Mamoplastia
0 Comentários

O Silicone e a amamentação

amamentar-mov-mae-01

A prótese de silicone, em geral, eleva a autoestima da mulher, quando ela se sente desconfortável com o tamanho natural dos seios. Até mesmo seus relacionamentos sociais são beneficiados, já que se torna mais confiante e segura. No entanto, sempre surge aquela dúvida: afinal, o implante prejudicará a amamentação? Fique tranquila, a resposta é não.

A mesma inquietação ronda a cabeça de quem se incomoda com mamas de tamanhos muito diferentes ou volumosas. A motivação pode até ser o desconforto nas costas ou nos ombros, na área da alça do sutiã. Com isso, para se sentirem mais à vontade, as mulheres optam pela cirurgia de redução de mama. Quando bem feita, ela também não prejudica a amamentação.

Leite materno garantido

O silicone é colocado atrás da glândula mamária e fica isolado dentro de uma cápsula sólida. O sistema imunológico ainda reforça essa proteção e produz outra cápsula, como se fosse uma bexiga que reveste a prótese. Isso faz com que o material não entre em contato direto com o organismo. O que pode ocorrer é uma perda provisória da sensibilidade em alguma região do mamilo, caso a cirurgia corte algum nervo do local. “Isso é pouco frequente. Mas, mesmo assim, ele será regenerado e não atrapalhará a amamentação. O tempo de recuperação varia de acordo com o tamanho da mama e da extensão da lesão”, explica Ithamar Nogueira, cirurgião plástico do Hospital Santa Catarina (SP).

Pode ser que você já tenha ouvido alguma amiga comentar que teve problemas na amamentação por causa da cirurgia de aumento dos seios. “O que ocorre é que a mulher tenta buscar uma causa e pode relacioná-la ao silicone. Mas a dificuldade no aleitamento deve ser decorrência de algum transtorno emocional, que interfere na produção de hormônios. A prótese não oferece riscos”, diz Marco Cassol, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SP).

Fonte:  Revista Crescer

beijos, Fran
05/11 2017
Mamoplastia
0 Comentários

Pré e pós operatório

 

A) RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

1) Comunicar-se conosco até a véspera da operação, em caso de gripe, indisposição ou antecipação do período menstrual.

2) Internar-se no hospital ou clínica indicada na Guia de Internação, obedecendo ao horário estabelecido.

3) Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas na véspera da cirurgia.

4) Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja utilizando, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos.

5) Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 4 dias.

 

B) RECOMENDAÇÕES PÓS- OPERATÓRIAS:

1. Evitar esforços nos 8 primeiros dias.

2. Não movimentar os braços em excesso. Obedeça às instruções que lhe serão dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores ou massagens.

3. Evite molhar o curativo, até que seja autorizada a fazê-lo.

4. Não se exponha ao sol ou friagem, até 2ª ordem.

5. Obedecer à prescrição médica.

6. Alimentação normal (salvo casos específicos que receberão a devida orientação), a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas ( carnes, leite, ovoe ) e vitaminas (frutas).

7. Voltar ao consultório para curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados.

8. Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de olvidar-se que foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos.

9. Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião plástico, e somente com ele, as suas eventuais dúvidas.

Fonte: Dream Plastic

beijos, Fran
04/11 2017
Mamoplastia
0 Comentários

Na mamoplastia de aumento

Qual o tipo de anestesia utilizada?
Anestesia geral; peri-dural ou local; dependendo do caso.

Quanto tempo dura o ato cirúrgico?
Em média de 90 minutos até 120 minutos se necessário for. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Qual o período de internação?
De meio dia a 24 horas.

São utilizados curativos?
Sim. Curativos elásticos e modelantes, especialmente adaptados a cada tipo de mama. São trocados diariamente pela própria paciente, sem qualquer dificuldade, a partir do 3o. dia pós-operatório.

Quando são retirados os pontos?
Geralmente são utilizados pontos que são retirados até o 8o. dia pós-operatório.

Quando poderei tomar banho completo?
Dependendo do caso, até no dia seguinte à cirurgia. Tudo irá depender da evolução da sua cirurgia, assim como o tipo de curativos, observando-se apenas os cuidados especiais que serão ensinados pelo seu médico.

beijos, Fran
02/11 2017
12345
Topo