, aspirada junto com o soro.

Independente da nomenclatura usada, minilipo, hidrolipo, HLPA, todo procedimento de lipoaspiração é feito desta maneira há décadas.

O que é minilipo?

A minilipoaspiração é um procedimento feito para remover gordura localizada. No geral, é igual a lipoaspiração.

Ou seja, são feitos pequenos cortes para inserção da cânula com uma mistura de soro fisiológico e adrenalina. Depois de alguns minutos, outra cânula é colocada para aspirar a gordura junto com esta mistura.

A diferença é a anestesia aplicada. Na mini lipo abdominal o médico usa anestesia local sem sedação.

 

Fonte: Dream Plastic

 

beijos, Fran
29/01 2019
Topo