Mamoplastia
1 Comentário

Prótese de silicone e o câncer de mama

Há alguma relação entre o câncer de mama e a utilização de prótese de silicone?

Segundo diversos estudos, até a presente data não existe qualquer comprovação científica de que o silicone induza à formação de câncer em seres humanos. Talvez um dia esta afirmativa seja mudada. No entanto, apenas com os estudos apresentados não é possível tirar qualquer conclusão entre causa e efeito.
O que o silicone pode causar, caso haja ruptura e extravasamento do seu conteúdo é a formação de vacúolos de silicone no tecido em volta, conhecidos como siliconomas responsáveis por causar processos inflamatórios. Contudo, atualmente existem próteses com coberturas mais resistentes e conteúdo de gel coesivo, que mesmo se rompidas não extravasam.Caso a paciente tenha casos de câncer de mama na família, o médico pode optar em colocar a prótese sob o músculo, para facilitar a visualização de um possível tumor. Portanto, não  é necessário temer colocar próteses de silicone nos seios por causa da possibilidade de desenvolvimento do câncer de mama. Tal doença está associada a outros fatores como a idade, por exemplo, e a melhor prevenção é o auto-exame.

Silicone pode impedir o diagnóstico de câncer de mama?

Os implantes estão sendo usados com maior frequência e cada vez mais em mulheres jovens. Quando uma mulher vai colocar um implante de silicone é importante que ela tenha em mente que os tecidos mamários continuam contíguos às próteses, o que reforça a necessidade de cuidados. Uma boa investigação mamária deve ser realizada antes de submeter-se à cirurgia, o que evita o risco da colocação de uma prótese onde exista um tumor. Após a colocação da prótese de silicone, os cuidados com a mama devem continuar, por meio de mamografia e da ecografia complementar.

Exame Mamografia.
Segundo cirurgiões, a prótese não impede o diagnóstico do câncer de mama. Com os equipamentos disponíveis hoje e com o aprimoramento das técnicas cirúrgicas é possível fazer exames e diagnósticos precoces do câncer de mama com muita segurança.
A colocação de implantes de silicone com finalidade estética não atrapalha a realização de exames como mamografia, ultra-sonografia e ressonância magnética. Porém, se os implantes forem muito grandes, pode haver alguma dificuldade na compressão dos seios, diminuindo a qualidade das imagens obtidas e prejudicando o resultado do exame. Na mamografia em mulheres com próteses, é necessário realizar a chamada ‘manobra de Eklund’, em que se traciona a mama, para expor ao Raio X apenas o tecido mamário. Se isso não for feito, a prótese poderá interferir no resultado do exame.
Com relação ao auto-exame das mamas, as próteses não interferem, uma vez que não há glândula por debaixo delas.
A prótese de silicone não possui agentes que possam provocar ou estimular o surgimento do câncer de mama, inclusive na maioria das vezes são indicadas para a reconstrução mamária em pacientes operadas pelo câncer de mama e necessitam controle rígido. Durante o tratamento do câncer de mama pode ser necessária a retirada provisória da prótese devido à proximidade com a lesão ou para facilitar o acesso ao tumor.
Fonte:Lipo e silicone
beijos, Fran
16/04 2013
Escreva seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

1 comentário
  1. Ivanete Knaepkens - 16/04/2013

    Temos que fazer a mamografia, mesmo cm Silicone!!!

Topo